Dilma diz que espera recuperação da economia brasileira até o fim do ano

by Diário do Vale

A presidente Dilma Rousseff disse hoje (10) que espera que a economia brasileira supere a crise até o fim do ano. “Nós vamos fazer todo o esforço ao nosso alcance para que, até o final deste ano, os sinais de recuperação já comecem a aparecer”, declarou ao discursar na abertura do 21º Salão Internacional da Construção (Feicon-Batimat), na zona norte da capital paulista. Dilma admitiu, no entanto, que o momento é delicado. “Eu não ignoro a desaceleração do setor e da economia vivenciada no momento atual. Eu tenho trabalhado de forma sistemática para superar ainda este ano essa desaceleração”, disse logo no início de sua fala.

Antes da cerimônia, a presidente foi recebida com vaias pelos funcionários responsáveis pela montagem dos boxes de exposição. Dilma visitava o pavilhão que passava por ajustes antes de ser aberto ao público. Ela estava acompanhada do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, e de representantes empresariais do setor da indústria e comércio de materiais de construção. A feira reúne 2 mil marcas nacionais e internacionais e espera receber 120 mil visitantes até sábado (14).

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), Walter Cover, defendeu o processo democrático no país, durante o evento de abertura, para uma plateia de executivos. “O empresário, em sua grande maioria, mesmo com esse momento difícil, tem mantido o equilíbrio, quer a governabilidade e a permanência do processo democrático. Está fazendo a crítica precisa, não aquela simplista e generalista”, declarou. Ontem (9), a presidente Dilma também destacou a importância da democracia ao comentar os panelaços ocorridos contra o governo, no último domingo (8), em algumas regiões do país.

Apesar de assumir que o país passa por um momento de dificuldades, Dilma disse que alguns setores da sociedade vêm exagerando na proporção dos problemas. “Nem de longe, nós estamos vivendo uma crise nas dimensões que alguns dizem que nós estamos vivendo. Nós passamos por problemas estritamente conjunturais, porque nossos fundamentos, hoje, são sólidos”, ressaltou.

Para superar a crise, a presidente voltou a defender a necessidade de medidas de ajuste fiscal. “Nós temos que fazer correções e ajustes. Justamente para isso, nós estamos tomando medidas que ajustam as contas públicas. Porque nós absorvemos, no orçamento do governo federal, uma parte importante da crise”, disse, em referência às turbulências enfrentadas pela economia mundial desde 2009. “Isso é o que impede que, sem fazer alguns ajustes, mantenhamos o ritmo anterior de desoneração e subsídio”, acrescentou, para justificar o fim das medidas de incentivo.

A presidente destacou, entretanto, que os ajustes têm como objetivo permitir que o Brasil volte a crescer. “Mas essas correções e ajustes têm propósitos muito claros. Eles reforçam ainda mais os fundamentos econômicos do país. E constroem novas condições para retomada tanto do crescimento quanto do emprego”, destacou.

You may also like

5 comments

Brasileiro cansado 10 de março de 2015, 20:39h - 20:39

02 – PEDE PRA SAIR 02

ÊTA POVINHO desprovido de discernimento 10 de março de 2015, 15:08h - 15:08

“…o país passa por momentos de dificuldade”, ou foi ela que pôs o país em dificuldade?

Eu alertei aqui em meados de 2012 a burrada dela interferindo no BC (por ela ser economista) e abaixar deliberadamente a taxa de juros (SELIC) para ganhar as prefeituras e mostrar ao mundo a sua eficiência (com direito a mulher do ano pelas revistas internacionais) em plena crise financeira mundial (começada em 2008 pelos EUA, diga-se de passagem). E agora que precisamos consumir para movimentar a economia estamos todos endividados por empréstimos feitos diante dos juros baixos da época.

