Negociação emperra e greve dos bancários prossegue - Diário do Vale
segunda-feira, 27 de setembro de 2021 - 03:49 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Negociação emperra e greve dos bancários prossegue

Negociação emperra e greve dos bancários prossegue

Matéria publicada em 13 de setembro de 2016, 19:37 horas

 


Agências bancárias devem permanecer fechadas ainda nesta quarta e quinta

Agências bancárias devem permanecer fechadas ainda nesta quarta e quinta


Sul Fluminense – 
Não houve avanços na sétima rodada de negociação realizada na tarde desta terça-feira (13) para tentar colocar fim à greve dos bancários. De acordo com o comando de greve, a Federação dos Bancos decidiu manter a proposta com índice de 7% para reajuste salarial e mais abono de R$ 3.300.

“Os bancos insistiram em defender a proposta de reajuste rebaixado com abono, já rejeitada pelos bancários. Também disseram não a uma reivindicação fundamental dos bancários: a proteção aos empregos. Uma nova reunião foi marcada para quinta-feira (15) às 16h, em São Paulo”, diz nota do Sindicato dos Bancários de São Paulo.

A orientação do Comando Nacional dos Bancários é para que os trabalhadores “fortaleçam ainda mais a greve em todo o Brasil”. No Sul Fluminense, o Sindicato dos bancários estima adesão de 116 das 117 agências cadastradas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

12 comentários

  1. nao consigo pagar meu boleto de mais de 1000 reais esse mes. venceu dia 9… e ai? como faco? e os juros? da pra eu recorrer?

  2. Todo apoio à greve dos bancários, instrumento legítimo do assalariado na luta pelos seus direitos.

  3. não são os bancarios os culpados, são os banqueiros ,donos de bancos , lucros astronomicos , e os bancarios se f… e nisso o povo leva ferro com essa greve . bancos cada vez mais cheios e numero de caixas reduzido , aumentando o tempo de espera nos caixas , e sobrecarregando os operadores de caixa. em vez de demitir tem é por mais funcionarios para atender os clientes.

  4. Se os sindicatos estão realmente do lado do trabalhador, por que não se viu uma manifestação sequer, quando o governo mudou as regras do seguro-desemprego deixando MILHÕES de trabalhadores desamparados quando estes mais precisaram? Os sindicatos só querem uma coisa: continuar mamando nas tetas do governo.

  5. CIDADÃO, quem esta fazendo greve não são os bancários, mas sim os sindicatos. Caso não assista jornais ou leia um bom jornal, foi justamente isso que os sindicatos disseram que iam fazer, “PARAR O BRASIL”(pois não querem perder a boquinha) e muitos apoiam esses bandidos. O problema é que, como muitos dos que apoiam são todos “idiotas úteis”(não foi eu quem disse, foi o LULÁRAPIO), não conseguem entender que, os maiores prejudicados, ou melhor, os únicos prejudicados, são as próprias pessoas que apoiam esses sindicatos. Portanto, para aqueles que não conseguem enxergar a situação para o qual o país caminhava (buraco, Venezuela, Falência economica) e ainda assim apoiam esses bandidos do PeTralhas, tem mais é que se F……

  6. daniele diniz magalhaes

    ENQUANTO ISSO, NÓS CLIENTES ESTAMOS SENDO PREJUDICADOS.
    NÃO SOU CONTRA A GREVE, MAS OS BANCÁRIOS DEVERIAM SER PREJUDICADOS E NÃO A POPULAÇÃO, OS CLIENTES AS PESSOAS…….
    SINCERAMENTE DEVERIA HAVER UM PROCESSO CONTRA OS RESPONSÁVEIS PELA GREVE PARA CADA CASO QUE O CLIENTE FOI PREJUDICADO

    • Você deve ser funcionária publica ou recebe muito bem de salario. Pois o que os bancarios estao querendo e um real reajuste de salario, e os banco tem a condição de faze lo, pois os bancos sempre tem um lucro exorbitante, ainda mais em epocas de crise, ai que eles faturam e alto. Vcs reclamam que estao sendo prejudicados deveriam apoiar, quero ver vc passar ai uns 3 anos sem reajuste real no salario se vc nao vai reclamar de nada dondoca. Por isso o Brasileiro só se fode, pois e um povo desunido, se combatessemos mais os politicos, patroes e outros, seriamos mais repeitados, mas não e uma cambada de frouxo que so olha pro proprio rabo.

  7. Comecem a demitir que a greve acaba.

Untitled Document