Volta Redonda estende Carnaval da torcida

Por Diário do Vale
71 Visualizações
Foto: Paulo Dimas

Foto: Paulo Dimas

Volta Redonda

O Voltaço resolveu estender o Carnaval para seus torcedores e em grande estilo fez a festa na Quarta-feira de Cinzas. Com uma objetividade que tem impressionado, a equipe do técnico Marcelo Cabo bateu o Fluminense por 2 a 1, no Estádio da Cidadania Raulino de Oliveira. O resultado teve diversas consequências: o Volta Redonda se firma no G-4, segue invicto e ainda por cima tirou os 100% de aproveitamento do Tricolor das Laranjeiras.
O resultado fez o Fluminense continuar com 12 pontos ganhos e ocupar, ao menos provisoriamente, a terceira posição na tabela de classificação. Já o Volta Redonda que segue sem perder no torneio, agora é o segundo colocado com 13 pontos ganhos. Os gols aconteceram no segundo tempo. Hugo e Adeilson marcaram para o Volta Redonda, enquanto Jean anotou para o Fluminense.
Diante do até então líder do campeonato, o time dirigido por Marcelo Cabo manteve o estilo de jogo que tem dado certo. E a fórmula mais uma vez rendeu bons frutos ao Voltaço, que tem o mérito de se defender com competência e aproveitar as falhas dos adversários para construir a boa campanha.
Na próxima rodada, o Fluminense vai enfrentar o Vasco, no Engenhão. Já o Volta Redonda vai receber o Bangu no Raulino de Oliveira.

