>
quarta-feira, 17 de agosto de 2022 - 02:13 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Obras do Córrego Vila Elmira estão em fase de conclusão

Obras do Córrego Vila Elmira estão em fase de conclusão

Matéria publicada em 1 de novembro de 2015, 09:05 horas

 


Previsão é que os serviços de canalização e tratamento de esgoto sejam inaugurados em novembro

vila

Na reta final: Obras estão sendo feitas desde agosto e investimentos são da ordem de R$ 12 milhões (Foto: Paulo Dimas)

Barra Mansa – Esperadas por mais de 50 anos pelos moradores da Vila Elmira, as obras de canalização e tratamento de esgoto dos cerca de três quilômetros de córrego que corta todo o bairro estão perto de serem entregues oficialmente à população. O local está recebendo investimento de R$ 12 milhões do Fecam (Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano) e, desde agosto do ano passado, os moradores vêm acompanhando as melhorias que, diretamente, refletirão na qualidade de vida da população. A previsão do município é que as obras sejam inauguradas em novembro.
Todo o processo de canalização está sendo realizado pela construtora Etama, ganhadora da licitação para o processo, no entanto os serviços são fiscalizados pelo município e o Inea (Instituto Estadual de Ambiente). De acordo com o coordenador de Planejamento do Saae, Alexandre Palmeira, toda a parte de canalização já foi concluída e, agora, a equipe está trabalhando o término da construção das 23 pontes de acesso que interligam os imóveis localizados do outro lado do córrego. Também está em fase de acabamento a construção do guarda corpo que irá proteger a canalização.
– Com as obras do córrego, os moradores ainda irão ganhar a implantação de uma Academia da Terceira Idade, um calçamento especial para a prática de caminhada e também cerca de 500 metros de asfalto. É uma obra que vai mudar a realidade dos moradores e que proporcionará uma qualidade de vida esperada há anos. É importante ressaltar que, além da canalização, os moradores também serão contemplados com o serviço de  saneamento básico. E isso faz diferença na vida das pessoas, levando em conta que a cada R$1 real que investimos em saneamento, evitamos o gasto de R$ 20 reais na área da saúde – destacou o coordenador.
Conforme destacou o prefeito Jonas Marins (PCdoB), a obra no Córrego Vila Elmira é um dos maiores investimentos em saneamento básico no município nas últimas décadas. Segundo ele, a obra representa muito para o meio ambiente e para a melhoria da qualidade de vida da população, não só do entorno, mas de todo o município.
– Esse é um dos maiores legados de saneamento deste governo, a comunidade vivia com esgoto na porta e estava esperando por essa obra há décadas. Inaugurar essa obra é motivo de orgulho, para mim, como prefeito e cidadão, pois proporciona mais dignidade à população. No entanto é preciso que comunidade também cuide do local, pois algumas pessoas já estão jogando lixo novamente na obra, que está em fase final – finalizou o prefeito.
Moradora do bairro há 30 anos, Ludmila Rocha Fraga, de 32 anos, recorda que, desde pequena teve que conviver com o mau cheiro e a proliferação de mosquitos e pernilongos, principalmente em períodos mais quentes, provocados pelas péssimas condições do córrego. “Ver essa obra ser entregue é, realmente, a realização de um sonho para a comunidade. Foram muitos anos sofrendo com a falta de saneamento e a promessa de muitos políticos que se comprometiam a resolver esse problema”, salientou a moradora.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Prefeito Neto o córrego Bugil na Siderlândia, mais precisamente na Rua Meriit, está necessitando de um trabalho desta envergadura, como nós moradores somos pacíficos e resignados já ficamos contente se o senhor mandar fazer pelo pelos a dragagem do córrego, pois da maneira em que ele se encontra basta uma chuva de média para forte para o córrego transbordar e jogar água suja e contaminada dentro das casas dos moradores, o corre- corre
    é geral na tentaiva de salvar os móveis.

    S

  2. Carlos André Samuel

    A obra realmente atende ao anseio da comunidade,que sofre durante anos com o esgoto a céu aberto.A empreiteira que executou o trabalho também é digna de elogios.O único problema é que o projeto foi feito sem levar em consideração que o córrego do Paraíso tem como seu destino o córrego Ponte Alta,ou seja ,o córrego da Vila Elmira continuará tendo esgoto a céu aberto em pelo menos metade ou mais do seu percurso.A solução será a canalização do córrego do Paraíso,que no meu entendimento,deveria ter sido incluída no mesmo projeto.Tomara que não demore mais uns 50 anos.

  3. Pra mim o nome desse córrego sempre foi Ponte Alta, que faz o limite entre VR e BM…

    É uma obra bonita e funcional, apesar de a canalização hoje em dia ser refutada pela maioria dos experts em meio ambiente. De qualquer forma, esses 3km saíram bem caros, hein!…

Untitled Document