>
quinta-feira, 11 de agosto de 2022 - 11:46 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Formandos em barbearia e alongamento de unhas do CRAS São Cristóvão recebem certificado

Formandos em barbearia e alongamento de unhas do CRAS São Cristóvão recebem certificado

Matéria publicada em 25 de junho de 2022, 12:34 horas

 


Cursos foram ministrados em parceria pela Smac e a Associação de Moradores do bairro

Foto: Geraldo Gonçalves (Secom/PMVR)

Volta Redonda – O CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) Sérgio Loesch Pereira, no São Cristóvão sediou, na tarde desta sexta-feira, 24, a cerimônia de formatura dos cursos de Barbeiro e Alongamento de Unhas, realizados em parceria pela Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac) e a Associação de Moradores do bairro.

Os cursos beneficiaram 52 pessoas da comunidade, 19 estão aptas para atuar como barbeiros e 33 como design de unhas. Dois profissionais ministraram as aulas de forma voluntária. Para receber o certificado de barbeiro, os alunos fizeram 20 horas de aula; e para aprender a fazer alongamento de unhas, foram oito horas de aula.

Eliziane Luiza Gonçalves ensinou alongamento de unhas e Marcus Marques foi instrutor do curso de barbeiro. A professora contou que o curso atraiu alunas de outros bairros por ser gratuito e incluir o material de trabalho. “Em instituições privadas, este curso é bem caro”, contou.

Uma das alunas do curso de Alongamento de Unhas, Rosângela Regina, moradora do Boa Vista, afirmou que já está trabalhando. “Atendo a domicílio, e o número de clientes tem aumentado após a especialização. Meu sonho é abrir um espaço próprio”, falou.

Gustavo Godoy Martins, morador do São Cristóvão, recebeu o certificado do curso de barbeiro. “Minha ideia, a princípio, é trabalhar por conta própria. Quero ter minha própria barbearia ou atender na casa das pessoas”, disse.

A coordenadora do Programa de Inclusão Produtiva da Smac, Marlene Mota, afirmou ser com alegria que vê mais 52 moradores de Volta Redonda capacitados para o mercado de trabalho. “Os cursos ofertados nos CRAS têm como objetivo principal a geração de renda. Agora, estas pessoas podem optar em procurar um emprego em algum estabelecimento ou atuar como empreendedor individual”, falou, ressaltando que o conhecimento transforma vidas e não ocupa espaço.

A coordenadora dos CRAS de Volta Redonda, Cláudia Novaes, lembrou que a Smac formou mais de dois mil profissionais entre 2021 e 2022 e mais 1800 devem receber o certificado no próximo mês de agosto com a reabertura dos CRAS e o retorno das Oficinas de Inclusão Produtiva.

“O sucesso do programa se dá pela confiança da população no trabalho da secretaria. Só alcançamos o nosso objetivo de promover geração de renda, facilitando a inserção no mercado de trabalho ou a atuação como empreendedor individual porque vocês se dispõem a se especializar conosco”, disse.

O presidente da Associação de Moradores do São Cristóvão, Alexandre Clayton, afirmou que esta deve ser a primeira de muitas parcerias com o CRAS para oferecer cursos para os moradores. “O objetivo dessas oficinas é apresentar uma profissão, dar o ponta pé inicial para que a pessoa possa buscar qualificação para o mercado de trabalho”, explicou.

Também estava na cerimônia a coordenadora do CRAS São Cristovão, Diana Diniz Moura, que fez questão de parabenizar os formandos. “Estamos aqui para atender a comunidade. Estamos de portas abertas às demandas dos moradores e é muito bom saber que colaboramos para a melhoria da qualidade de vida dessas pessoas”, falou.

Foto: Geraldo Gonçalves (Secom/PMVR)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document