O Jogo

A partida começou debaixo de chuva e um tanto quanto pobre tecnicamente. O campo molhado fez crescer o número de faltas, principalmente pelo lado do Voltaço. Pois foram com cobranças de falta que o Fluminense criou suas melhores jogadas até a metade do primeiro tempo, quando o Voltaço só se defendeu. Aos cinco minutos, Lucas Gomes desferiu o primeiro chute perigoso, mas a bola saiu. Logo depois, Jean teve duas chances em cobranças de falta nas imediações da grande área, mas não obteve sucesso.
O Volta Redonda tentava surpreender o Fluminense com jogadas em velocidade, mas a imprecisão nos passes impedia que a equipe da Cidade do Aço conseguisse criar situações de perigo para o gol defendido por Diego Cavalieri.Mesmo com quase 70º de posse de bola, o time dirigido por Cristovão Borges encontrava grande dificuldade para armar jogadas ofensivas. Mesmo tendo a companhia de Robert e Lucas Gomes, Fred participava muito pouco do jogo.
A chuva caiu forte e a dura marcação executada pelas duas equipes aumentou o número de lances ríspidos. Os dois times cometiam muitas faltas e tornavam a partida muito truncada, Só aos 30 minutos é que o Volta Redonda conseguiu criar a primeira jogada de perigo, mas Hugo, depois de clarear a jogada, bateu muito mal e jogou a bola bem longe do gol defendido por Diego Cavalieri.
Dois minutos depois, o Fluminense desperdiçou a primeira grande chance para marcar. Após cruzamento na área, Fred, inteiramente livre na pequena área, cabeceou para o chão, mas o goleiro Douglas fez uma bela defesa para evitar o gol do matador tricolor. Logo depois, Wellington Silva fez boa jogada pela direita e lançou Fred que apenas escorou para Jean bater, mas o chute saiu em cima de Douglas.
Aos 37 minutos, Hugo se deslocou pela direita, se livrou de dois marcadores e tentou acionar Niltinho na área, mas a zaga tricolor cortou para escanteio. Logo depois, Niltinho escapou de Marlone e lançou Hugo que bateu, de primeira, e jogou para fora no que foi uma das melhores chances da etapa inicial.
O Fluminense voltou para o segundo tempo com Kenedy no lugar de Robert que teve uma atuação apagada na etapa inicial. E Kenedy participou da primeira jogada de perigo, logo aos dois minutos. Ele recebeu passe de Jean em cobrança de falta e chutou forte, mas a bola desviou em Magnum e saiu.
A partir desse lance, a partida caiu muito de ritmo com as duas equipes mostrando muita lentidão. O Fluminense seguia mantendo a iniciativa de jogo,mas não conseguia ser objetivo, enquanto o Volta Redonda parecia satisfeito com o resultado.
Só que aos 18 minutos, a equipe da Cidade do Aço marcou o primeiro gol. Hugo foi lançado pela esquerda, ganhou de Wellington Silva e João Filipe na corrida e tocou na saída do goleiro Diego Cavalieri. Sem outra alternativa, o time dirigido por Cristovão Borges partiu para tentar marcar o gol de empate. Logo depois da parada técnica, Kenedy foi lançado em velocidade, mas o goleiro Douglas chegou primeiro e acabou com o perigo.
Aos 25 minutos, uma bola cruzada na área bate na mão de Bruno Barra, mas o árbitro considerou o lance como acidental e provocou revolta nos jogadores tricolores que protestam bastante.
O Fluminense martelou e marcou o gol do empate aos 27 minutos. O lateral-direito Wellington Silva investiu pela direita e cruzou para a entrada de Jean que não teve muito trabalho para colocar a bola nas redes. Logo depois de alcançar o empate, para tornar o time mais ofensivo, o treinador tricolor trocou Wellington Silva pelo atacante Walter, deslocando Jean para a lateral.
Só que foi Jean que cometeu o erro grave que proporcionou o segundo gol do Volta Redonda, aos 32 minutos. O jogador tricolor errou um lançamento na intermediária e a bola ficou nos pés de Adeilson que arrancou para a área e bateu cruzado para desempatar a partida.
A situação ficou ainda mais complicada para a equipe dirigida por Cristovão Borges porque o volante Edson sentiu uma lesão e foi obrigado a deixar o campo. Como as três substituições já haviam sido feitas, o Tricolor das Laranjeiras passou a atuar com um jogador a menos. Mesmo inferiorizado numericamente, o Fluminense partiu para buscar o gol do empate, enquanto o Volta Redonda recuou para tentar segurar o resultado. Mesmo assim, a equipe da casa quase marca o terceiro gol, aos 41 minutos, em nova penetração de Adeilson.
Aos 43 minutos, Adeilson passou com facilidade por João Filipe e tocou na saída de Diego Cavalieri,mas o goleiro tricolor fez grande defesa,desviando para escanteio. Aos 46, Giovanni cruzou e Fred cabeceou para grande defesa de Douglas, salvando a sua equipe. No último lance do jogo, Kenedy se atrapalhou na hora de concluir e perdeu a chance de marcar o gol do empate.

VOLTA REDONDA 2 x 1 FLUMINENSE
Local: Raulino de Oliveira
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Daniel de Souza Macedo
Assistentes: Luiz Antônio Muniz de Oliveira e Gilberto Pereira
Público:2.059 pagantes
Cartão Amarelo:Diego Paulista, Hugo(VR): Robert, Edson, Vinicius, Fred(Flu)
Gols: VOLTA REDONDA: Hugo, aos 18 minutos e Adeilson, aos 32 minutos do segundo tempo; FLUMINENSE: Jean, aos 27 minutos do segundo tempo
VOLTA REDONDA: Douglas; Henrique, Reniê, Luan e Pedro Rosa; Bruno Barra, Diego Paulista(Adeilson), Pedro e Magnum(Anderson); Hugo e Niltinho
Técnico: Marcelo Cabo
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva(Walter), Henrique, João Filipe e Giovanni; Edson, Jean, Robert(Kenedy) e Marlone(Vinicius); Lucas Gomes e Fred
Técnico: Cristovão Borges

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

 

(24) 99926-5051 – Jornalismo

 

(24) 99234-8846 – Comercial

 

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2023 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996