sábado, 24 de outubro de 2020 - 08:22 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / PMs poderão usar arma e colete do Estado durante a folga

PMs poderão usar arma e colete do Estado durante a folga

Matéria publicada em 30 de janeiro de 2019, 09:50 horas

 


PMs poderão usar coletes e armas durante período de folga. (crédito Assessoria de Imprensa)

Rio de Janeiro – O governador do Estado do Rio, Wilson Witzel, e o secretário de Estado de Polícia Militar, Coronel Rogério Figueiredo, assinaram termo de compromisso autorizando policiais utilizarem durante as folgas pistolas e coletes balísticos. A medida é uma antiga reivindicação da categoria e foi concedida devido ao aumento do número de armas e coletes destinados à PM.

O setor de material bélico da corporação receberá mais 15 mil pistolas e 20.900 coletes. As pistolas foram adquiridas pelo Gabinete de Intervenção Federal (GIF) e serão entregues dentro de dois meses. Quanto aos coletes, 14,4 mil foram comprados pelo GIF e destes, 4,5 mil já foram entregues. Outros 11 mil serão adquiridos com recursos da Secretaria de Polícia Militar.

Além da permissão de acautelar a arma e o colete, o policial passará por treinamento. “Os PMs precisam, cada vez mais, estar preparados para enfrentar a criminalidade. Uma das questões importantes de proteção da vida de nossos militares é dar a eles condições de deslocamento, de ir e vir, quando estão fora de serviço”, disse o Governador Wilson Witzel, durante cerimônia de assinatura do termo de compromisso realizada no auditório do Quartel General da PM.

Durante o evento, o Coronel Rogério Figueiredo explicou que o acautelamento seguirá as normas da corporação:

– Hoje, já conseguimos contemplar 5 mil policiais militares com a aquisição de pistolas e coletes. Para isso, nossos policiais militares passarão por treinamento, onde receberão todas as instruções para ter efetividade no uso do armamento. Os policiais farão o acautelamento através de requerimento e, com isso, em curto prazo, vamos conseguir contemplar todo o nosso efetivo – disse o secretário de Polícia Militar.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar

    Colete? Nao tem colete nem pra hora do trabalho. Vai ter que comprar também.

  2. Avatar

    Já tô até vendo uns palhações andando todos enfeitados pra irem ao supermercado kkkkk aposto como vão pra boate também. Kkkķkkkķ

  3. Avatar

    Para quem não sabe e comenta, os policiais da PMERJ, até ontem, tinham que comprar a própria arma, preços em torno de 5 mil reais. Daí já começaram a se enrolar! Pois recebe um salário baixo, não pode morar em qualquer lugar, e começam a se matar em bicos pra pagar os empréstimos. Daí o PM que faz bico pra pagar sua arma e seu aluguel numa área menos violenta, vai trabalhar pela polícia já cansado e estressado. E daí começamos uma longa história.

  4. Avatar
    cidadão do Médio Paraíba RJ

    Mas toda vida desde que eu me entendo por gente, eu via policial portando arma oficial fora de serviço. antes tinha alguma restrição, alguém saberia me dizer sobre isso?
    De todas formas, é justo sim o policial porta arma fora de serviço, afim de garantir sua defesa pessoal e de terceiros.
    A todos ” Policias de bem de nosso estado” fica meu respeito e admiração!

    • Avatar

      Amigo… O policial que quiser andar armado na folga, ele tem que comprar uma arma, eu comprei um revolver 38 em 2011 por R$ 4.500,00 aproximados… tive que pagar em 12x

  5. Avatar

    Muito bom! Ate porque quem e policial nao tem folga. Sou favoravel a ter 2. Direitos humanos para quem trabalha e produz riqueza para o Brasil!

  6. Avatar

    E qual já não usa arma ? Tem que usar mesmo, para se proteger e proteger o cidadão !!

Untitled Document