sábado, 14 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Copom mantém a taxa Selic em 14,25%

Copom mantém a taxa Selic em 14,25%

Matéria publicada em 20 de janeiro de 2016, 20:36 horas

 


Decisão não foi unânime pois dois membros do conselho votaram pelo aumento dos juros no Brasil

Crise: Tombini tem trabalhado diante de forte pressão política com a recessão econômica (Foto: ABr)

Crise: Tombini tem trabalhado sob forte pressão política com a recessão econômica (Foto: ABr)


Brasília – 
Pela quarta vez seguida, o Banco Central (BC) não mexeu nos juros básicos da economia. Por seis votos a dois, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve nesta quarta-feira (20) a taxa Selic em 14,25% ao ano. A decisão surpreendeu os analistas, que esperavam aumento de 0,5 ponto percentual.

Os juros básicos estão neste nível desde o fim de julho. Com a decisão do Copom, a taxa se mantém no nível de outubro de 2006. A Selic é o principal instrumento do BC para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Oficialmente, o Conselho Monetário Nacional estabelece meta de 4,5%, com margem de tolerância de 2 pontos, podendo chegar a 6,5%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA acumulou 10,67% em 2015, a maior taxa desde 2002.

No último Relatório de Inflação, divulgado em dezembro, o BC estimou que o IPCA encerre 2016 em 6,2%. O mercado está mais pessimista. De acordo com o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central, o IPCA encerrará este ano em 7%. Este ano, a inflação continuará pressionada pela alta do dólar, que influencia o preço dos produtos e das matérias-primas importadas.

Embora ajude no controle dos preços, o aumento da taxa Selic prejudica a economia, que atravessa o segundo ano seguido de recessão, intensificando a queda na produção e no consumo. Segundo o boletim Focus, analistas econômicos projetam contração de 2,99% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos pelo país) em 2016. O Relatório de Inflação do Banco Central prevê retração de 1,9%.

A taxa Selic é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reajustá-la para cima, o BC contém o excesso de demanda que pressiona os preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando reduz os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas enfraquece o controle da inflação.

Mercado tenso

As horas que antecederam a decisão do Copom foram novamente de grande tensão no mercado interno e externo. O dólar encerrou o pregão de em R$ 4,105, com alta de 1,23%. O patamar é o maior desde o fim de setembro de 2015. O mercado de câmbio reagiu à queda nos preços internacionais do petróleo.

Nesta quarta-feira, o barril de petróleo caiu para o nível mais baixo em 12 anos e ficou cotado abaixo dos US$ 28. A Agência Internacional de Energia previu que o mercado vai mergulhar “em um excesso de oferta”.

As incertezas em relação ao anúncio da nova Selic, taxa básica de juros da economia, também contribuíram para a alta do dólar. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) divulgará em algumas horas a Selic para os próximos 45 dias. Há um temor de que, pressionado pela perspectiva de recessão na economia brasileira, o Copom faça uma elevação menor nos juros básicos que a inicialmente prevista. Atualmente, a taxa Selic está em 14,25% ao ano.

Bovespa fecha em baixa

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, encerrou o pregão desta quarta-feira (20) com queda de 1,08%, aos 37.645 pontos. A Bolsa reagiu à derrocada dos preços internacionais do petróleo, que atingiu em cheio a Petrobras, cujos papéis integram o Ibovespa. As ações da estatal brasileira terminaram o dia cotadas a R$ 4,43, com queda de 4,94%.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    O que significa essa taxa sellic? “TAXA DE JUROS FIXADOS PELO CO POM DO BC DO BRASIL, QUE REMUNERA OS INVESTIDORES NA COMPRA E VENDA DE TÍTULOS PÚBLICOS. OU SEJA QUANDO AUMENTA SUA TAXA, MAIS DESEMPREGO..

Untitled Document