segunda-feira, 24 de janeiro de 2022 - 19:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Liga carnavalesca de Barra Mansa lamenta cancelamento dos desfiles oficias

Liga carnavalesca de Barra Mansa lamenta cancelamento dos desfiles oficias

Matéria publicada em 20 de janeiro de 2018, 15:30 horas

 


Fundação Cultura Barra Mansa explicou que o município ficou impossibilitado de promover o fomento ao carnaval 2018

Barra Mansa – A presidente da LEC-BM (Liga das Entidades Carnavalescas de Barra Mansa), Gina Mara Ferreira, em entrevista ao DIÁRIO DO VALE, disse que as nove agremiações que representa, entre blocos e escolas, lamentaram o cancelamento dos desfiles oficiais em 2018. Após terem conseguido retornar para a Avenida Joaquim Leite, a presidente lamentou que pelo segundo ano consecutivo os desfiles não sejam realizados. Segundo ela, há uma enorme frustração entre as agremiações.

– Os tradicionais blocos e escolas de samba estão decepcionados com essa decisão. A população de Barra Mansa gosta de Carnaval e acompanhar os desfiles sempre foi a diversão de muitas famílias – ressaltou a presidente.

De acordo com Gina a Secretaria de Cultura havia inicialmente sinalizado com uma possibilidade da realização dos desfiles, novamente no Parque da Cidade, com uma verba no valor de R$ 80 mil. Isso se a liga apresentasse toda a documentação necessária para o repasse da subvenção.

Em contraproposta, a presidente conta que solicitou que a prefeitura fizesse a manutenção dos carros alegóricos que ficaram abandonados no Parque da Cidade. Da mesma maneira, pediu que não houvesse o concurso entre as escolas, mas apenas uma apresentação.

– Fizemos tudo o que foi solicitado, conseguimos que os presidentes de blocos e escolas assinassem um termo de responsabilidade se comprometendo a desfilar. Aí veio a notícia da Cultura de que não teria verba e que o desfile estava suspenso – explicou a presidente, ao acrescentar que muitos presidentes já estavam animados e iniciando os preparativos para o desfile.

Hoje, as agremiações que representam o Carnaval de Barra Mansa são as seguintes: Bloco Unidos da Periferia Leste, Império da Banda G, Renascer da Cotiara, Bloco Pulo do Sapo, Bloco Nova Esperança e Bloco Feliz da Vdia, voltado para a terceira idade. As escolas são as seguintes: Império de Saudade, Vila Maria e Floriano

“Nossa proposta era fazer um apresentação, deixar as pessoas brincarem e se divertirem, sem nenhuma disputa. Falta pouco para o Carnaval e é inviável para as escolas, por exemplo, contratarem um carnavalesco, que custa em média R$ 4 mil reais ou, até mesmo, um mestre de bateria”, salientou Gina, ao questionar uma verba no valor de R$ 100 mil reais que, de acordo com ela, já teria sido aprovada pela Câmara Municipal para o Carnaval 2018.

Presidente do bloco Império da Banda G, o carnavalesco Alexandre Rocha é um dos que estavam animados com a possibilidade de colocar seu bloco na avenida. “Nós esperamos o ano todo para realizar os desfiles com o maior carinho para a população. O sentimento é de indignação e frustração, pois pensávamos em melhorias e estamos vendo que o Carnaval de Barra Mansa está andando para trás”, comentou.

Fechado: Prefeitura explicou as razões que levaram ao cancelamento dos desfiles (Foto: Arquivo)

Fechado: Prefeitura explicou as razões que levaram ao cancelamento dos desfiles (Foto: Arquivo)

Impossibilitada de promover o Carnaval

Em nota enviada pela Assessoria de Comunicação, a Fundação de Cultura explicou que destinar verbas pra o fomento ao Carnaval seis meses antes dos desfiles é uma das metas previstas no Plano Municipal de Cultura (anexo ao Sistema Municipal de Cultura – SMCBM, Lei 4.602/2016). Para cumprir essa meta a Fundação de Cultura de Barra Mansa construiu o Plano Plurianual, com ampla participação da comunidade cultural, especialmente com a colaboração das agremiações carnavalescas e aprovada no Fórum Municipal de Cultura em agosto de 2017, conforme determina o SMCBM.

