terça-feira, 7 de dezembro de 2021 - 18:43 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Resende: Prefeito determina ampliação de sistema de alarmes em escolas

Resende: Prefeito determina ampliação de sistema de alarmes em escolas

Matéria publicada em 25 de julho de 2017, 21:26 horas

 


 Mais segurança: Educação vai expandir o sistema de alarmes e monitoramento para 52 escolas públicas (Foto: Carina Rocha/Ascom PMR)

Mais segurança: Educação vai expandir o sistema de alarmes e monitoramento para 52 escolas públicas (Foto: Carina Rocha/Ascom PMR)

Resende – O prefeito Diogo Balieiro (PSD) determinou a ampliação do sistema de alarmes e monitoramentos em escolas públicas, a fim de preservar os espaços contra atos de vandalismo e criminosos. A segurança na escola municipal Algodão Doce, no bairro Cidade Alegria, invadida no último dia 15, foi reforçado.

O local já contava com o sistema de segurança nas salas da diretoria, laboratórios de informática e coordenações, porém, após ser alvo de vandalismo, Balieiro solicitou que o sistema fosse estendido também para as salas de aula, onde estudam mais de 700 crianças da região.

– Ações criminosas como a que vimos na Algodão Doce, além de onerar os cofres públicos e o bolso do cidadão pagador de impostos, prejudicam o desenvolvimento da educação e do ensino para nossas crianças – considerou Diogo Balieiro Diniz.

A secretaria municipal de Educação vai expandir o sistema de alarmes e monitoramento para 52 escolas públicas. Assim, ao se detectar movimentos suspeitos fora do horário escolar, o alarme será acionado imediatamente, sinalizando para central de monitoramento, que por sua vez, acionará as forças policiais e a Guarda Municipal.

– Nós finalizamos um processo licitatório, no qual obtivemos uma nova empresa ganhadora que se comprometeu em instalar o novo sistema de alarmes nas 52 escolas. Estamos partindo agora para a sofisticação da segurança nas escolas, a fim de proteger o patrimônio, a partir da instalação de câmeras em locais apontados pelas autoridades de segurança como prioritárias. A secretaria de Educação já está atuando nos processos relativos a esta novidade – reforçou a secretária de Educação, Rosa Frech.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document