Faixa etária entre 18 e 24 anos é a que mais procura oportunidades de trabalho no fim do ano

Especialista em Gestão e Desenvolvimento reforça pontos importantes na busca por vagas temporárias e para as entrevistas

by Diário do Vale

Foto: Drobotdean no Freepik

Sul Fluminense – O final de ano se aproxima e aumentam as expectativas de oportunidades de trabalho. Por conta de datas comerciais como Black Friday, Natal e Ano Novo, quando as vagas temporárias surgem, o mercado se aquece, trazendo ótimas alternativas para o trabalhador mostrar seu potencial e sua capacidade de realização, segundo o administrador e mestre em Gestão e Desenvolvimento, Jorge Pires.

A perspectiva da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) para a o mercado de trabalho na reta final deste ano é de mais de 260 mil vagas temporárias – um aumento de 8,14% em relação a 2022 -, sendo o mais alto desde 2014, quando foram geradas 299,7 mil vagas. No topo da lista de empregadores está o comércio, com previsão de 173 mil postos; seguido do segmento de hospedagem e restaurantes, com 63 mil vagas; transportes, com 17 mil vagas; e atividades culturais e outros setores, que projetam mais de 7.600 postos.

Ainda segundo a CNC, a faixa etária entre 18 e 24 anos é a que mais procura as oportunidades de trabalho no fim do ano, representando 88 mil vagas, seguida pela parcela entre 30 e 39 anos, com 62 mil empregos.

Para Jorge Pires, independentemente da idade, o candidato a vagas temporárias deve estar atento a alguns pontos importantes antes de buscar as oportunidades no mercado de trabalho.

– Considero como importante manter sempre atualizado o currículo e o perfil no Linkedin. Além disso, fazer cadastro ou atualizar esse cadastro nos sites das principais empresas, no SINE, em consultorias e agências de empregos próximas a sua região, e não esquecer de marcar as oportunidades de interesse para facilitar o processo de recrutamento inicial, que em geral é robotizado, também são de extrema importância, destaca o professor dos cursos de Gestão da Estácio Resende, reforçando também que o candidato deve utilizar seu networking para apresentar seu currículo às empresas.

A partir do momento em que o candidato é convidado para a entrevista, as dicas do especialista são: manter a calma, não perder o horário marcado, estudar previamente as principais características e produtos da empresa, falar sobre seus pontos fortes, e, caso seja questionado sobre suas fragilidades, não ter receio de citá-las.

– Depois de passar por esse processo e conquistar uma oportunidade temporária, procure demonstrar sua determinação, força de vontade para aprender e proatividade na solução dos problemas. O comportamento e a parceria também serão ingredientes importantes a seu favor, afirma o administrador.

O professor da Estácio dá ainda uma injeção de ânimo e incentivo a quem está em busca de trabalho.

– Você é a principal pessoa que não pode ter dúvidas da sua capacidade de realização e potencial. Acredite, sempre haverá uma boa oportunidade compatível à sua espera, finaliza Jorge Pires.

Foto: Divulgação
Jorge Pires é mestre em Gestão e Desenvolvimento e professor da Estácio

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996