sábado, 22 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Utilização de sacolas retornáveis e outros meios cresce na região

Utilização de sacolas retornáveis e outros meios cresce na região

Matéria publicada em 19 de janeiro de 2020, 09:34 horas

 


Supermercados vêm notando queda nos números de sacolas plásticas, a redução varia entre 20% e 56% de acordo com cada estabelecimento

Estabelecimentos destacam que consumidores já se conscientizaram na questão ambiental da lei-Foto: Paulo Dimas

Barra Mansa- Desde a última quarta-feira, dia 15 de janeiro, os supermercados de todo o estado do Rio não estão mais distribuindo gratuitamente as duas primeiras sacolas aos clientes. A medida vinha sendo adotada desde junho do ano passado, quando entrou em vigor a lei que determina a diminuição do uso das sacolas plásticas convencionais (produzidas com 100% de petróleo).

Aqui no Sul Fluminense, os supermercados já sentiram as consequências positivas com relação a medida, uma rede que possui unidades em diversas cidades do estado informou que distribuição das sacolas diminuiu a olhos vistos.

– Com as sacolas comuns eram distribuídas cerca de oito milhões de sacola por mês, com a nova lei esse número caiu para agora 3,5 milhões/mês. E, além disso, essa nova sacola é muito mais resistente – destacou a gerente de marketing Monaliza Belozi.

A expectativa das empresas é que, encerrando essa distribuição das duas primeiras sacolas, o número aumente ainda mais.

– Até o momento a redução é de aproximadamente 20%, porém acreditamos que com o encerramento da disponibilidade gratuita das duas primeiras sacolas, conseguiremos atingir o percentual previsto na Lei, ou seja 40% – disse Ronildo Novato, gerente comercial de outra rede.

Outro ponto levantado pelos estabelecimentos foi com relação a conscientização dos clientes, de acordo com eles a população já se habituou à nova regra.

– Muitos clientes entenderam o objetivo principal da nova lei, que é a diminuição drástica de plástico no meio ambiente. A lei coloca a questão da cobrança exatamente por isso, para que as pessoas passem a não usar mais nenhuma sacola plástica e comecem a procurar outros meios de levar suas compras pra casa. Os supermercados, inclusive, terão que provar a diminuição da venda de sacolas – afirmou Monaliza.

Dentre as opções adotadas pelos clientes está a utilização das sacolas retornáveis, que são vendidas por valores que variam entre R$2,99 até R$9,99 de acordo com modelo e estabelecimento.

– Houve um aumento expressivo na procura das sacolas retornáveis, toda equipe está preparada para oferecer, inclusive aumentamos o volume e exposição das mesmas – lembrou Ronildo, acrescentando que alguns clientes optam pelas caixas de papelão e que elas são cedidas sempre que solicitado e de acordo com a disponibilidade. Ainda com relação às caixas, Monaliza esclarece que infelizmente não é possível atender todos os clientes com elas, pois elas de produtos que vão para a área de venda e nem sempre tem quantidade disponível.

Mesmo já estando em vigor desde junho, muitos clientes ainda não se adaptaram 100% a nova regra.

– Já aconteceu várias vezes de eu esquecer de trazer de casa, ai eu tenho que pagar né. O pior quando isso acontece é que eu tenho várias sacolas dessas retornáveis em casa, mas as vezes na correria do dia a dia acabo esquecendo de pegar ou saio de casa sem a pretensão de passar no mercado, daí não tem outro jeito – disse a dona de casa Célia Regina Santos.

Já para Maria Tereza Fernandes a medida não fez tanta diferença, pois segundo a mesma ela já tinha o habito de utilizar as sacolas retornáveis ou até mesmo carrinho de compras.

– Eu sempre utilizei essas bolsas de lona ou o carrinho de feira, pois acho mais práticos de carregar e por caber muito mais coisas. Mas antes eu levava algumas para casa, pois eu as utilizava nas lixeiras, agora não mais. Os únicos saquinhos que levo são os das verduras, legumes e frutas – lembrou a dona de casa.

Por Amanda Teixeira


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

13 comentários

  1. Avatar
    Lumbriga, o mendigo camarada

    Se tenho que pagar 5 centavos por sacola, logo tenho que receber o famoso 1 centavo de troco!
    Estou errado?

  2. Avatar

    Tá ok, vou fazer compras e levarei bolsa sustentável. Mas e o lixo de casa, eu farei o que com ele? Vou colocar na mesma bolsa sustentável e jogarei fora? Ou terei que colocar numa sacola IDÊNTICA as que vinham do supermercado?

    • Avatar

      Concordo com você . mais se continuar votando a sim não vai dar em nada .kkkkk

    • Avatar
      José Mário Murillo Filho

      Muito bem, como fazemos com o lixo, compramos sacos plásticos.
      As pessoas deviam estar mais preocupadas com a poluição dos nossos rios, pois hoje bebemos a pior qualidade de água.
      Já dizia a Leda Naegle, me engana que eu gosto.

  3. Avatar

    Já que é para colaborar com meio ambiente, tem que proibir os mercados distribuir panfletos e utilizar carros de som para fazer propaganda ambos ajudam produzir poluição.

  4. Avatar

    É porque não Odete as sacolas de papel reciclado? No passado era assim….

    O cidadão gasta no estabelecimento….e o mesmo não oferece nada ….?

    Concordo o meio ambiente pede socorro…

    Mas dá para voltar com papel…

  5. Avatar

    A lei tinha de multar os supermercados, padarias e demais comércios que distribuem qualquer tipo sacolas plásticas. Assim faria os empresários colaborarem com o Meio Ambiente, e por tabela aumentaria seus lucros por não terem de custe-las.

    Eu sempre deixo no carro um carrinho de feira, as sacolas e bolsas térmicas para os produtos frios. As sacolas já ficam tbm na garupa da bike.

    O brasileiro só não é criativo na hora de votar. Eles votam que qualquer candidato inapto achando que ele vai DIMINUIR as dívidas das prefeituras.

    • Avatar

      Faltou falar que o corte do cabelo do prefeito é inadequado para o mês de janeiro de 2020

    • Avatar

      Tem de perguntar para as eleitoras. Elas que deram os votos por acharem o Samuca um bonitão. Estou vendo pelas redes sociais ELAS todas serelepes se derretendo para outro bonitão, agora tbm gordo. kk kkk

  6. Avatar

    Estão fazendo a festa vendendo as sacolas. Kkkķkk

  7. Avatar

    Nas mais dos empresarios brasileiros isso virou uma mina de ouro ja que desde o ano passado os supermercados proibiram a utilização de caixas de papelão para os clientes levarem suas compras obrigando-os a comprar sacolas.
    VERGONHA.

    • Avatar

      Não adianta cortar o uso das sacolas tem que investir na reciclagem . Para isto tem que criar um sistema de duto na pia de cada residência para enviar os resíduos sólidos para gerar energia . Aí tá certo.

Untitled Document