terça-feira, 11 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Empresário propõe mudança de critérios para manter comércio aberto

Empresário propõe mudança de critérios para manter comércio aberto

Matéria publicada em 14 de julho de 2020, 21:46 horas

 


Número de dias de evolução do número de casos suspeitos e índices de ocupação de leitos seriam alterados pela proposta

Gilson de Castro fala na Câmara Municipal
(Foto: CDL-VR)

Volta Redonda – Os presidentes da Câmara de Diretores Lojistas de Volta Redonda (CDL-VR), Gilson de Castro, da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Volta Redonda (Aciap-VR), Luís Antônio Cardoso, e o empresário Antônio Cardoso, que é diretor do Sindicato do Comércio Varejista de Volta Redonda, ocuparam a tribuna da Câmara Municipal de Volta Redonda, com a permissão do plenário, para se manifestarem sobre os efeitos do fechamento do comércio. O primeiro a falar, Luís Antônio Cardoso, propôs modificações nos eixos da sentença judicial utilizada para manter o comércio aberto.

Luís Fernando destacou que dos 110 dias de quarentena, o comércio ficou 79 dias com as portas fechadas e, durante esse período, pelo menos 200 empresas encerraram as atividades e cerca de 7 mil trabalhadores foram demitidos. “Fizemos esse levantamento com dados do Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados e à Junta Comercial, mas pode ser ainda maior, porque muitas empresas ainda não cancelaram seus CNPJ´s e, além disso, muitos trabalhadores ainda estão em suspensão de contrato. Infelizmente, esse abre e fecha tem causado muito transtorno e incertezas”, afirmou.

Ele apresentou três sugestões para o eixo para flexibilização: mudar de 5% em três dias seguidos para por sete dias seguidos; ocupação de leitos de UTI de 50% para 85%; e o no caso do Hospital de campanha de 60% pra 85%. “São índices preconizados pela Organização Mundial de Saúde. Esses dados mudam muito rápido e não se pode medir em tão pouco tempo como se tem feito. Dá três dias seguidos com 5%, aí, fecha, no quarto dia, já está 0,6%. É uma média que não vale. O que precisa mesmo é o Poder Público estar preparado para lidar com a evolução e atender bem os pacientes. O comércio não é o culpado pela disseminação do vírus. As lojas desde o início da reabertura estão trabalhando com todas as medidas preventivas necessárias”, afirmou.

Já Gilson reforçou que a economia está vivendo um dos períodos mais difíceis e que a pequena e microempresa, que representam mais de 80% dos segmentos de varejo e serviço, não suportam mais um dia se quer fechadas. “Muitas estão à beira da falência. São pais de família que não conseguem mais levar o sustento para casa. Trabalhadores que tiveram que demitir não porque quiseram, mas porque não tiveram outra saída, porque já não tem como comprar comida para colocar na mesa da família. A realidade está muito difícil para uma grande parcela de comerciantes. O único isolamento que existe é o do varejo. Nas periferias, o ir e vir continua. As ruas continuam movimentadas, com festas em muitos lugares. E quem paga essa conta é só o comércio. Não podemos mais aguentar isso,”, afirmou.

O empresário Antônio Cardoso afirmou que o Executivo tem tomado atitudes que não condizem com a postura de valorização do diálogo que o prefeito defendeu em sua campanha, e completou que vê atitudes que sugerem uma perseguição aos empresários.

Comissão

Os empresários propuseram que o Legislativo crie uma comissão parlamentar para acompanhar a situação junto com as entidades para discutir com o Governo Municipal e também com o Ministério Público uma nova proposta que não puna o comércio, que é o principal gerador de empregos da cidade, que até março empregava em torno de 44 mil pessoas, com cerca de 10 mil estabelecimentos comerciais.

