quarta-feira, 20 de outubro de 2021 - 07:35 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Postos de saúde de Volta Redonda passam a contar com serviço de fisioterapia

Postos de saúde de Volta Redonda passam a contar com serviço de fisioterapia

Matéria publicada em 3 de abril de 2017, 11:11 horas

 


Objetivo é de oferecer mais acesso à saúde, facilidade e conforto no atendimento

Volta Redonda- A população de Volta Redonda tem mais uma importante conquista no setor de saúde. A partir desse mês, a secretaria municipal de Saúde, através do Centro Municipal de Reabilitação Física Tuffi Rafful (Cemurf), está descentralizando o serviço de fisioterapia oferecido no município. Isso significa que, a partir de agora, as pessoas que necessitarem de algum tratamento de fisioterapia será atendido mais próximo da sua residência.

De acordo com o coordenador do Cemurf, Vladmir Lopes de Souza, o serviço já está funcionando nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) dos bairros Conforto, Vila Brasília e Volta Grande. Em breve, o serviço será implantando também no bairro Siderlândia e em outras unidades de saúde. Com a descentralização da fisioterapia o Cemurf priorizará as ações especializadas.

– Antes, a fisioterapia era focada somente no Centro de Reabilitação. Estamos, agora, implantando nas unidades básicas de saúde. O objetivo é que a reabilitação fique próxima do usuário, garantindo assim, a integralidade na assistência – explicou o coordenador, lembrando que nessas unidades serão atendidos somente os usuários ortopédicos, os outros pacientes continuam a ser tratados no Cemurf.

Para o gerente da Atenção Básica na Fisioterapia, João Paulo Gioseffi Vassallo Filho, a iniciativa é um avanço, pois amplia o atendimento da fisioterapia, além de dar mais comodidade aos usuários. Ele explica que em cada unidade, um fisioterapeuta será responsável pelos 60 atendimentos semanais.

– Os atendimentos realizados nessas unidades são de traumato-ortopedia como entorses e dores lombares. Os usuários são encaminhados através do Cemurf para uma unidade mais próxima da sua residência – disse João Paulo.

O médico e subsecretário de Saúde, Rafael Galvão, elogiou o trabalho desenvolvido no Centro de Fisioterapia e a nova reestruturação dos serviços.

– Nosso objetivo é de melhorar, a cada dia, o atendimento a população. E a implantação desse serviço nas unidades irá beneficiar muito os usuários. A fisioterapia estará presente também nas ações que acontecem dentro dessas unidades, como na reabilitação pulmonar, programas de prevenção e promoção à saúde –  informou Rafael.

– Agradeço o empenho da equipe, o carinho dos profissionais envolvidos, que são incansáveis na tarefa de oferecer o melhor para a nossa população – acrescentou o subsecretário destacando que o objetivo da SMS é transformar a unidade de saúde do bairro Conforto em modelo. “Vamos utilizar o conceito implantado aqui no Conforto em outras unidades do município”.

A enfermeira e gerente do UBSF do Conforto, Andresa Cristina Maria Silva, comemora a nova conquista. – É um ganho muito grande para a nossa unidade de saúde. A fisioterapia faz parte da média complexidade e é um privilégio ter um serviço desse porte num posto de saúde. Assim podemos ajudar no restabelecimento da saúde da população como um todo, favorecendo a qualidade de vida dos nossos usuários – comemorou a gerente.

Quem concorda com ela é a agente comunitária Juliene Alves da Conceição, moradora do bairro São Cristóvão, que está se recuperando de uma tendinite tibial anterior.

– A iniciativa de trazer a fisioterapia para mais perto da população é excelente. No meu caso, por exemplo, desde que comecei o tratamento aqui na UBSF a dor que eu sentia já reduziu muito. A vinda desse serviço para perto da minha casa está facilitando muito o meu tratamento. Hoje pego o ônibus perto da minha casa e desço em frente ao posto de saúde – comemorou a paciente.

Para a auxiliar de serviços gerais, Maria Clara Lopes de Jesus, moradora do bairro Ponte Alta a descentralização da fisioterapia significa economia no orçamento.

– Agora não gasto nem passagem para fazer o meu tratamento. Além disso, ainda faço uma caminhada da minha casa até aqui, e isso está me dando mais qualidade de vida. Como o atendimento é rápido e fácil eu não me atraso para chegar ao trabalho – disse.

A fisioterapeuta responsável pelo atendimento da UBSF do Conforto, Eliene Silva, explica que com o atendimento mais próximo da residência do usuário a possibilidade de recuperação é mais rápida.

– Os pacientes chegam aqui mais relaxados e isso acelera a sua recuperação. A questão emocional é fundamental nos tratamentos de fisioterapia – conclui.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Morador do Vila Rica.

    Foi o só o gordo sair da prefeitura que começou a funcionar melhor tudo. Parabéns ao prefeito.

  2. PLATÃO, O FILÓSOFO

    Parabéns! A Saúde em Volta Redonda, finalmente, está saindo da UTI. Graças a Deus! Parabéns! estamos na torcida por esse governo do diálogo, que tem o compromisso com a saúde desta cidade. Isso é muito bom! E que Deus abençoe a todo homem de boa-vontade! Afinal, o bem que plantamos é o bem que irá ficar. Que assim seja!

  3. quero parabenizar o Prefeito Samuca por esta importante medida, pois, a fisioterapia é de fundamental importância na total recuperação do paciente. Aproveito também para parabenizar o Vereador Edson Quinto que teve iniciativa de criar a lei da Fisioterapia Itinerante, que agora o novo prefeito está regulamentando. PARABÉNS AOS DOIS.

  4. Parabéns e muito sucesso nesta iniciativa, que a população possa usufruir com dignidade deste benefício. Parabéns a toda a equipe envolvida que continuem assim, aprimorando o atendimento prestado a população.

  5. Excelente determinação.
    Muito bom seria se também os funcionários da Prefeitura que por anos pg o FAPS – também tivessemos este direito e medicos disponíveis para nos atender. Estamos aguardando.

Untitled Document