terça-feira, 7 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Massa falida da Belprato paga R$ 7 milhões de ações trabalhistas

Massa falida da Belprato paga R$ 7 milhões de ações trabalhistas

Matéria publicada em 16 de outubro de 2017, 17:27 horas

 


Sindicato da categoria promoverá assembleia para informar a credores e herdeiros sobre o pagamento

Barra do Piraí – A Justiça liberou o pagamento de pouco mais de R$ 7 milhões aos titulares de créditos trabalhistas da massa falida da Belprato – indústria de produtos alimentícios com fábrica em Barra do Piraí que teve a falência decretada em 1996. Quando a falência foi decretada, ficaram créditos trabalhistas de cerca de R$ 13 milhões. Aproximadamente duas mil pessoas ficaram desempregadas na época. Os beneficiados pelo pagamento são cerca de mil ex-empregados ou sucessores deles, já que vários morreram desde o início do processo.

O pagamento é a segunda parcela dos créditos trabalhistas. A primeira parcela foi liberada em 2010, quatorze anos depois que a empresa faliu.

No próximo dia 29, o Sindicato dos Empregados nas Indústrias de Alimentos de Barra do Piraí vai promover uma assembleia com os beneficiados para explicar como serão feitos os pagamentos. O advogado César Barbosa de Oliveira, que representa o sindicato, explicou que serão emitidos cheques nominais aos beneficiados, em datas a serem ajustadas, e que os pagamentos serão feitos em ordem alfabética.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

13 comentários

  1. Avatar

    Se fosse nos dias de hoje não falia o BNDES dava uma mansinha e virava sócio.

  2. Avatar

    Queria saber, como anda o caso da rede Conmedh?

  3. Avatar

    Era uma massa tão boa e virou massa falida…

  4. Avatar

    Uma empresa fundada por imigrantes italianos a mais de 90 anos e que chegou a estar entre as maiores do ramo alimentício do Brasil, produtos de grande qualidade, massas variadas, presuntos, mortadela, linguiças de vários tipos, sopas instantâneas, bacon e etc.. e que chegou a gerar mais de 2 mil empregos na região Sul Fluminense parece até hoje ser um pesadelo, irreal, mas aconteceu sim em 1997 a última corrida da sua linha de produção no parque industrial da Grota Funda, muito triste até hoje ver pais e mães de família desempregados pela irresponsabilidade e ganância de alguns passaram e passam até hoje por dificuldades financeiras. Que sirva de exemplo e de lição para vários empresários para agirem com TOTAL dedicação ao seu negócio, valorizar seus colaboradores ao máximo e respeitar as leis, as normas, as missões e valores e acompanhar com muito carinho a busca pela excelência para a fidelização dos seus clientes

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      E pensar que Barra do Piraí tinha a RFFSA, a Belprato e a Thyssen gerando mais de dois mil empregos diretos, cada uma. Hoje não tem nenhuma delas… Apesar disso, ainda é uma das principais referências comerciais da região, com vários estabelecimentos tradicionais… Lembro BP e VR foram as únicas cidades da região a receber unidades das Casas da Banha…

  5. Avatar

    Tu é um veio chato.

  6. Avatar
    الفتح - الوغد

    Lembro das caixas de macarrão Belprato, que eu usava para fazer brinquedos quando criança… Vendia feito água e era muito bom, incrível como uma má gestão pode levar à bancarrota um negócio lucrativo…

    • Avatar

      Idem as caixas azuis , caramba Boa lembrança

    • Avatar

      Ao começar a ler a matéria, me veio logo as lembranças das publicidades da Belprato, que eram veiculadas, principalmente, na TV. Bel, Bel, Bel, Belprato. Foi uma pena ter falido.

    • Avatar

      O que levou a empresa Belprato( que patrocinava até o desfile de carnaval da Globo no Rio) ou S.A. Martuscello falir? Um somatório de fatores, primeiro: familiar pois a partir da desunião, o desentendimento dos irmãos Martuscello perdeu-se uma base sólida, uma sustentação necessária. segundo: Planos econômicos sucessivos do governo federal a qual era um importante cliente em que a Belprato fornecia merenda escolar junto a isso a irregularidades no pagamento pelo serviço. Terceiro: a concorrência se tornou bastante agressiva, a Belprato que na região sudeste era bem forte e poderia ter avançado e conquistado mercados pelo Brasil, América Latina e até no mundo não o fez, deixou com um certo comodismo as outras empresas, também tradicionais como Sadia, Perdigão, Seara etc avançarem bem rápido em outros mercados, inovando conforme a aceitação regional. Quarto: má administração de alguns diretores também co relacionado a cisão familiar onde por exemplo apenas um herdeiro, neto do fundador, filho de um dos sócios irmãos que também se distanciou do dia a dia da fábrica, e foi morar no Rio, o rapaz comandava quase isoladamente a empresa.

    • Avatar
      Morador de Barra Mansa

      Voce sendo pobre na infância deveria ser mais humilde principalmente
      com a cidade de Barra Mansa.

    • Avatar
      الفتح - الوغد

      Estraga o clima não, barramansuíno. Hoje estou nostálgico…

Untitled Document