Após a fala dos líderes empresariais, a maioria dos vereadores se pronunciou favorável à luta dos comerciantes e à criação da comissão. O requerimento deverá ser apresentado na próxima terça-feira, 21/07, com a definição dos vereadores que irão fazer parte da comissão. Entre os vereadores que se mostraram apoio às entidades, estão o líder do governo Maurício Pessoa, que também é empresário; e Rodrigo Furtado, que reforçou a importância de buscar uma saída junto ao MP. Edson Quinto, Pastor Washington, Washington Granato, Nilton Alves Faria (Neném), Francisco Novaes; Fernando Martins, Paulo Conrado, Tigrão, entre outros, também se manifestaram favoráveis à criação da comissão.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

22 comentários

  1. Avatar

    O Sr. Paulo Guedes só está no Ministério da Economia para atender o setor financeiro. Se conseguir a aprovação do tal Plano de Capitalização para Aposentadorias e a volta da CPMF ele vai considerar sua missão realizada e até deixa o governo. Ele não tem interesse em ajudar lojistas nessa crise da pandemia, se é que sabe como.
    Para aprovar os planos do Guedes, entre outros, que o Bolsonaro se aliou ao tão criticado Centrão.

  2. Avatar

    Os olavistas, típicos extremistas que por não têm argumentos, apelam para a tática do guru astrólogo, com ofensas para tentar calar a oposição ao governo do ex-capitão, falam demais mas não explicam porque o Estado pode socorrer banqueiros e grandes empresários e se recusa a ajudar os pequenos e micros, mesmo com dinheiro emprestado.
    Aliás, o neo-liberal Paulo Guedes não quer mudar nada da cartilha dele, mesmo diante dessa pandemia, além de só ajudar os mais ricos, insiste também na volta da CPMF e na capitalização da aposentadoria, plano que está deixando muito aposentado no Chile desesperado por falta de dinheiro.

  3. Avatar

    Tem que reclamar é com o STF que entregou as decisões a prefeitos e governadores. Se dependesse do governo federal, todos estavam tomando a cloroquina e demais medicamentos que tratam do covid- 19.
    A culpa é do prefeito e do governador.

  4. Avatar
    Edson Correa dos Santos

    Esse movimento dos empresários do comércio foi a melhor coisa que aconteceu para despolitizar essa questão que pré candidatos a prefeito e vereadores estavam atrapalhando a evolução da questão.

  5. Avatar

    Pede ajuda ao Sr Cloroquina e ao Paulo Guedes!Vulgo revolucionário da economia brasileira!E o dólar baixo prometido?É a criação de empregos?Abriu foi uma vala para os pobres!Acorda Brasil!O número de pobres é muito maior e vcs se deixaram levar por muito pouco!

  6. Avatar

    Prefeito está mesmo de perseguição com os empresários mesmo. Está de pirraça com eles. Só existe está explicação , pois nada justifica o que ele tem feito com os empregadores. E com.isso ele atinge também a nós , empregados

    • Avatar

      Pela centésima vez

      Que define é o ministério público

      Se não fosse o prefeito a tentar o acordo baseado em metas, estaria tudo trancado desde março pois volta redonda é ré no processo

      Ainda vai demorar muito pra aprender?

  7. Avatar

    Comissao e vereadores nao resolve nada..sao uns incompetentes mamando o dinheiro publico..nada mais . Volta Redonda so um caminho a seguir eleger o Neto Prefeito. Ele resolve.

    • Avatar

      Parabéns CDL, só vocês para colocarem esses VEREADORES para trabalharem , parecem que estão de recesso ainda, e com os seus salarios em dia problemas no Comércio, no transporte, falta d’água, poluição, DESEMPREGO e eles aí pensando na vida, aviso as Eleições tá chegando o povo vai responder nas urnas podem ter certeza disso.

    • Avatar

      Neto está INELEGÍVEL e no máximo resolve se come 12 ou 15 pães no café da manhã

  8. Avatar

    Quem direciona esse fecha e abre do comércio são todos concursados públicos, que ganham um dinheirão sem fazer muito esforço, independente do sol ou da chuva, A grana está na conta no final do mês, então pra eles concursados pouco importa se o comércio estiver sangrando.

