quinta-feira, 16 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Mercado de festas infantis cresce no município de Volta Redonda

Mercado de festas infantis cresce no município de Volta Redonda

Matéria publicada em 28 de janeiro de 2017, 14:00 horas

 


Comodidade e praticidade faz aumentar a procura pelos serviços particulares, mesmo com a crise

Volta Redonda – Um tipo de negócio não está sendo afetado pela crise econômica que atinge o país e tem crescido muito em razão das vantagens oferecidas em seus serviços. Trata-se do mercado de festas infantis que, segundo o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), cresceu em média 30% em 2015. Segundo dados da Associação Brasileira de Eventos Sociais (Abrafesta), o setor movimenta quase R$ 17 bilhões por ano.

Há 13 anos no ramo, a empresária Renata Andrade iniciou os negócios oferecendo o serviço de pipoca, algodão doce e decoração de festas com bolas. Aos poucos foi incrementando o negócio, até adquirir um salão completo, onde atualmente oferece todo o serviço para uma festa. Decoração, buffet, brinquedos variados, funcionando no bairro São Luiz.

– Dentro do salão de festas o pacote está todo incluído, mas se o cliente optar por fazer a festa em outro local, também fazemos só a decoração ou apenas serviço de Buffet. Este tipo de negócio está crescendo muito, mas exige bastante trabalho e responsabilidade para manter o cliente fiel. Hoje devido a diversidade deste tipo de negócio, oferecer um bom serviço com um bom preço e facilidades de pagamento é que faz a diferença – opina.

Segundo Renata, este tipo de negócio está crescendo pela praticidade e comodidade para os pais, que em geral trabalham fora e não dispõem de tempo para organizar a festa.

– Por isso acho que contratar um serviço de festas completo é mais vantajoso do que apenas um tipo de serviço. Hoje facilito em até 10 vezes no cartão, dando mais opções para os pais. Também temos um pacote no Facebook para 80 pessoas de segunda e quinta por R$ 2.500 e incluindo tudo – aconselha.

Para Arthur Magalhães, proprietário de um salão de festas há dois anos, um dos motivos que tem contribuído para o crescimento deste tipo de negócio é o fato dos salões de festas como o seu oferecerem um espaço diferenciado com uma variedade de opções de serviços aos clientes.

– Acredito que as pessoas procuram este tipo de local devido à praticidade de encontrar todo tipo de serviço de festas em um único local. No nosso caso um dos atrativos é a variedade de opções no Buffet como também várias opções de brincadeiras e brinquedos diversificados. Hoje em dia os clientes estão muito exigentes, fazendo questão de um Buffet bem completo e com fartura além de um bom atendimento dos funcionários e monitores – explica.

A segurança é outro item que os pais se preocupam muito, por isso Arthur faz questão de lembrar que os monitores são treinados a observar as crianças o tempo todo, já os brinquedos são todos protegidos com espumas e periodicamente vistoriados.

– O salão está preparado para fazer até três festas diárias, onde normalmente é realizada uma média de 30 a 40 eventos por mês, não havendo um período específico em que há queda de movimento. Por isso para evitar imprevisto, é melhor que as reservas sejam feitas com antecedência de seis a oito meses – recomenda Arthur.

Há mais tempo no mercado, Angelina Carvalho é gerente de um salão de festas localizado na Vila Mury e que há 16 anos está de portas abertas. “Acredito que o mercado de festas infantis está crescendo muito, e com o tempo começamos a perceber que as pessoas não querem mais fazer festas infantis em casa, optando pela praticidade de escolher um local específico para isso. Pensando nisso é que montamos o nosso espaço para festas e hoje oferecemos pacotes incluindo brinquedos, decoração, o Buffet, monitores e animadores. A praticidade de oferecer todo o serviço é que tem atraído os meus clientes”, confirma.

saloes

Pronto: Salões de festa oferecem todo tipo de serviço para o aniversário das crianças (Foto: Divulgação)

 

Pais falam das vantagens de contratar serviços de festas

A jornalista Talita Cristina Moreira de Carvalho não pensou duas vezes quando resolveu comemorar o aniversário de um aninho de seu filho Yuri. Depois de fazer uma pesquisa de preços, ela optou por contratar os serviços de uma festa infantil.

– A minha opção por fazer uma festa para o meu filho em um local reservado foi primeiramente por poder convidar um número maior de amigos e parentes. A praticidade de encontrar tudo em um mesmo local como brinquedos, ornamentação, recreação e até o Buffet com serviço de garçom e tudo e sem ter trabalho nenhum é muito gratificante. Antes da escolha fiz uma pesquisa de preços em vários locais optando por um que oferecesse todo o serviço que preciso e num bom preço e acho que valeu a pena – diz Talita.

Já a dentista Elizabeth Braga de Oliveira está acostumada a contratar os serviços de festas infantis. Apesar de pagar um pouco mais caro, acredita que as vantagens que o serviço oferece valem mais a pena.

– Já fiz festa para o meu filho mais velho de 12 anos e agora quero contratar uma para o meu segundo filho de 5 anos. As vantagens são a praticidade e o espaço do local que oferece várias opções de brinquedos além dos serviços de Buffet e ornamentação – afirma a dentista.

Para o técnico em radiologia, Emerson Jorge Teixeira, morador do Retiro, já é a terceira vez que contrata um serviço de festa infantil para o seu filho.

– Fizemos uma no seu primeiro ano de nascimento, outra com quatro anos e agora iremos fazer no seu quinto aniversário. Escolhi um salão de festas por encontrar uma estrutura já toda montada e normalmente inclui o pacote todo como brinquedos, Buffet e ornamentação, no meu caso sem a opção de bebidas alcoólicas. É um pouco mais caro mas vale a pena pela comodidade. E apesar de ter uma casa com um salão bem grande, o trabalho que dá fazendo a festa em casa não vele a pena – esclarece.

 

Por Júlio Amaral

(Especial para o DIÁRIO DO VALE)

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Na minha opinião é um dinheiro jogado fora.
    Tenho filhos e fazia um bolinho na escola ou em casa , festa gasta dinheiro que poderia ser colocado em uma caderneta de poupança para os estudos…
    Sem contar que ganham um monte de coisas que não precisam ou que não gostam.
    Compre um presente legal, façam
    um passeio…
    Nenhum deles é traumatizado.
    Conheço gente que dá festa para fazer bonito e não tem dinheiro para trocar o sofá….

Untitled Document