Um amigo comprou um carrão importado para pagar em longuíssimos 60 meses a juros baixíssimos na época. Agora com um carrão importado de 3 anos e ainda na garantia, o amigo nem quer saber de trocá-lo, ainda mais com os juros atuais impróprios.

clecio 10 de março de 2015, 15:07h - 15:07

OPOVO BRASILEIRO TEM QUE DAR UM BASTA NESSA CORRUPÇAO E NA ROBALHEIRA QUE AQUELE QUE ESTAO LA PARA NOS REPRESENTAR FAZEM DO CARGO DE POLITICO MANEIRAS DE BENEFICIAR A SI PROPRIO E DE ENRRIQUCER A SI PROPRIO POIS SE NAO ELES VAO CONTINUAR AGINDO SEMPRE EM BENEFICIO PROPRIO E OS PROXIMOS QUE ENTRAREM VAO SEMPRE FAZER O MESMO QUE OS QUE ESTAO LA ESTAO FAZENDO ROUBANDO CORROMPENDO E DEIXANDO O POVO SEMPRE EM SEGUNDO PLANO POIS O POVO BRASILEIRO E MUITO PASSIFICO COM AS ROUBALHEIRAS DO POLITICOS VAMOS TIRAR TODOS AQUELES QUE VOTAMOS ACREDITANDO NELES E QUE FOMOS DECEPCIONADOS PELOS PROPIOS POLITICOS QUE AO INVES DE SE PREOCUPAR COM O CRECIMENTO DO PAIS E MELHORES CONDIÇOES DE VIDA PARA NOS TRABALHADORES COMO SAUDE;SEGURANÇA;EDUCAÇAO;E UMA APOSENTADORIA DIGNA PARA VIVERMOS MELHOR SO PENSAM EM SI PROPIOS FORA TODOS OS POLITICOS CORRUPTOS.

ÊTA POVINHO 10 de março de 2015, 21:44h - 21:44

Pô, meu caro, Vc só colocou 02 pontos e vírgula (e em lugar errado) e um ponto final nisso tudo que escreveu em letras garrafais, além de ser impossível de ler o seu pensamento. Mas não se preocupe, Vc não é o único! Todos que escrevem assim tbm não pontuam e raramente acentuam e separam as palavras. kkkkkkkkkkkkkkkk

clecio 10 de março de 2015, 14:53h - 14:53

os desfalques na petrobras eles querem que nos trabalhadores pagamos por eles;nao venha com essa de que tem que aumentar impostos para equilibrar as contas pois isso e muito facil eles cometem os erros e nos pagamos as contas .eles deveriam de estar preocupados com o bem estar do povo que elegeram eles ao inves de pensarem em si proprio trabalhar para melhorar a vida dos brasileiros como saude;educaçao;segurança;melhor qualidade de vida para todos os brasileiros,e preciso acabar com o fator previdenciario da aposentadoria corrigir as aposentadorias defazadas e melhorar e muito o salario minimo o governo esta la para se preocupar e trabalhar para defender o direito dos seus eleitores e nao para tira-los fora DILMA E FORA TODOS OS POLITICOS QUE ESTAO LA PARA PREJUDICAR AQUELES QUE ACREDITAVAM NA BOA INTENÇAO DELES O POVO BRASILEIRO,O BRASIL E O PAIS MAIS RICO DO MUNDO O PROBLEMA ESTA EM QUEM GOVERNA ELE.VOCES POLITICOS SAO REPRESENTANTES DO POVO E NAO DONOS DO PAIS ENTAO REPRESENTEM O POVO DIGNAMENTE E HONESTAMENTE POIS VOCES GANHAM DEMAIS PARA PODEREM ROUBAR;TEM QUE IR PRA CADEIA OS LADROES E DEVOLVER TODO O DINHEIRO ROUBADO E PERDER O CARGO POLITICO PELO RESTO DA VIDA PARA QUE ELES VALORIZEM SEUS EMPREGOS DEPUTADOS SENADORES E PRESIDENTES.

Comments are closed.

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996