  9. Avatar

    ACIAP e CDL deveriam pedir socorro ao neo-liberal Paulo Guedes, que só quer saber de ajudar banqueiros e grandes empresários.

    • Avatar

      Nossa, esse é o típico comentário de analfabeto. Maldita inclusão digital. Pergunto-me às vezes se a liberdade de expressão deveria ser ampla ao ponto de dar voz a ANTAS do seu nível. Para tratar um assunto sério desse com um comentário esdrúxulo como esse, penso que você certamente é uma besta monumental, na melhor das hipóteses, ou pior: um mamador de imposto.

      Estupidez virou “mato” na internet.

    • Avatar

      Típico do petista que espera tudo do estado, e não quer fazer o mínimo de esforço para levar o pão pra casa, esses são os que gritam LULA LIVRE !!!!

    • Avatar

      Concordo. Quem deveria apresentar política de socorro e assistência aos empresários e o governo federal, como foi feito por países europeus e Argentina. Mas estou achando é bom! Maior parte desses lojistas referendaram esse desgoverno boçalnarista, é bom que aprendam que voto tem consequências. Paulo Guedes é de uma tendência do campo econômico conhecida como Escola de Chicago, o foco deles é sugar dividendos de países de economia emergentes como Brasil para engordar lucros para o sistema financeiro. Se aplicasse aqui as teorias de John Keynes, de derramar recursos/dinheiro público na população, nos servidores e pequenos lojistas esses bobos não estariam desesperados. o keynesianismo salvou o EUA nos pós crise de 1929.

    • Avatar

      Gabriel

      Deixe eles. Tenha paciência e não os critique. è melhor eles aqui, pois podemos levar conhecimento. Se eles se serem ofendidos, não voltam mais, não terão oportunidade de aprenderem.

      Roberto
      Continue postando seus comentários. Não se importe com esse povo que acha que sabe de tudo e não precisa aprender mais.

  10. Avatar

    É o que eu venho falando aqui e em outras mídias exaustivamente há meses. Fechar comércio com 50% de ocupação de UTI é INSANIDADE!! Propus algo entre 70 e 75%, ainda mais agora que o percentual está amparado em um quantitativo maior de vagas… O outro famigerado eixo, o do percentual de casos suspeitos, também sugeri que deveria ser considerado um período de sete dias, mas nesse caso calculando uma MÉDIA, para melhor refletir a tendência do cenário pandêmico… Isso é só para conciliar o plano com os interesses das atividades comerciais e de serviços, porque a maioria das cidades não está sujeita a plano algum, estão com comércio aberto há mais tempo que VR, com MENOS CASOS de Covid e sem Ministério Público pentelhando. Exemplo: Resende. Abriu tudo bem antes de VR, não tem qualquer plano acordado com MPRJ. Resende não fechou em momento algum e tem bem menos casos e mortes que VR, tanto em números absolutos quanto proporcionais…

    • Avatar

      O Ministério público é dominado por canalhas ditadores. Quem poderá defender o município dos desmandos dessa pocilga? Pq parece que o Prefeito não tem moral alguma.

    • Avatar

      Ministério Público é antro nefando de esquerdistas. Por quê não intervêm na questão do transporte coletivo de VR? Por quê nada fizeram durante anos para que a Rodovia do Contorno fosse concluída? Mas proibir fazendas de encenar representação da escravatura (onde os atores eram remunerados), mudar nome de ponte que homenageava um presidente do regime militar e espezinhar o maior gerador de empregos individual da cidade (CSN), ah, isso esses infelizes fazem! Imprestáveis! E eu pago os altos salários dessa corja!

    • Avatar

      MP agora é antro de esquerdistas hahahahaha

      Esse pessoal não tem limites pra passar vergonha não

      O próximo passo é pedir redução do próprio salário porque senão o patrão vai quebrar e isso é coisa de petista

      HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document