domingo, 21 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / ‘Beco das bicicletas’, uma opção de compra que resiste ao tempo

‘Beco das bicicletas’, uma opção de compra que resiste ao tempo

Matéria publicada em 25 de junho de 2017, 13:14 horas

 


Foto Beco da bicicleta-17-06 (5)

Em alta: Segundo comerciantes, bicicletas esportivas são as que mais se vendem atualmente
(Foto: Júlio Amaral)

Volta Redonda- Até mesmo quem não é morador de Volta Redonda já ouviu falar do ‘Beco das bicicletas’, localizado na travessa Joaquim Tavares, no Aterrado. Há mais de 45 anos em funcionamento, o local é uma referência para quem quer comprar uma bicicleta ou qualquer acessório do gênero na cidade. Na opinião de André Vallin, comerciante que possui uma bicicletaria há 45 anos na travessa, a concentração de comerciantes de um mesmo segmento traz benefícios para todos, pois acaba servindo de referência para quem gosta de bicicleta.
– O meu pai Paulo Duarte Vallin foi o pioneiro deste local, e o primeiro a abrir uma loja de bicicleta no beco. Em termos de mercado de bicicleta este local é o maior da cidade, e atualmente concentra 15 lojas especializadas na venda de artigos para bicicletas. Até os representantes de produtos e acessórios para bike ficam impressionados com a variedade de opções neste local. E aqui se encontra bicicletas para todos os gostos como elétricas, esportivas, importadas, infantis, triciclos e para cargas – destaca André.
Segundo o comerciante, as esportivas são as que mais se vendem atualmente. A preocupação com a saúde também tem levado segundo André a alavancar as vendas. “Já a média de preço é em torno de R$ 450 por uma mountain bike, com marcha, que é o carro chefe e a que mais se vende no momento, mas também temos bicicletas importadas de fibra de carbono e muito avançada ao preço de R$ 11 mil”, explica.
A concorrência até ajuda destaca André, pois o cliente pode fazer a pesquisa de preço e optar por onde se sente mais seguro e vantajoso. O engenheiro aposentado Anselmo do Nascimento diz ser freguês antigo do local e sempre que precisa comprar algum acessório para sua bicicleta vai à travessa.
– Este local já virou tradição para quem tem bicicleta, há muitos anos que o frequento porque aqui você encontra tudo relacionado à bicicleta e com preços variados – opina.
A proprietária de uma loja de artigos para bicicletas e que também conserta e vende o produto, Sueli Moraes de Souza, já trabalha há mais de 20 anos no Beco das bicicletas.
Segundo ela, o fato de existir um local com várias lojas comercializando um mesmo tipo de produto acaba ajudando nas vendas, pois o local acaba virando uma referência para o comércio de bicicletas.
– Tenho clientes de outras cidades que vem a Volta Redonda atrás dos produtos do Beco apenas pela facilidade de aqui poder encontrar qualquer acessório ou modelo de bicicleta. No nosso caso vendemos bicicletas e todo tipo de acessórios – destaca Sueli.
A comerciante também é da opinião que a concorrência não atrapalha, pelo contrário, só ajuda.
– Observamos ao longo do tempo que o fato de existir várias lojas juntas nos serviu de referência não só para Volta Redonda como também para outras cidades. Penso que o diferencial de cada lojista está na qualidade de seu atendimento. Se ele for bom e de qualidade, o cliente irá optar por aquela loja que o atendeu bem – opina.
Quem também confirma que o ‘Beco das bicicletas’ já virou referência para quem busca acessório ou uma boa bicicleta é a vendedora Vilma Maria do Nascimento.
– Como o local já existe a muitos anos comercializando acessórios e bicicletas de diversas marcas e modelos, acabamos nos tornando bem conhecidos dos consumidores que compram bicicletas. Muitos de nossos clientes já vieram aqui com seus pais para comprar uma bicicleta e agora trazem seus filhos. Com isso ficamos bem conhecidos ao longo dos anos e hoje somos temos clientes até de outros municípios – afirma.

Por Julio Amaral
(julioamaral@diariodovale.com.br)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. ainda chamo de Beco do Mercado, essa história de beco das bicicletas não pegou na minha opinião.

  2. Esse beco sempre foi famoso, e merecia uma revitalização. Em 1963 comprei minha primeira bicicleta lá. Tinha também o bar do Haroldo.

  3. Tô ficando velho. No meu tempo era beco do mercado.

  4. se prestar atenção verá que vende outras coisas além de bikes!

  5. Referência em Volta Redonda e região , aqueles prédios mereciam uma.reforma, uma revitalização completa no local!

  6. Trabalhei no beco há 45 anos atrás e ainda não era o beco das bicicletas. Tinha a bicibras que vendia bicicletas. Mas não só isso. Tinha depósito de cigarro, sapataria, loja de roupas, barbearias, bares, armazém. Era o mercado da cidade com quitandas, casa de santo , açougues, etc.

  7. Paulo Duarte Vallim está com 92 anos de idade , lá no beco firme e forte.

Untitled Document