domingo, 13 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / CSN declara força maior em mineração da Casa de Pedra por causa da greve de caminhoneiros

CSN declara força maior em mineração da Casa de Pedra por causa da greve de caminhoneiros

Matéria publicada em 30 de maio de 2018, 14:40 horas

 


Congonhas – A CSN decidiu declarar força maior para os clientes de divisão de mineração por conta de dificuldades da empresa em conseguir insumos para a produção de minério de ferro. O comunicado da empresa foi feito  nesta quarta-feira (30).

Segundo a CSN, a greve de caminhoneiros afetou a entrega de explosivos, aglomerantes e suprimentos em geral, principalmente em Congonhas, onde fica a  Casa de Pedra e a empresa tem uma mineradora. Por falta de insumos, a produção teve que ser limitada. A falta de combustível para fazer o transporte fora e dentro de estrada também foi um fator que levou ao pedido de força maior. As informações são da jornal “Valor Econômico”.

Ainda de acordo com o jornal,  a empresa diz ainda que a impossibilidade de entregar os produtos aos compradores não vai configurar quebra de contrato, pelo fato de “estar engessada por um evento além de seu controle”.

O jornal informa ainda que a empresa teve de recorrer a ações liminares na Justiça para conseguir reabastecimento de combustível na mina e no porto, em Itaguaí (RJ), para onde é escoado o minério de Congonhas com destino a clientes da Ásia e Europa. As liminares garantiam autorização e escolta para as carretas. Dois abastecimentos foram feitos na terça-feira.

De acordo com a CSN, funcionários administrativos foram dispensados temporariamente e todos os esforços estão centrados em garantir o que for possível de produção e no atendimento aos clientes

Para a CSN, a greve está de fato começando a se desmobilizar, mas a normalização dos processos está lenta e muito concentrada nas capitais. A expectativa da empresa é que no interior a volta será mais demorada. Em Minas, de acordo com empresário de mineração e metalurgia, a paralisação dos caminhoneiros se mantinha firme até o início da noite de ontem , impedindo o despacho de produtos e recebimento de insumos e combustíveis utilizados nas operações.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Mudando de assunto

    Em que pé anda aquele assunto de vir duas montadoras para o sul fluminense?
    Era fale?
    Quando inaugura o shopping novo?

Untitled Document