Barra Mansa tem nova empresa de transporte público

by Diário do Vale
Consórcio: Licitação ocorreu sem maiores imprevistos com duas empresas de Barra Mansa saindo como vencedoras (Foto: Gabriel Borges)

Consórcio: Licitação ocorreu sem maiores imprevistos com duas empresas de Barra Mansa saindo como vencedoras (Foto: Gabriel Borges)

Barra Mansa

A prefeitura realizou hoje (03) a sessão pública de abertura dos envelopes do processo de licitação para concessão de serviços de transporte coletivo de passageiros do município. Venceu a licitação o Consórcio Barra Mansa, formado por duas empresas do próprio município, a Colitur e a Triacon.
A sessão foi realizada no Centro Administrativo Prefeito Luiz Amaral e teve início às 8h, com credenciamento dos representantes das empresas participantes. A partir das 09h30 foram abertos os envelopes com as propostas técnicas. A sessão foi interrompida durante três horas para análise e, à tarde, após abertura e conferência das propostas comerciais, com verificação da habilitação, foi divulgada a vencedora.
Ao todo, oito empresas participaram do processo licitatório, mas uma delas, a Serg’s Serve Transportes e Turismo, não apresentou proposta e nem enviou representante para participar da sessão. Durante a manhã, além dos representantes das empresas concorrentes, membros do Comam (Conselho Municipal das Associações de Moradores de Barra Mansa) e da Fambam (Federação das Associações de Moradores de Barra Mansa) participaram como ouvintes. Os vereadores Cláudio José da Silva Cruz, o Baianinho, e Vicente de Paula Ferreira Júnior, o Pissula, também estiverem presentes na sessão.
As oito empresas concorrentes foram: Consórcio Barra Mansa; Transporte Urbano São Miguel de Resende; Viação Sul Fluminense Transportes e Turismo; Viação Progresso e Turismo; Empresa de Ônibus e Turismo Pedro Antônio; Porto Real Transporte Coletivo; Viação Senhor do Bonfim; e Serg’s Serve Transportes e Turismo. Segundo a Comissão Especial de Licitação do Transporte Público, o Consórcio Barra Mansa ofereceu melhor proposta técnica com menor tarifa, sendo essa estipulada em R$ 3,15.
O presidente da Comissão, Jonathan Aguiar, explicou que no prazo de 10 dias, se não houver nenhuma intervenção judicial, deve acontecer a homologação do resultado da licitação. A previsão é que o contrato seja assinado em 30 dias. “Em até 120 dias a empresa já deve estar atuando em Barra Mansa. Quero deixar claro que a tarifa estipulada pela empresa só poderá ser fixada após a total implantação do novo modelo de transporte urbano e a partir de 03 de março de 2016”, informou Jonathan.
Segundo ele, a empresa ganhadora deve absorver de 80 a 100% da mão de obra do município, além de apresentar frota nova. Conforme a proposta técnica do Consórcio Barra Mansa, quarenta e um ônibus novos serão colocados para serviço, entre outros benefícios relevantes.
O presidente do Sindpass (Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros), Paulo Afonso de Paiva Arantes, acompanhou as aberturas dos três envelopes contendo as propostas.
– Nenhum licitante questionou qualquer ação da Comissão ou do processo licitatório, o que demonstra que tudo foi realizado dentro dos padrões, sem nenhuma anormalidade – comentou.
O representante da empresa São Miguel, Rodrigo Camargos, mesmo não tendo vencido a concorrência, manifestou a satisfação de participar do processo. “Foi tudo realizado de forma clara, dentro da lei. Não há o que reclamar”, acrescentou.
Jonathan falou ainda da importância da realização da licitação. “É um momento histórico para Barra Mansa. A população espera há anos pela melhoria do serviço de transporte urbano e, muito mais que uma nova concessão, estamos formalizando um novo modelo de transporte para o município. Ganham a cidade e a população”, frisou o presidente da Comissão Especial de Licitação do Transporte Público, acrescentando que, entre outras melhorias, a tarifa será estabilizada e os procedimentos de exigências municipais perante à empresa vencedora estão mais claros.
O representante do Consórcio Barra Mansa, Guilherme Aquino, afirmou que a empresa já está apta a começar o serviço no prazo pré-determinado pelo edital. “Não houve recurso administrativo, o edital estava rigorosamente dentro da lei, tanto que não foi objeto de impugnação. Acho que não haverá recursos judiciais, uma vez que os representantes das concorrentes abriram mão de recorrer. Estamos felizes com o resultado e prontos para iniciar o trabalho em Barra Mansa”, concluiu.

