segunda-feira, 21 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Peixarias esperam boas vendas até sexta-feira

Peixarias esperam boas vendas até sexta-feira

Matéria publicada em 11 de abril de 2017, 20:23 horas

 


Expectativa é pela Semana Santa, quando os fiéis restringem o consumo de carne vermelha e a substituem pelo peixe

Carne branca: Tradição cristã faz com que fiéis troquem a carne vermelha pelo peixe na Semana Santa

Carne branca: Tradição cristã faz com que fiéis troquem a carne vermelha pelo peixe na Semana Santa

Volta Redonda – Desde o último domingo (9), quando teve início a Semana Santa, o movimento nas peixarias aumentou. A expectativa é de boas vendas, com o movimento sendo intenso a partir desta quinta-feira até a sexta-feira Santa, quando pela tradição cristã, os fiéis restringem o consumo de carne vermelha e a substituem pelo peixe.

Em uma peixaria no bairro Aterrado, o gerente Luiz Paulo Barbosa contou que os clientes têm procurado por peixes grandes para poderem fazer as tradicionais refeições e optados por pescados mais baratos para compor os outros cardápios do período da Quaresma. Corvina e salmão têm sido mais procurados, com a sardinha e a cavalinha sendo as opções mais baratas.

– A nossa expectativa é que as vendas comecem a aumentar a partir de hoje seguindo até sexta-feira, quando é registrado um grande movimento na loja, pois muitos preferem comprar o pescado na sexta-feira. Este ano, muitos clientes têm procurado por peixes grandes como corvina e salmão e por pescados mais baratos para fazer outros pratos durante a Quaresma, como sardinha e cavalinha, sendo que a sardinha sempre tem boa saída na peixaria – disse, acrescentando que o quilo da corvina está saindo por R$ 22,90, o do salmão por R$ 64,80, enquanto a sardinha e a cavalinha são mais baratas, custando respectivamente R$ 15,99 e R$ 13,99 o quilo.

Apesar da recessão econômica pela qual o país enfrenta, o gerente da peixaria disse que a tradição cristã continua sendo mantida e impulsionando as vendas neste período da Quaresma. A expectativa dele é que elas superem o registrado no ano passado. Por isso, quatro funcionários extras foram contratados para suprir a demanda de atendimento. Ele revelou ainda que já solicitou a vinda de mais pescados frescos para abastecer a peixaria na Sexta-feira Santa.

– Contratamos quatro funcionários extras para atender a demanda durante a Quaresma, esse período continua sendo o melhor para as vendas. Estamos investindo também na compra de pescados frescos, não deixando faltar alguns peixes que são mais procurados pelos clientes – ressaltou.

Em outra peixaria de Volta Redonda, essa no bairro São Geraldo, a procura cresceu desde o início da semana. Tira-vira, corvina, filé de linguado e salmão são os mais buscados pelos consumidores. Já entre os mais baratos o preferido é o peixe espada.

– Vendemos bem no ano passado, aumentamos em 80% as vendas. Se conseguirmos o mesmo número este ano está ótimo. Nem estamos criando tanta expectativa devido à crise econômica. O movimento de clientes já começou a aumentar essa semana, na véspera e na Sexta-feira Santa, é bem maior a procura por peixes e consequentemente as vendas fluem – disse a gerente da peixaria, Carla Martins. Ainda segundo ela, os preços dos peixes não registraram aumento, com o quilo dos peixes sendo: R$ 74,80 salmão; corvina R$ 16,80; sardinha R$ 11,90 e o filé de linguado por R$ 36,80.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Exploradores…aqui no Brasil eles sobem preço quando tem algum evento especial, e depois baixam a patamares normais de custo e preço…por isso que Brasil é Brasil e Europa é Europa…

  2. Avatar

    Vc tá é louco pagar 74 reais no quilo do Salmão essa peixaria deve ser aquela da subida da HUG que meter a mão nos clientes…Um verdadeiro assalto….

    • Avatar

      Não deve ser não… aquela raramente põe o preço de alguma coisa à vista do cliente! Aliás, este é um dos motivos pelo qual dificilmente compro lá.

Untitled Document