quarta-feira, 23 de junho de 2021 - 06:21 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Prefeitura de Quatis compra mais remédios para unidades médicas

Prefeitura de Quatis compra mais remédios para unidades médicas

Matéria publicada em 24 de dezembro de 2017, 12:05 horas

 


Quatis – O prefeito Bruno de Souza (PMDB) homologou na última semana o processo número 4147/2018, através do qual serão investidos R$ 962.676,95 na compra de mais medicamentos da lista básica elaborada pelo Ministério da Saúde. Ao todo, foi autorizada a aquisição de 154 itens de remédios para distribuição gratuita aos pacientes atendidos nas cinco unidades do Programa Saúde da Família de Quatis, nos dois postos médicos da zona rural (Falcão e São Joaquim) e no dispensário municipal, que se localiza na Avenida Avelino Batista Soares, no Centro.

Os medicamentos se destinarão ao tratamento de doenças em várias especialidades, como cardiologia, dermatologia, urologia, endocrinologia, gastroenterologia, reumatologia, ortopedia, pneumologia e oftalmologia. A entrega dos remédios pelos fornecedores que venceram o processo de licitação, realizado recentemente pela prefeitura, se iniciará no começo de 2018, e vai ser feita por etapas, mediante a necessidade da Secretaria Municipal de Saúde. Os contratos voltados ao fornecimento destes remédios têm validade pelo prazo de 12 meses.

Os medicamentos se destinarão ao tratamento de doenças em várias especialidades (Foto: Divulgação)

Os medicamentos se destinarão ao tratamento de doenças em várias especialidades (Foto: Divulgação)

Além de reforçar o estoque de remédios nas unidades de saúde da prefeitura, ampliando com isso a oferta aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde), a prefeitura de Quatis alcançou uma economia de aproximadamente R$ 615 mil neste processo de aquisição de medicamentos, levando-se em conta o valor estimado inicialmente para os itens licitados, que foi de R$ 1.578.385,96.

Na realização do processo, a prefeitura adotou o pregão presencial enquanto modalidade de licitação. O pregão presencial é um instrumento licitatório semelhante a um leilão, só que no sentido contrário: o vencedor é o proponente que apresentar o menor preço. A licitação destinada à compra desta remessa de medicamento teve como ganhadores fornecedores de três estados: Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Bruno de Souza entende que o processo de aquisição dos remédios recentemente concluído “pode ser considerado mais um resultado positivo das medidas de controle de gastos adotadas pela atual administração municipal visando economizar despesas e investir as verbas disponíveis nos serviços extremamente necessários ao dia a dia da população”.

– Graças à austeridade com a qual estamos procurando administrar o Município desde o meu primeiro mandato, quando surgiram os primeiros sinais da crise econômica nacional, entendemos que os nossos objetivos vêm sendo alcançados, ou seja, o pagamento em dia do funcionalismo, a garantia dos serviços essenciais e o equilíbrio nas contas públicas da Prefeitura de Quatis – disse Bruno, lembrando que as unidades do Programa Saúde da Família na cidade se localizam nos bairros Nossa Senhora do Rosário, Mirandópolis, Jardim Independência e Jardim Pollastri.

O prefeito citou dois exemplos de controle de gastos que possibilitarão ao município fechar o exercício financeiro de 2017 “com as contas praticamente em dia”: a redução de verbas aplicadas nos eventos do carnaval e na festa de aniversário da cidade, transcorrido no dia 25 de novembro passado. Só no carnaval, o valor dos recursos aplicados foi este ano de R$ 68 mil, menos do que média anual investida ao longo do seu primeiro mandato à frente da Prefeitura de Quatis (2013-2016): cerca de 130 mil.

Fundação para o Remédio Popular fornecerá medicamentos à prefeitura de Quatis

Além do investimento de quase R$ 1 milhão na aquisição de 154 itens de medicamentos, cujos frascos, comprimidos e bisnagas começam a chegar no começo de 2018, a prefeitura de Quatis aplicou em novembro aproximadamente outros R$ 22 mil na compra de anti-hipertensivos, antibióticos, anti-inflamatórios e contra diabetes, por meio do processo número 7502/2017.

Essa compra foi realizada com o objetivo de atender as unidades médicas em caráter emergencial, pelo período de três meses, enquanto o processo voltado à aquisição de 154 itens de remédios da lista básica do Ministério da Saúde tramitava dentro dos setores competentes da prefeitura.

No caso da compra em caráter de emergência, os medicamentos foram adquiridos junto à FURP (Fundação para o Remédio Popular), que é considerado o maior fabricante público de remédios, e pertence ao Governo do Estado de São Paulo. Sediada na cidade paulista de Guarulhos, a FURP atende 3,2 mil municípios brasileiros, é responsável pela fabricação de 80 itens de medicamentos e produz 2,5 bilhões de unidades farmacêuticas por ano.

Além de órgãos públicos, a Fundação para o Remédio Popular fornece medicamentos para instituições filantrópicas, sindicatos e fundações. Os remédios comprados pela Prefeitura de Quatis da FURP se destinam a reforçar o estoque do dispensário municipal, e já começaram a ser entregues à Secretaria Municipal de Saúde.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document