sexta-feira, 14 de maio de 2021 - 22:15 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Empresa de Barra do Piraí participa do Rio Moda Rio

Empresa de Barra do Piraí participa do Rio Moda Rio

Matéria publicada em 14 de junho de 2016, 06:00 horas

 


Rio – A Maria-Fia Bijoux, instalada em Barra do Piraí, vai participar do Rio Moda Rio, que acontece de quarta-feira (15) a sábado (18), e tem como objetivo retomar a vocação da capital carioca para a moda. O movimento que tem como principal parceiro o Sistema Firjan vai receber marcas como Osklen, Lenny, Isabela Capeto, Patricia Vieira, Blue Man e Alessa para apresentarem suas coleções e fazer negócios.

A empresa mostrará uma coleção de peças inspiradas nas raízes africanas e nas belezas naturais de Trancoso, na Bahia. Muitas cores e mistura de materiais, como metal, linha, fita, resina, madeira e pedras brutas dão o tom da coleção.

No mercado há 10 anos, a Maria-Fia Bijoux se destaca pelo valor agregado dos produtos, já que todas as peças são feitas à mão, o que chamou a atenção do mercado japonês em 2010, quando a empresa fez seu primeiro contato com o mercado internacional.

Mais que uma semana de moda, o Rio Moda Rio conta com um novo formato com ações diferenciadas e distribuídas durante e após o evento, além de novas abordagens para alavancar o crescimento da economia criativa do estado.

O Senai, como patrocinador master, e o Sesi, como apoiador da nova plataforma, vão promover diversas ações de apoio às empresas da Cadeia da Moda. Marcas de diversos polos de moda do estado do Rio vão estar presentes na área do mercado de varejo do evento, podendo vender diretamente para o consumidor final. Na área gastronômica, empresas de cachaças artesanais também vão poder comercializar seus produtos.

No ramo industrial, a moda é o segundo setor que mais emprega no estado do Rio. São mais de 195 mil trabalhadores em cerca de 26 mil estabelecimentos formais. Segundo o último dado oficial disponível, a cadeia da moda fluminense movimentou R$ 10 bilhões em 2012, ou 2,1% do PIB (Produto Interno Bruto) do Estado. No mapeamento da Indústria Criativa, feito pela Firjan, a estimativa é que o núcleo criativo fluminense gere um PIB equivalente a R$ 20,6 bilhões, o que corresponde a 3,8% de tudo que é produzido no estado – a maior participação do PIB criativo na economia entre todas as unidades da federação.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document