segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Em novembro, contas de luz terão acréscimo de R$ 1,5 a cada 100 kWh consumidos

Em novembro, contas de luz terão acréscimo de R$ 1,5 a cada 100 kWh consumidos

Matéria publicada em 28 de outubro de 2016, 18:57 horas

 


Brasil- A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz no mês de novembro será a amarela, com custo de R$ 1,5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A medida se deve às condições hidrológicas menos favoráveis, o que determinou o acionamento de usinas termelétricas, mais caras. As informações são da Agência Brasil.

Desde abril deste ano, a bandeira tarifária estava verde, ou seja, não havia custo extra para os consumidores. No ano passado, todos os meses tiveram bandeira vermelha, primeiramente com cobrança adicional de R$ 4,5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos e, depois, com a bandeira vermelha patamar 1, que significa acréscimo de R$ 3 a cada 100 kWh.

O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado em janeiro de 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, mai cara do que a energia de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia elétrica em função das condições de geração de eletricidade. Por exemplo, quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país.

Cobrança

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de cobrar um valor que já era incluído na conta de energia, por meio do reajuste tarifário anual das distribuidoras. A agência considera que a bandeira torna a conta de luz mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar

    Realmente não tem chovido com frequência já há algum tempo, mas isso sempre foi assim. Todo ano sabe-se que há época de chuvas e de estiagem, e o valor da tarifa sempre foi fixo para o ano todo, pois considerava-se a média do ano anterior… A maioria dos serviços que a população utiliza possui reajuste anual, então não há porque de com a conta de luz ser diferente. Esses aumentos em cima da hora, que podem ser mais de dois em um mesmo ano, pegam os consumidores desprevenidos, isso é um sério contratempo!…

    Aí tem outra questão. O consumo per capita brasileiro é desprezível, gastamos menos que vários de nossos vizinhos e mesmo países africanos mais pobres. Somado a isso, o país encontra-se em processo de desindustrialização e registrou queda de quase 2% no consumo de energia em relação ao mesmo período do ano anterior. Se estamos consumindo menos, a capacidade geradora instalada não está sendo utilizada à plena força e consequentemente as hidrelétricas ainda devem estar operando em níveis satisfatórios, até porque este ano choveu bastante e não há notícias de racionamento. Então, qual a necessidade de acionar termelétricas? Lobby dos empresários do setor? Sanha arrecadadora do governo? Talvez os dois…

    Moral da história: o Governo Federal encontrou um outro modo de vc pagar o prejuízo dele…

  2. Avatar

    Politico são todos iguais, mas nada se compara os 4,50 da Dilma com o 1,50 do Temer né, sejamos sinceros e não partidários! O ideal seria aumentar nada, e sim abaixar, mas…

  3. Avatar

    Vão ter que bater panela no escuro… 🙂

    • Avatar

      TEMER já esta fazendo até milagres. Aposto que quando a dilbandida aumentou a luz em 58% o senhor não enxergava, agora já esta enxergando kkkkkkkk

    • Avatar
      Samuca Baltazar Neto

      Milagre é ver assalariado mugindo pra PEC 241, reforma da Previdência, da CLT… Pobre de direita é um fenômeno…

    • Avatar

      Reforma da Previdência é necessária. Muita gente recebendo, recebendo por mais tempo (aumento da expectativa de vida), e cada vez menos gente contribuindo. O brasileiro só paga o INSS quando tem CTPS assinada, e mesmo assim porque é forçado… Leis trabalhistas precisam ser flexibilizadas para se adequarem aos novos tempos, sob pena de o desemprego se tornar a regra no mundo. Não dá pra conciliar uma era de economia intensiva em tecnologia e conhecimento com a mão-de-obra abundante e acúmulos de estoque dos tempos do Fordismo. Pensamento esquerdista retrógrado não vai mudar a situação!…

      Quanto à PEC 241… Bem, a PEC 241 é um câncer ainda em fase inicial. A melhor definição é essa…

  4. Avatar

    E delhe pepino no povo neh…..vou usar lampião na minha casa…..assim não dá, alguém precisa fazer alguma coisa pelo Brasil gente….agora me diz meu esposo já não ganha lá grandes coisas, o Pezão querendo abaixar o salário. 13 que é direito alega que não tem, não quer abrir mão de bancar empresas.
    O salário não aumentou a luz aumenta e com esse roubo no estado vou pagar conta de luz como???? Vou não…..podem vir cortar minha luz ta pq não tenho dinheiro, não tenho condições pois meu esposo mal recebe, trabalha horrores p receber pouco e não ter os direitos dele.
    Vamos viver de lampião…..

Untitled Document