quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 - 08:57 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / ACIAP-BM fecha parceria para facilitar obtenção de linha de crédito da AgeRio

ACIAP-BM fecha parceria para facilitar obtenção de linha de crédito da AgeRio

Matéria publicada em 3 de dezembro de 2021, 12:44 horas

 


Serviço de assessoria documental só será cobrado se benefício for concedido às empresas que se cadastrarem

Barra Mansa – A AgeRio (Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro) está recebendo inscrições para as linhas de crédito do Programa Supera RJ a juro zero, uma oportunidade para que micro e pequenas empresas possam obter empréstimos de até R$ 50 mil. Com o objetivo de auxiliar as empresas do município a obterem o benefício, a ACIAP-BM (Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços de Barra Mansa) fechou uma parceria com a empresa Olho no Caixa, que realizará o trabalho de assessoria documental.

Dessa forma, a Olho no Caixa auxiliará na organização de todos os documentos necessários para facilitar a inscrição das empresas interessadas e a cobrança pelos serviços só será efetivada se o benefício for concedido. Quem se interessar – sendo associado da entidade ou não – pode procurar a ACIAP-BM (localizada na Avenida Domingos Mariano, 196, Centro, em Barra Mansa) ou ligar para o telefone (24) 3323-4861 para mais informações.

Podem se inscrever no programa empresas com mais de dois anos de funcionamento, que estejam cadastradas no Simples Nacional, cujo faturamento anual seja entre R$ 20 mil a R$ 4,8 milhões por ano. O empresário terá 60 meses para pagar o empréstimo, a juros zero, com 12 meses de carência.

– Essa é uma forma de facilitar para as empresas interessadas em obter o empréstimo que elas se organizem, em tempo hábil, para ter maiores chances de sucesso. Uma consultoria viabiliza isso ainda mais – explicou o presidente da ACIAP-BM, Matheus Gattás.

O programa do Governo do Estado é voltado para micro e pequenos empresários, microempreendedores individuais (MEIs), profissionais autônomos ou informais, público que mais sofreu com os impactos causados pela pandemia da Covid-19. “Sabemos que muitas empresas têm passado por dificuldades para se manter e até mesmo fechando. Poder ter acesso a essa linha de crédito certamente vai ajudar muitos empresários a melhorarem seu negócio”, ressaltou Gattás.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document