sexta-feira, 15 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Comércio em bairros do município ganha força com a abertura de lojas

Comércio em bairros do município ganha força com a abertura de lojas

Matéria publicada em 13 de outubro de 2019, 09:25 horas

 


Vila Nova e Vista Alegre saem na frente na emissão de alvarás emitidos pela Secretaria de Fazenda

Comércio em bairros de Barra Mansa também está crescendo e agrada consumidores
(Foto: Paulo Dimas)

Barra Mansa- Que o comércio no Centro de Barra Mansa sempre foi um destaque na região todos já sabem. No entanto, o setor vem ganhando força nos bairros com a abertura de novos estabelecimentos. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Fazenda, somente de janeiro até o final de setembro deste ano, um total de 330 alvarás para abertura de lojas foram emitidos pelo setor.
No ranking, o bairro Vila Nova sai na frente, com um total de 87 alvarás emitidos, seguido do Vista Alegre, com um total de 62. Em outros pontos da cidade, os investimentos de comerciantes também estão em alta. No bairro Colônia Santo Antônio foram 68 alvarás emitidos, no mesmo período, seguido de 40 na Vila Maria; 28 no bairro Boa Sorte; 22 no Boa Vista I e 22 no Boa Vista II.
De acordo com o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Barra Mansa), Xisto Vieira Neto, há algum tempo a entidade vem observando o aquecimento do comércio nos bairros. Segundo ele, os consumidores devem valorizar os estabelecimentos de seus respectivos bairros.
– O comércio nos bairros e na Região Leste está crescendo de uma forma geral. No Ano Bom, o destaque vem sendo o desenvolvimento na área de gastronomia e o trabalho da CDL é sempre direcionar que as pessoas valorizem o comércio de onde moram. Além disso, disponibilizamos treinamento para que os lojistas aperfeiçoarem seus negócios e para que os empresários se mantenham atualizados – disse o presidente.
Desde 1979, com uma loja em funcionamento no bairro Vila Nova, o empresário Luis Antônio Feris se orgulha pelo fato da sua loja ter origem bairrista, já que primeira delas foi inaugurada no bairro Saudade, em 1960.
– Já são 40 anos com a loja no bairro Vila Nova, um bairro estruturado e que não para de crescer, mas tudo começou mesmo em Saudade, há quase 60 anos, quando meu pai inaugurou a nossa primeira loja. Depois de toda uma história nos bairros é que fomos para o Centro da Cidade, mas nossa origem é essa e nos orgulhamos muito disso – destacou Feris.
De acordo com o empresário, embora na loja do Centro ele também atenda pessoas de diferentes pontos da cidade, no bairro o comerciante tem a fidelidade da sua clientela, que não entra na loja apenas esporadicamente por ter sido atraído por algo que chamou atenção na vitrine.
– O bacana do bairro é que existe um pertencimento, o cliente fica bairrista, passa a fazer parte e a gostar da empresa e relação se torna mais próxima. Ele não é uma pessoa que está passando e decide parar para comprar. No bairro o cliente é carteira cativa – observou Feris.
A empresária Juliana Lanes Rolim, que também tem uma loja no bairro Vila Nova, destacou que ao longo dos anos a parceria das entidades de classe com os lojistas dos bairros cresceu muito.
– O comércio de bairro em Barra Mansa é muito forte e a tendência de mercado mostra que este crescimento não irá parar. Com essa demanda é preciso que as entidades representativas do comércio estejam sempre próximas a este público para que a qualificação no atendimento e qualidade sejam sempre positivas e atuais – finalizou.

Roze Martins
(Especial para o DIÁRIO DO VALE)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Falta muito para Barra Mansa ter um comércio descentralizado, como existe em Volta Redonda e Resende. O comércio da Vila Nova, que é o principal bairro comercial, não chega nem perto do Santo Agostinho ou Cidade Alegria. O Retiro tem na Antônio de Almeida e Sávio Gama um comércio equivalente ao da Domingos Mariano e Joaquim Leite, sendo até mais extenso que essas duas.

Untitled Document