You may also like

28 comments

Geraldo 8 de março de 2015, 18:27h - 18:27

Mais do mesmo. Tudo continua como dantes no quartel d’Abrantes. E o usuário do transporte coletivo de Barra Mansa, que paga uma das tarifas mais caras do País, que se dane. Lamentável!

Fabio 4 de março de 2015, 23:28h - 23:28

Essa empresa Triacon ,nada mais é que uma empresa pertencente ao grupo auto comercial,empresa essa especializada em recolhimento de lixo.Esta empresa até quebrou o galho em Barra Mansa no recolhimento de lixo durante essa bagunça que se firmou com a saída da vega>>>…..

Vinho Diesel 4 de março de 2015, 22:41h - 22:41

Triacon pode ser:

Transportes Integrados Auto Comercial Ônibus. Para bom entendedor…
Toda a bravata do prefeito brigando com as empresas e com o Sindpass não passou de teatro para mostrar ao povo que ele queria mudança, mas o jogo de interesses é evidente. Na política, engolir sapos para cagar vantagens é a regra…

aposentado 4 de março de 2015, 16:13h - 16:13

Negociata….As mesmas empresas S J Batista, Colitur, Comercial…Consórcio com o outra empresa Triacon…resumindo são os mesmos, mesmos ônibus….

Eta Povinho Limitado 4 de março de 2015, 15:27h - 15:27

Será que alguém procurou ver esta matéria em outros veículos de comunicação, se não, então o façam e tirem suas conclusões, Ao DV, parabéns pelo espaço que nos permite manifestar.

cidadão 4 de março de 2015, 14:16h - 14:16

entendi apenas eliminaram a São João Batista e a farra continuará a mesma. acredito que tudo não passou apenas de uma mera armação!

Prof José 4 de março de 2015, 13:37h - 13:37

KKKKKKK QUEM TEM CONDIÇOES DE OPERAR COM QUALIDADE EM BARRA MANSA OU OUTRA REGIÃO SÃO A VIAÇÃO CIDADE DO AÇO E A VIAÇÃO SUL FLUMINENSE, O RESTO É MAIS DO QUE RESTO, É LIXO. VÃO COLOCAR AR CONDICIONADO NOS ÔNIBUS, VÃO ADQUAR AS POLTRONAS DE ACORDO COM A REALIDADE DO PAÍS, OU SEJA, VOLTA A COLOCAR OS BANCOS MAIS LARGOS, POIS ESTREITARAM PARA GANHAR ESPAÇOS NO CORREDOR. ISSO É CRIME, OU SEJA VENDER UMA PASSAGEM COM ESPAÇO MENOS DO QUE O IDEAL. OS ÔNIBUS VÃO CUMPRIR OS HORÁRIOS DOS PASSAGEIROS OU A FAVOR DOS EMPRESÁRIOS ?? E TEM MAIS . .

Al Fatah 4 de março de 2015, 22:01h - 22:01

Sul Fluminense? Em que ela é melhor que as outras, tirando obviamente o tamanho da empresa?… Ônibus velhos, imundos, com bancos soltos e sem a cordinha da campainha. A Elite é mil vezes melhor…

Das que participaram da licitação, a Progresso é a melhor, sem dúvidas….

Jonas 4 de março de 2015, 10:19h - 10:19

Será que vai mudar alguma coisa? Se as empresas ganhadoras são as mesmas que já operam na cidade. Alguém sabe dizer?

Bruno 4 de março de 2015, 10:10h - 10:10

Licitacao duvidosa. O povo sendo engado pois esse consorcio barra mansa nada mais é do que a auto comercial e colitur.

Fortunato 4 de março de 2015, 11:36h - 11:36

A licitação só seria clara se ganhassem empresas de fora? Claro que não.

As empresas atuais acabam ganhando vantagem por já possuir infra-estrutura na cidade, o que pesa muito nos critérios de julgamento.

Mesmo assim, a São Miguel chegou perto.

Maxwel 4 de março de 2015, 08:29h - 08:29

Claro que essa “licitação” representa a continuidade do cartel (comercial, s. João Batista e Colitur). É de se estranhar que as empresas de peso e tradição não participaram; e a vencedora é um consórcio das empresas que já estão aí, ou seja, tudo continua como antes. Enquanto isso o governo municipal acha, ou pensa, que o povo é burro. Hoje em dia nem se disfarça mais os conchavos e jogadas armadas; tudo é feito às claras, na cara do povão; como se dissessem, vocês tem que engolir e ficar calados. Isso serve para o povo refletir mais e participar mais da vida política de B. Mansa.

adriana 4 de março de 2015, 18:08h - 18:08

gente precisa ter certidao negativa para participa da licitação, creio que sao joao nao tenha , ficou muito estranho esta outra empresa aparece sendo que nao exister empresa de transporte com o nome de TRIACON , ja pesquisei.

