>
sábado, 21 de maio de 2022 - 21:44 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Traficantes abandonam armas e drogas após troca de tiros com PMs, em Angra dos Reis

Traficantes abandonam armas e drogas após troca de tiros com PMs, em Angra dos Reis

Matéria publicada em 1 de agosto de 2017, 13:09 horas

 


angra

Suspeitos abandonaram uma pistola, 9 milímetros, 13 munições, calibre 12, além de 13 munições, calibre 7.62, uma pedra de cocaína, um tablete de maconha, um celular e um caderno com anotação do tráfico
(Foto: Cedida pela PM)

Angra dos Reis- Policiais do 33º Batalhão da PM foram recebidos a tiros na segunda-feira (31), por um grupo de traficantes. Os agentes revidaram os disparos, mas não houve feridos. O tiroteio foi numa quadra de esportes, na Avenida São Joaquim, no bairro Belém. Os traficantes fugiram por um matagal e abandonaram armas, munições e drogas. Ninguém foi preso.

No local do tiroteio,  os suspeitos abandonaram uma pistola, 9 milímetros, 13 munições, calibre 12, além de 13 munições, calibre 7.62, uma pedra de cocaína,  um tablete de maconha, um celular e um caderno com anotação da contabilidade do tráfico de drogas. O material apreendido foi levado para a 166ª DP (Angra dos Reis).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. A cidade de Angra merece ser implodida. Ninguém aguenta mais.

  2. Uma Glock 9mm e ainda com kit rajada! E Munições de fuzis! Uau, esse Estatuto do Desarmamento funciona mesmo!

    Enquanto isso, ano passado houve um aumento em 183% na adesão de pessoas ao CR (para se tornar atirador), foram mais de 20 mil só ano passado! Esse ano também está cada vez mais crescendo o número de cidadãos de bem que adquirem suas armas de fogo legalmente.

    Meses atrás foi publicada uma portaria na qual permitiu o atirador portar sua arma de fogo municiada no trajeto entre casa e clube de tiro. Até agora, ZERO incidente! Ninguém matou ninguém, ZERO acidentes e o mundo não acabou e não houve derramamento de sangue.

    O cidadão de bem precisa ter seu direito de defesa garantido! Atualmente se trata de um privilégio a ser concedido pelo Estado, onde mesmo você atendendo a todos os requisitos o delegado indefere seu pedido de compra de arma de fogo.

Untitled Document