Entre os programas aprovados pela Câmara Municipal de Barra Mansa no Plano Plurianual da FCBM está o Fomento ao Carnaval no valor de R$ 100 mil. Contudo, essa previsão depende de disponibilidade orçamentária, e ainda requer um prazo maior que os poucos dias que antecedem o carnaval a partir do inicio de um exercício fiscal, para ser investido na forma prevista pela Lei.

“Dedicamos a oferecer condições para que tudo seja realizado da melhor forma este ano para o Carnaval 2019, com a antecedência conveniente para que as agremiações possam investir os recursos de forma adequada na confecção das alegorias e adereços. É imperioso o empenho para a reconstrução dos desfiles alegóricos do tradicional Carnaval de Barra Mansa. No entanto, a consolidação requer não só disponibilidade orçamentária, mas tempo, dedicação e interação entre os agentes culturais da cidade. “Diante da indisponibilidade de recursos financeiros, após um arresto (bloqueio) feito pela Justiça por conta de dívidas de governos anteriores, no valor de R$ 12,9 milhões nas contas da Prefeitura de Barra Mansa em dezembro de 2017, a Fundação Cultura Barra Mansa ficou impossibilitada de promover o fomento ao carnaval 2018 com base no plano”, informou a nota.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

16 comentários

  1. Morador de Barra Mansa

    Prefeituras não tem que bancar carnaval nenhum. Carnavalesco que se vire nos 30. Parabéns prefeito.

  2. Quer sair de baiana, colombina. índio, bailarina ? Quer botar o bloco na rua ? Pague do seu bolso ou procure dinheiro privado, p q o dinheiro de seus impostos não vá p a privada………..

  3. O Brasil é um pais sui generis: Não se faz nada nesse país sem dinheiro público, futebol, shows, cantores, filmes, circo, e por vai; só c verba pública. Cadê o tal do empresariado, q também não faz nada sem uma ajuda governamental, p assumir essa ” bagaça” ?. Quer dizer: o lucro se privatiza o prejuízo se estatiza ?

  4. bem feito
    votaram no menino mimado
    agora aguentem
    vem mais cortes por aí, podem esperar
    corrida de são sebastião hoje não tinha nem agua

    reconstruindo barra mansa, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • e os secretarios do mimadinho, o da agricultura ta andando igual a um deus, empregou a mulher o filhao e os cunhados, pouca vergonha de prefeito, vai ser o pior

    • Vc é um fracassado. Esse Rodrigo Drable é um metido e um playboy mesmo e vc não tem competensia arruinou o asteca clube seu incompetência

  5. Isso ai é barra mansa não tem saúde , professores ganhando uma miséria, os mesmo ladrão no poder , emprego só na cidade vizinha agora o povo fica sem cultura, vereadores aumentando o próprio salário , o saudade do Luiz Amaral, Ismael de Souza.

  6. Que nada, não há investimento em saúde e educação, o que acontece é que o prefeito aumentou seu salário e dos secretários e permitiu o aumento dos vereadores, então, ia sobrar dinheiro como? Se pelo menos estivesse investindo em escola, a EMWashington Luiz tá lá em reforma mais de 2 anos, cadê?

  7. O prefeito esta de parabéns deveria era acabar com esse negócio de dar dinheiro e acabar de vez com essa porcaria de carnaval.

  8. A nós barramansuínos, resta pular nas cidades vizinhas!

  9. Essa presidente não representa a classe.
    Nunca vi ela sair em alguma agremiação.
    Acho que tira mais proveito politico do que beneficia os sambistas.
    Como tudo que acontece na cidade.

  10. Esse pessoal do carnaval não percebe que a prefeitura não tem dinheiro. Não votei nesse Rodrigo – que nem cumprimenta as pessoas mas tem ganhado minha admiração. Saúde e educação em.primeiro lugar, se sobrar dinheiro aí, faz carnaval. tem gente boa no meio aí.

    • Verdade ele já passou por mim na rua e nem bom dia deu e votei nesse playboy aff.

    • Você cumprimenta quem não conhece, quando anda pela rua? Imagina dando bom dia para todas pessoas que passam na calçada… Tá de sacanagem né…

    • Smilodon Tacinus - O Emir Cicutiano

      Olha só o pensamento barramansuíno: o prefeito passa pela famosa “quem” na rua, não a cumprimenta e ela fica magoada. Arrufo temperamental de quem se acha mais do que é… Se tivesse um corpão de panicat, talvez o cara arriscasse uma olhada marota de esguelha…

Untitled Document