quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / BR Metals: Metalsul vai disponibilizar capacitação aos empregados demitidos

BR Metals: Metalsul vai disponibilizar capacitação aos empregados demitidos

Matéria publicada em 22 de março de 2016, 12:52 horas

 


IMG_8946

Foto: Divulgação

Volta Redonda – O representante do Metalsul ( Sindicato das Indústrias Metalmecânicas do Sul Fluminense), Manoel Duarte, e o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Barra do Piraí, Walmir Braga, estiveram reunidos nesta segunda-feira, dia 21, com o secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Barra do Piraí, Roberto Monzo Filho. O encontro aconteceu no gabinete do secretário e debateu a situação dos ex-funcionários da BR Metals Fundição. A empresa encerrou as atividades definitivamente em janeiro deste ano, causando a demissão de mil empregados.

“O secretário e o diretor do sindicato dos metalúrgicos solicitaram ao Metalsul a cessão de mais 100 vagas nos cursos de qualificação promovidos por meio do convênio com o Senai. Essas vagas serão ofertadas exclusivamente aos trabalhadores demitidos da BR Metals”, informou Manoel. Também foi acertado que o Sebrae, outro parceiro do Metalsul, vai realizar palestra com o tema empreendedorismo para os ex-empregados e ofertar treinamentos nas áreas de l egislação, planejamento estratégico, finanças e mercado.

“O Metalsul também vai disponibilizar aos trabalhadores demitidos o cadastro no banco de currículos da entidade. Os interessados podem acessar o site da entidade, no endereço www.metalsul.org.br, clicar no link recursos humanos, e preencher os dados. Todas as empresas associadas ao Metalsul acessam esse banco de currículos para procura por mão de obra. Vamos intensificar a divulgação do sistema entre os associados, informando sobre os novos cadastros de profissionais qualificados”, garantiu Manoel.

Monzo ainda solicitou que a diretoria do Metalsul, junto com a Firjan, intervenha junto ao secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Marco Capute, na cessão de benefícios para facilitar a venda do parque fabril. “Nossa esperança é que outra empresa adquira a fábrica e retome as operações, recontratando os funcionários demitidos. Mas para isso, é fundamental que a empresa compradora tenha benefícios como a isenção ou redução de impostos estaduais”, pontuou o secretário municipal.

Segundo a presidente do Metalsul, Adriana Silva, a entidade vai solicitar agenda com o secretário estadual para tratar do assunto. “É preciso empenho de todos os lados para mudar esse quadro. O ano passado foi um dos mais difíceis e recessivos das últimas décadas para a indústria brasileira. Mas não podemos cruzar os braços, temos que nos esforçar para garantir a retomada das atividades da empresa. Vou solicitar uma atenção especial da Firjan para essa situação e vamos até o Capute para negociar benefícios”, declarou Adriana.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    E os politicos corruptos (federal , estadual ,municipal), torraram R$ 50 milhões em uma ponte sobre o rio Paraiba QUE NÀO LIGA NADA COM COISA NENHUMA , ,para favorecer essa empresa , que já estava falida.Lava Jato nesses bandidos . E a pobre Santa Casa ,Cruz Vermelha ,etc ,agonizando. CANALHAS.

  2. Avatar

    Esse pessoal acho que vive no mundo da lua kkk, papo de qualificação e cursinho de empreendedorismo, o brasil está no buraco, pode ser qualificado, formado e falar 10 idiomas que não tem emprego, abrir algo hoje em dia só se for maluco. brasil daqui uns anos vira uma cuba da vida.

Untitled Document