;
quinta-feira, 3 de dezembro de 2020 - 03:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Programa destina financiamento para microempreendedores

Programa destina financiamento para microempreendedores

Matéria publicada em 2 de maio de 2018, 11:38 horas

 


Programa destina incentivos para os MEis (crédito Divulgação)

Programa destina incentivos para os MEis (crédito Divulgação)

Quatis – A prefeitura assinou, na manhã desta quarta-feira (2), termo de cooperação técnica entre o município e a AGERIO (Agência estadual de Fomento), destinando  duas linhas de créditos ao setor de geração de renda. Uma delas estabelece financiamentos individuais de até R$ 15 mil aos microempreendedores individuais.

 Já as pequenas e médias empresas serão atendidas com empréstimos, cujo valor máximo ainda vai ser anunciado durante a realização, no Município, da Semana do Microempreendedor Individual, que acontecerá a partir do dia 06 de maio.  Atualmente, a prefeitura tem pelo menos 650 microempreendedores individuais cadastrados no Programa MEI.

O programa de microcrédito da AGERIO permitirá que os microempreendedores obtenham financiamentos para a aquisição de equipamentos e materiais a serem investidos nos seus  negócios. O Programa MEI é coordenado pela Secretaria Municipal de Trabalho e Renda em parceria com o SEBRAE-RJ (Serviço de Apoio à Pequena e Média Empresa).

A agência vai capacitar os funcionários indicados pela prefeitura, que serão servidores da própria Secretaria de Trabalho e Renda do Município, aos quais caberá orientar os microempreendedores sobre os procedimentos necessários para a obtenção do crédito, as alternativas de pagamento e os documentos necessários. A prefeitura cederá ainda as instalações físicas e os equipamentos voltados ao atendimento dos microempreendedores individuais.

– O Programa MEI representa uma das ações principais do nosso governo visando à geração de renda e o enfrentamento do desemprego. Com a criação de linhas de financiamentos voltadas ao microempreendedor individual de Quatis, a medida vai significar um incremento importante para a melhoria das atividades desenvolvidas pelos microempreendedores, beneficiando também o Município com o incremento da arrecadação, já que este segmento contribui na geração de dois impostos importantes, o ISS (Imposto Sobre Serviços) e o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) – declarou o prefeito, Bruno de Souza.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document