segunda-feira, 18 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Ocupação em Angra no feriado chegou a 82%

Ocupação em Angra no feriado chegou a 82%

Matéria publicada em 20 de fevereiro de 2016, 15:00 horas

 


Fundação de Turismo realizou diversas ações de fiscalização durante o feriado estendido

Angra dos Reis – O município teve uma ocupação média de 82% nos seus meios de hospedagem e turismo durante o feriado estendido de Carnaval, do dia 4 a 10 de fevereiro. Os dados da Fundação Municipal de Turismo (TurisAngra) indicaram crescimento em relação ao mesmo período do ano passado, apesar de a expectativa de ocupação divulgada ter sido superior. A oscilação na ocupação, segundo a fundação, seria fruto da competição com outros destinos, como São Paulo, que reforçou sua programação nesta época, e a proximidade do Carnaval com o final de ano. O resultado alcançado, no entanto, foi superior ao de muitas cidades do interior do estado do Rio.

– Realmente ficou um pouco aquém do que a gente esperava, mas não é motivo para nos queixarmos. Houve grande movimentação de visitantes e alguns corredores estiveram com quase 90% de ocupação. O tempo bom ajudou, e a manutenção das atividades tradicionais do Carnaval também atraiu visitantes. Quem passou a festa em Angra não se arrependeu – avalia o presidente da TurisAngra, Klauber Valente.

Além da ocupação alta, outro dado relevante observado pela Fundação de Turismo foi que muitos turistas estenderam sua permanência na cidade para além da Quarta-feira de Cinzas. A quantidade de passeios náuticos saindo do Centro, Camorim e Vila do Abraão também foi alta. O Centro de Informações Turísticas da Praia do Anil (CIT), que faz a coleta de dados para as estatísticas da fundação, contabilizou a saída de pelo menos 190 embarcações, para passeios saindo das estações de Santa Luzia e do Abraão, entre a sexta e a terça de Carnaval, um aumento de mais de 50% em relação ao aferido no Réveillon.

No mesmo período, foram contabilizadas ainda 251 saídas de embarcações de traslados entre as estações e para outras localidades da Ilha Grande. Nos postos de informações turísticas foram realizados um total de 1.066 atendimentos, contemplando 2.138 turistas.

O CIT da Praia do Anil também emitiu 497 vouchers para a entrada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) da Praia do Aventureiro e 78 autorizações para estacionamento de ônibus de turismo.

O corredor turístico que mais se destacou foi o da Ponta Sul, que registrou 92% dos leitos ocupados, seguido dos corredores da Ilha Grande, com 88%; da Ponta Leste, com 82%; da Estrada do Contorno, com 75%; e do Centro, com 73%. A taxa de ocupação média no final de semana seguinte ao Carnaval ficou em 70%, comprovando que o turista estendeu a folga para a folia em Angra dos Reis.

Fiscalização

A Gerência de Operações da TurisAngra coordenou intensas ações de fiscalização de atividades turísticas em todo o município durante o Carnaval. Essas ações contaram com o apoio da Delegacia da Capitania dos Portos, da Polícia Militar, da Superintendência de Trânsito, do Departamento de Postura da Secretaria de Fazenda e do Departamento de Fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente. O objetivo desse trabalho em conjunto foi combater o turismo predatório nas praias e nos locais onde são comercializados produtos turísticos.

As equipes foram divididas pelos corredores turísticos e atuaram na Ilha Grande, Ponta Sul, Ponta Leste e Contorno. As rondas identificaram principalmente pontos de churrasco e camping nas praias da Sororoca, Garatucaia, Éguas, Biscaia, Gruta, Tanguazinho, Laboratório, Secreta e Vila Histórica. Os grupos foram informados quantos às leis que proíbem o churrasco e camping em praias e desmontaram as churrasqueiras sem resistência. Ao todo, foram desmontadas mais de cem churrasqueiras durante o Carnaval e cerca de 50 barracas de camping.

– Mesmo com uma estrutura menor no Carnaval, Angra ainda tem o maior número de blocos e agremiações carnavalescas do interior do Estado. Isso atrai turistas, certamente. A economia do turismo na cidade esteve aquecida durante todo o período. Nesse Carnaval, a TurisAngra dedicou-se também à fiscalização das atividades turísticas irregulares. Continuamos trabalhando para promover a cidade e garantir que o turismo esteja cada vez mais aquecido ao longo de todo ano – afirmou Klauber Valente.

Parada de cruzeiro no Centro recebeu 2.500 passageiros

Cerca de 2,5 mil turistas estrangeiros e brasileiros desembarcaram no Centro de Angra dos Reis na sexta-feira (12), na única parada de navio prevista para esta temporada no continente. Para atender à movimentação excepcional, a Fundação de Turismo de Angra (TurisAngra) organizou um esquema especial que envolveu a montagem de estruturas de apoio, contratação de apresentações culturais (em parceria com a iniciativa privada) e o apoio do trânsito e da cooperativa de táxis.

O desembarque de turistas do navio Costa Fascinosa na estação Santa Luzia, no Centro, ocorreu sem incidentes. Nos dias que antecederam o desembarque, a TurisAngra informou aos setores de comércio e alimentação para que se preparassem para atender os cruzeiristas. A parada de navios significa oportunidade de negócios futuros para o setor de turismo e serviços.

Como parte do reforço no atendimento, a TurisAngra também prontificou equipes em alguns pontos turísticos da cidade, para dar informações, inclusive nas igrejas do Carmo e Matriz. Em parceria com as agências de turismo do Centro, também foram oferecidos city tours pelos atrativos históricos e naturais. As praias da estrada do Contorno tiveram grande procura em virtude do calor e da alta temperatura.

– Por só termos uma parada no Centro nessa temporada, tentamos envolver o máximo de serviços que podemos prestar aos turistas, seja pelo poder público, seja pela iniciativa privada. Precisamos cuidar bem desse segmento, porque a parada de navios no Centro é excelente para os negócios. Temos produtos turísticos bons no continente para que na próxima temporada tenhamos mais paradas. O atendimento foi rápido e a mobilidade dos cruzeiristas foi garantida. Nossa avaliação é positiva – acredita o presidente da TurisAngra, Klauber Valente.
A temporada de navios 2015/2016 em Angra dos Reis vai trazer, até o dia 31 de março, cerca de 100 mil turistas à cidade, podendo movimentar até R$ 2 milhões em passeios náuticos e no comércio. Serão mais de 50 paradas, a ampla maioria na Vila do Abraão, na Ilha Grande.

Tranquilo: Desembarque de turistas na estação Santa Luzia, no Centro, ocorreu sem incidentes (Foto: Divulgação)

Tranquilo: Desembarque de turistas na estação Santa Luzia, no Centro, ocorreu sem incidentes (Foto: Divulgação)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document