quarta-feira, 12 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Inflação das famílias com renda baixa sobe mais que índice oficial

Inflação das famílias com renda baixa sobe mais que índice oficial

Matéria publicada em 8 de dezembro de 2019, 09:35 horas

 


INPC acumula 3,22% no ano e 3,37% em 12 meses
(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Rio– O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que calcula a variação de cesta de compras de famílias com renda até cinco salários mínimos, ficou em 0,54% em novembro deste ano. A taxa é superior ao registrado em outubro (0,04%) e o maior resultado para um mês de novembro desde 2015.
O INPC teve um crescimento maior do que o registrado pela inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que subiu de 0,10% em outubro para 0,51% em novembro.
O INPC acumula inflação de 3,22% no ano e de 3,37% em 12 meses. No acumulado de 12 meses, o INPC também ficou acima do IPCA, que registra 3,27% no período.
Em novembro, os produtos alimentícios tiveram alta de preços de 0,78%, de acordo com o INPC, enquanto os não alimentícios anotaram inflação de 0,44%.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Eu votei no Amoedo.Não tenho culpa de nada disso. Nem se viram Cristo numa goiabeira, se praticaram o Golden Shower, se acreditaram na mamadeira de piroca, se acreditaram na fakeada no Mito ,se podem só cagar dia sim, dia não, se os assassinos da Merielle têm intimidade com os moradores da casa 58 de um condomínio na Barra,se o Queiroz está com vossas mamães, se os peixes, seres inteligentes ( segundo o Secretário da Pesca), não conseguem fugir do óleo nas praias, se o nazismo é de esquerda, se bateram panelas e vestiram camisas da corrupta CBF, enfim, não tenho culpa se vocês foram enganados, ô babacas.

  2. Avatar

    E o pobre de direita, hein? Pensou que ia comprar arma, hoje mal consegue comprar bife.
    Faz sinal de arminha que melhora…

Untitled Document