sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Padilha: desconto do diesel chega às bombas até segunda

Padilha: desconto do diesel chega às bombas até segunda

Matéria publicada em 1 de junho de 2018, 12:46 horas

 


Padilha garante desconto ate segunda. (crédito AB)

Brasília – O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse hoje (1º) que o governo prometeu e cumpriu “ponto por ponto, vírgula por vírgula” , “de forma peremptória”, todas as propostas acertadas com os caminhoneiros. Padilha reafirmou que o governo garante a vigência do desconto, de R$ 0,46 por litro de óleo diesel na bomba, com base no preço de 21 de maio. “O prazo é de 72 horas, na segunda-feira todos os postos deverão praticar o preço com desconto no óleo diesel”, acrescentou.

Segundo o ministro, há grupos de caminhoneiros que ainda não entenderam o acordo, em especial a questão do veto ao PIS-Cofins. “A lei de responsabilidade fiscal impede que se zere essas contribuições, sem compensações”, explicou. Padilha enumerou mais uma vez como o desconto foi composto: “R$ 0,05 vieram do fim da  Cide e R$ 0,41 do PIS/Cofins, mas da seguinte forma: uma contrapartida de R$ 0,11 e do Tesoruo Nacional estão saindo R$ 0,30”.

Padilha destacou que outros pontos do acordo já estão em vigor:  a não cobrança de pedágio do eixo suspenso, em vigor desde ontem, a reserva de 30% de frete na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para caminhoneiros autônomos, e tabela preço mínimo para o frete.

O ministro lembrou ainda que todas as forças federais foram acionadas, sem um único registro de violência. “Isso é importantíssimo”, disse. Ele agradeceu a todos: aos caminhoneiros autônomos, à confederação do setor de transportes e à sociedade. “Reconhecemos que tivemos todos de dar uma cota de sacrifícios, mas  caminhamos celeremente rumo à normalização”, completou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    + um da maçonaria do PMDB , PT, PSDB , jogando conversa no ventilador.

  2. Avatar

    Não chegaria as bombas até 01/06 , sexta feira? Palavras o vento levando, bando de mequetrefes!

  3. Avatar

    Eliseu Padilha, o “Primo” da lista da Odebrecht, onde aparece com tendo recebido uma “doação” de 4 milhões, emedebista que pelo visto assumiu de vez o cargo de “primeiro ministro”. Só não quer destacar os cortes de verbas públicas na educação e na saúde, torcendo para que o povo esqueça até outubro e vote nos candidatos do MDB e partidos aliados, alguns até bons e honestos, mas que vão somar votos para a legenda e ajudar a eleger os mesmos “raposas velhas” de sempre, que têm garantidos os votos de seus “currais” eleitorais.

Untitled Document