domingo, 12 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Saae-VR amplia sistema de abastecimento em bairros da região do Roma

Saae-VR amplia sistema de abastecimento em bairros da região do Roma

Matéria publicada em 30 de junho de 2020, 17:52 horas

 


Cerca de 40 mil moradores serão beneficiados pelas melhorias realizadas pela Prefeitura de Volta Redonda, através de um investimento de cerca de R$ 800 mil

Volta Redonda– O sistema de abastecimento de água potável para os bairros da região do Roma está sendo ampliado através do Saae-VR (Serviço Autônomo de Água e Esgoto). Cerca de 40 mil moradores serão beneficiados pela obra realizada por Parceria Público Privada (PPP) com grupo que constrói um novo empreendimento imobiliário às margens da Rodovia dos Metalúrgicos, informou à prefeitura. O investimento é da ordem de R$ 800 mil e o prazo para conclusão do serviço é de quatro meses. De acordo com o diretor do Saae-VR, José Geraldo Santos, o Zeca, a obra hoje está concentrada na elevatória do bairro São Geraldo.

– No local, está sendo construída uma subestação de Energia Elétrica de 500 kVA (Kilovoltampere) e ainda será feita a substituição de dois conjuntos de moto bombas, garantindo 330 mil litros de água por hora, triplicando a quantidade fornecida hoje; além de comandos elétricos e comandos de automação – explicou Zeca.

Para alcançar a excelência na distribuição de água para toda região, ainda será construída uma subestação nas proximidades da cabine da Polícia Militar, na Rodovia dos Metalúrgicos, próxima à entrada do bairro Vila Rica/Tiradentes, que vai atender, principalmente, os empreendimentos Alphaville e Jardim Mariana; e uma elevatória no Parque Empresarial João Pessoa Fagundes, também às margens da Rodovia do Contorno, que vai garantir abastecimento ao Reserva do Vale.

Ainda na região do Roma, o Saae-VR informou que já executa a construção de 4,5 km de rede de água que vai beneficiar cerca de 50 famílias do Núcleo Santa Bárbara. A obra é realizada em convênio com o Governo Federal, por meio da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) do Ministério da Saúde.

O prefeito Samuca Silva reforça que os investimentos para melhorar o abastecimento de água potável na cidade sempre fizeram parte das prioridades de sua gestão. “Garantir o acesso da população à água potável é uma forma de investir em saúde”, acredita. Ele acrescentou que a região do Roma está em franco crescimento e que as ações são urgentes no local.

– Essa ampliação vai beneficiar o Roma I, Roma II, Parque das Garças, Rio das Flores, Condado do Ipê e Santa Bárbara, que hoje formam a região; além dos bairros Jardim Tiradentes, toda a região do Jardim Belvedere, Tiradentes e Vila Rica; além dos condomínios em implantação, Reserva do Vale, Alphaville e Jardim Mariana – citou Samuca.

Mais investimento

Os investimentos para melhorar a distribuição de água em Volta Redonda nesta gestão já beneficiaram diversos bairros. A construção de 3,5 mil metros de rede de água potável ao longo da Estrada Francisco Torres, entre os bairros Voldac e São Luiz, em fase de conclusão, vai melhorar o abastecimento para cerca de 40 mil moradores dos bairros São Luiz, São Sebastião, Califórnia, São Luiz da Barra, Fátima, União e São Francisco. Para isso, em janeiro deste ano, o Saae-VR trocou a bomba de abastecimento, o painel e o motor, aumentando a potência do equipamento e a vazão de água. A obra também é realizada por Parceria Público Privada (PPP).

Também está em andamento a construção de 1km de rede de água potável na Avenida Pernambuco, no bairro Belmonte, que vai abastecer cerca de cem casas do bairro. O bairro Açude, que já recebeu investimentos para melhorar a distribuição de água para os moradores nesta gestão, vai ganhar outra obra importante, realizada por convênio com o governo federal, através da Caixa Econômica Federal. A construção de um reservatório com capacidade para 1,5 mil litros de água. Hoje, o local conta com reservatório com um terço desta capacidade.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar
    Morador de Barra Mansa

    Pagando pela água, qual problema?

    • Avatar

      Já relatei os problemas, isso sem contar que os investimentos na estrutura de distribuição são pagos com impostos dos munícipes de VR… Mas barramansuíno é meio curto de raciocínio, difícil entender…

  2. Avatar

    O condomínio (Reserva do Vale) fica em território de Pinheiral, recolhe impostos para Pinheiral, vai ter sua população contada como de Pinheiral (recursos do SUS, FPM e outros), mas é Volta Redonda que tem que prover toda a infraestrutura… Isso já acontece com a Periferia Leste de Barra Mansa e com o distrito da Califórnia em Barra do Piraí… Volta Redonda está cheia de “encostos” e “puxadinhos”, e é só aqui que acontece essa aberração. Não vejo em nenhum outro município esse tipo de coisa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document