>
segunda-feira, 15 de agosto de 2022 - 03:10 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / CSN diz que segue com investigações internas sobre incêndio

CSN diz que segue com investigações internas sobre incêndio

Matéria publicada em 28 de março de 2016, 20:18 horas

 


Volta Redonda – A assessoria de comunicação da CSN informou nesta segunda-feira (28) que ainda conduz um processo de investigação interna para apurar o acidente no interior da Usina, ocorrido na última sexta-feira. Um incêndio na área de zincagem deixou quatro trabalhadores feridos e todos foram transferidos para o Hospital Oeste D’or, em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com dirigentes ligados ao Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense, haverá ainda uma investigação paralela feita pelo próprio sindicato e uma comissão de trabalhadores. Apesar de ter sido especulada a presença de integrantes da direção da CSN nesta investigação paralela, a assessoria da empresa não confirmou ou desmentiu tal possibilidade.

Ainda segundo a assessoria da CSN, a Usina Presidente Vargas conta com três setores de zincagem (onde o zinco é passado nas folhas de aço que serão comercializadas, para evitar corrosão). Destas, uma funcionava independente e não teve a produção interrompida. As outras duas funcionam em locais próximos e foram paralisadas após o acidente. No entanto, uma delas já voltou a operar nesta segunda-feira.

Entre os feridos o caso que inspira maiores cuidados é o de Wanderlei dos Santos, de 38 anos, que teve queimaduras em 70% do corpo. Os demais feridos são Dênis da Silva, de 37, Aluênio Alves, de 31, e Renan Martins, de 29, que tiveram entre 20 e 30% dos corpos queimados.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Passado o calor do momento (sem trocadilhos), a indignação das pessoas vai se esvaindo, os feridos saíram da cidade, a empresa se interessada em apurar as causas, ou seja, culpar alguém ou algo e se eximir da responsabilidade, a nota do jornal diminui e a dor e sofrimento se restringe aos acidentados e suas famílias. Tudo continua como antes, até o próximo acidente quando história recomeça com o mesmo vilão e outros atores no papel de vítimas. Triste vivenciar a impunidade e desrespeito. Que Deus nos proteja!!!

Untitled Document