sexta-feira, 18 de setembro de 2020 - 13:33 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Grupo que inclui a VW Caminhões e Ônibus registra aumento de 4% nas vendas na América Latina

Grupo que inclui a VW Caminhões e Ônibus registra aumento de 4% nas vendas na América Latina

Matéria publicada em 4 de maio de 2020, 17:49 horas

 


dado se refere ao primeiro trimestre de 2020; restrições por causa da Covid-19 começaram a ser adotadas após meados de março

Volkswagen Caminhões e Ônibus participa de crescimento de vendas de seu grupo no Brasil

Resende – O Grupo Traton, proprietário das marcas MAN, Volkswagen Caminhões e Ônibus e Scania, divulgou seus resultados do primeiro trimestre de 2020. Em relação à América Latina, o grupo destacou que o continente conseguiu registrar um aumento de 4% nas vendas unitárias devido a uma performance positiva do Brasil. A informação se refere ao conjunto das  três marcas.

Segundo a nota enviada pela empresa, “a crescente expansão do coronavírus nos primeiros três meses do ano representou um ônus adicional nas vendas unitárias, resultando no fechamento de nossa rede global de unidades de produção em meados de março”.  No Brasil, a fábrica da Volkswagen Caminhões e Ônibus voltou a produzir seus veículos na fábrica de Resende (RJ) em 27 de abril, numa retomada gradual de sua operação, inicialmente com mil colaboradores.

Queda mundial

Antecipando uma desaceleração do mercado na Europa e devido aos efeitos iniciais da pandemia global de coronavírus, o Grupo Traton registrou quedas nas vendas unitárias, na receita de vendas e no lucro operacional nos primeiros três meses de 2020, e agora está se preparando para a reabertura da economia em um ambiente muito desafiador. As vendas unitárias das três marcas MAN, Scania e Volkswagen Caminhões e Ônibus diminuíram em 20% para 46.000 (nível do ano anterior: 57.200) nos três primeiros meses do ano, considerando os números globais.

Com as vendas unitárias de caminhões em queda de 21% para 42.000 (53.000) veículos, o declínio foi mais acentuado do que nos ônibus, em que foi registrada uma redução de 4% para cerca de 4.000 (4.200) veículos.

A queda nas vendas unitárias das três marcas Scania, MAN e Volkswagen Caminhões e Ônibus foi mais acentuada na Europa (região UE27 + 3), com um declínio de 30%, enquanto a América do Sul conseguiu registrar um aumento de 4% nas vendas unitárias devido a uma performance positiva do Brasil. A crescente expansão do coronavírus nos primeiros três meses do ano representou um ônus adicional nas vendas unitárias, resultando no fechamento de nossa rede global de unidades de produção em meados de março. Desde o fim de abril, as marcas do GRUPO TRATON estão gradualmente reiniciando as operações de produção.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document