quarta-feira, 21 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Firjan: empresários da região são os mais pessimistas do estado do Rio

Firjan: empresários da região são os mais pessimistas do estado do Rio

Matéria publicada em 3 de dezembro de 2018, 15:02 horas

 


Expectativa é que próximo governo priorize reformas tributária e previdenciária para que haja retomada do crescimento

Sul Fluminense- Os empresários do Sul Fluminense são os mais pessimistas comparados ao restante do estado do Rio, é o que revela a quarta edição do “Retratos Regionais: Cenário Econômico”, divulgado na segunda-feira, 1º de dezembro. A confiança dos industriais da região depende, além da melhora na economia, de medidas do próximo governo em relação às reformas tributária e previdenciária. Na pesquisa, especialistas da Federação das Indústrias analisaram dados exclusivos sobre os 17 municípios da região, além dos cenários econômicos internacional, do Brasil e do Estado do Rio.
A Sondagem Industrial mostra que, em setembro, a indústria do Sul Fluminense continuou apresentando queda na produção, semelhante ao observado no estado do Rio. Apesar de ter reduzido o estoque, o volume de vendas foi menor do que os empresários esperavam. Dentre os entraves que impactam a recuperação, a carga tributária, a demanda insuficiente e a taxa de juros elevada, foram os itens mais apontados na pesquisa.
Nesse cenário de lenta recuperação da atividade econômica, os industriais continuam pessimistas quanto a novos investimentos. A situação financeira das empresas, a lenta recuperação da atividade econômica, principalmente no estado, e as incertezas em relação ao próximo governo manteve a maioria dos empresários céticos em aumentar a capacidade produtiva de suas indústrias.
Em relação a situação financeira, a principal queixa dos empresários na pesquisa é a dificuldade de acesso ao crédito e a baixa margem de lucro. Na medida em que as empresas não conseguem vender, elas têm dificuldades em ter dinheiro em caixa e, sem garantias, a taxa de juros do crédito fica ainda mais elevada.
De acordo com o presidente da Firjan Sul Fluminense, Antônio Carlos Vilela, apesar da expectativa de que os novos governos, federal e estadual, priorizem as reformas tributária e previdenciária, a recuperação da atividade econômica é decisiva para que haja melhora na geração de empregos.
– Todo empresário, hoje, acredita que para haver melhora no quadro de empregados, precisa ter confiança que o mercado se estabilizou e que o país está realmente em crescimento – ressaltou.
A quarta edição da pesquisa “Retratos Regionais: Cenário Econômico”, com dados econômicos do cenário internacional, do Brasil, estado do Rio e região Sul Fluminense, pode ser assistida na íntegra através do Youtube Live. O link de acesso é https://goo.gl/ydLXbt.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Já dizia Winston Churchill “O pessimista vê dificuldade em cada oportunidade; o otimista vê oportunidade em cada dificuldade”. Fica a dica.

  2. Avatar

    FAZ ARMINHA COM OS DEDINHOS QUE MELHORA!!!!!!

Untitled Document