Prefeitura de Resende amplia oferta de testes rápidos para HIV e sífilis

by Diário do Vale

Testes podem ser feito em apenas 30 minutos (crédito Prefeitura de Resende)

Resende – A Prefeitura de Resende passou a ofertar todas as terças-feiras testes rápidos de sífilis, HIV e Hepatite B e C. Os procedimentos, que aconteciam a cada 15 dias, duram levam cerca de 30 minutos para serem concluídos. A testagem é feita através de uma gota de sangue colhida da ponta do dedo do paciente.

Para realizar o procedimento, não é necessário encaminhamento ou pedido médico. Os interessados devem comparecer ao SAE, apresentando um documento oficial com foto e o cartão do SUS. No entanto, devem ter a partir de 12 anos, morar na região da Agulhas Negras ou ser visitante.

O SAE (Serviço de Atenção Especializada) funciona de 8h30 às 11h, no Posto do Estado, na Rua Dr. João Maia. Segundo a coordenação do órgão, em Resende a procura dos testes rápidos pela população tem boa demanda.

“Muitos munícipes têm procurado o SAE, até mesmo pelo telefone, para saber informações e realização dos testes rápidos”, disse a coordenadora do SAE, Paula Carolina Peixoto. No município, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, são realizados mensalmente cerca de 40 testes rápidos das infecções sexualmente transmissíveis.

Sífilis

A Sífilis pode ser transmitida através de relações sexuais sem preservativos e também durante a gravidez, de mãe para filho. Na fase avançada, pode ocasionar sintomas graves como: cegueira, paralisia, doença cerebral e problemas cardíacos, até a morte. A infecção também pode ocasionar consequências graves para o bebê vítima de sífilis congênita, como: risco para aborto, parto prematuro e má formação da criança.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, as infecções sexualmente transmissíveis podem aumentar até 18 vezes o risco da pessoa ser infectada pelo HIV e têm consequências graves na saúde reprodutiva e infantil, como infertilidade e complicações na gravidez e parto. Caso o tratamento contra a doença seja feito na gestante e no parceiro, de forma correta, o risco de transmissão para o bebê diminui.

A Secretaria Municipal de Saúde destacou a importância destes testes.

– Com a realização destes testes rápidos gratuitos há o diagnóstico precoce, possibilitando a diminuição de transmissão das infecções. Ressaltamos que o tratamento melhora a qualidade de vida e que a Sífilis tem cura – ressaltou o secretário municipal de Saúde, Alexandre Vieira.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996