Itatiaia recebe visita do BNDES para acompanhamento das obras de restauração

Por Diário do Vale
62 Visualizações
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Itatiaia

Em visita realizada no dia 5 de fevereiro, representantes do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), entidade patrocinadora do Projeto de Restauração dos Bens Integrados da Igreja Matriz de Santo Antônio de Itatiaia (Ouro Branco – MG), estiveram na comunidade para acompanhamento do andamento das obras. Acompanhados por membros da Associação Sociocultural Os Bem-Te-Vis e da equipe de restauradores, o grupo, liderado pelo gerente do Departamento de Cultura, Marcelo Goldenstein, pôde avaliar a aplicação dos recursos do trabalho de restauro realizado até o momento.

A equipe do BNDES destacou a importância do incentivo ao projeto e o caráter especial da relação da Associação Os Bem-Te-Vis com a comunidade. Marcelo Goldenstein afirma que esta é uma parceria confortante e prazerosa, já que a Matriz de Santo Antônio é parte da comunidade. “É muito mais interessante fazer um trabalho desses com alguém que, de fato, está genuinamente preocupado em recuperar algo que é seu. A parceria tem sido muito mais rica, pois temos a segurança que os recursos tendem a ser mais bem aplicados a e com o devido valor ao nosso apoio”, pontua. Ele destaca, ainda, que o alto nível de comprometimento da comunidade vem desde a proponência do projeto até a implementação da obra. “Percebemos o amor, o apego que a comunidade tem por esse projeto, pela Igreja de Santo Antônio, pelas imagens, pelo altar e por tudo que ela representa” ressalta Marcelo.

 

Restauração de Bens Integrados da Matriz de Santo Antônio – Itatiaia (Ouro Branco/MG)

O patrocínio de cerca de R$ 2 milhões do BNDES está sendo destinado às obras de restauração dos bens integrados da Igreja Matriz de Santo Antônio de Itatiaia foi destinado à Associação Sociocultural Os Bem-Te-Vis por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com a parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), do Ministério da Cultura (MinC) e do Governo Federal. O projeto prevê a recuperação do interior da construção, contemplando elementos artísticos como retábulos, púlpito, arco-cruzeiro, balaustrada da nave e pia batismal. As obras tiveram início em dezembro de 2014 e têm previsão de duração dois anos.

Com grande representatividade na arte sacra mineira, a igreja guarda precioso trabalho de talha e pintura. Um dos destaques é a imagem do padroeiro, Santo Antônio, de possível origem portuguesa. As imagens de Nossa Senhora do Rosário e de Nossa Senhora da Piedade também chamam atenção. Tombada pelo Iphan, a Igreja foi uma das primeiras a ser erguida na região de Ouro Branco, por iniciativa das irmandades do Santíssimo Sacramento, de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e de São Benedito.

Mesmo durante a execução das obras, as atividades religiosas estão mantidas. As obras podem ser acompanhadas pelos moradores por meio de visitas e fotos.

 

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

 

(24) 99926-5051 – Jornalismo

 

(24) 99234-8846 – Comercial

 

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2023 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996