José Maria 4 de março de 2015, 08:02h - 08:02

Esta cidade é um lixo mesmo. Quem ganhou a licitação ? A segunda pior empresa de ônibus da cidade, em parceria com uma desconhecida.
Tive o desprazer de viajar nesta colitur ( em letras minúsculas, pela qualidade dos ônibus ), não tem ar-condicionado e bancos apertados para caber mais e faturar mais.
***** UMA VERGONHA ESTA CIDADE **********

Mário José 4 de março de 2015, 08:36h - 08:36

UMA VERGONHA É O SEU COMENTÁRIO. O SUL FLUMINENSE PRECISA SE UNIR, E NÃO ESCOLHER UMA CIDADE ESPECÍFICA COMO CHACOTA PARA DESVIAR OS PROBLEMAS DE SUA PRÓPRIA CIDADE.

VERGONHA É ESSE BAIRRISMO QUE IMPERA NO SUL FLUMINENSE.

VERGONHA É O POVO DO SUL FLUMINENSE NÃO TER A CORAGEM DE SE ABRAÇAR COMO IRMÃOS E BUSCAR FRATERNALMENTE SOLUÇÕES PARA PROBLEMAS COMUNS DE TODA A REGIÃO.

VERGONHA É ESSE BAIRRISMO DESNECESSÁRIO QUE NÃO LEVA NINGUÉM A LUGAR NENHUM.

VERGONHA É FALAR MAL DAS OUTRAS CIDADES PARA ESCONDER OS DEFEITOS DA SUA PRÓPRIA CIDADE.

KLEITON 4 de março de 2015, 07:26h - 07:26

TRIACON, ninguém conhece essa empresa? Aposto que são Comercial e São João Batista, tanto que o presidente do Sindpass que antes era contra o processo agora até elogiou, muitos estranho…

silverio 6 de março de 2015, 09:21h - 09:21

triacon é do caminhão de lixo da auto comercial então praque fizeram licitação pra ficar as mesmas então não precisava fazer nada ok. estão enganando o povo de barra mansa

usuário 4 de março de 2015, 01:29h - 01:29

O preço da passagem vai continuar alto. Ônibus novos e com ar condicionado pelo menos? Duvido!!! Barra Mansa vai continuar com o mesmo cartel de sempre podem esperar!!!

ÊTA POVINHO 3 de março de 2015, 22:51h - 22:51

Se isso que eu li da licitação for mesmo verdade, parabéns ao povo barramansense!

André 3 de março de 2015, 21:10h - 21:10

Pelo menos uma notícia boa nesse início de ano !!!!!!! vamos aguardar !!! e ver pra crer? mas desde já Parabéns ao prefeito pela iniciativa.

marcos antonio 4 de março de 2015, 11:21h - 11:21

você acredita em politico, tadinho.

ÊTA POVINHO 4 de março de 2015, 12:42h - 12:42

O dia que Vc se candidatar vai mudar de opinião rapidinho, ai será tarde por essa declaração.

kaio 3 de março de 2015, 20:49h - 20:49

que empresa e essa triacon procurei sobre ela n achei nd quem pode me esclarecer

Al Fatah 3 de março de 2015, 20:13h - 20:13

Todo o processo licitatório em Barra Mansa ocorreu de forma rápida, enquanto em VR, que começou muito antes, está emperrado e sem sinal de que vai terminar num curto prazo. Muito estranho… Vejo também que as grandes empresas da capital, Baixada, SG e Niterói não se interessaram, ficando restrita às empresas da região… Só espero que esse consórcio vencedor não signifique “mais do mesmo” com nomes e cores diferentes, pelo que se pode deduzir…

Vitor 3 de março de 2015, 19:53h - 19:53

Que empresa é essa Triacon? É de Barra Mansa mesmo??

LUIS CARLOS 3 de março de 2015, 19:27h - 19:27

QUERO SABER, QUAL FOI A NOVA EMPRESA QUE ENTROU? HHUUUUUUMMMMMMMMM MISTÉRIO!!!!!!!!!!!!!!

Revoltado 3 de março de 2015, 18:41h - 18:41

Consórcio Barra Mansa = Colitur, Comercial, São João Batista….tudo Dantes no quartel de abrantes …..

RESPOSTA 1 4 de março de 2015, 06:09h - 06:09

Não amigo, é formado apenas pela Colitur e Comercial.

Comments are closed.

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996