terça-feira, 30 de novembro de 2021 - 00:46 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Pesquisa indica aumento na cesta básica

Pesquisa indica aumento na cesta básica

Matéria publicada em 4 de julho de 2016, 14:42 horas

 


Procon pesquisou os preços de 34 itens da cesta em 10 estabelecimentos comerciais do município

Pesquisa indicou que o preço total da cesta teve aumento de 4,08% em comparação com o mês de maio (Foto: Arquivo)

Pesquisa indicou que o preço total da cesta teve aumento de 4,08% em comparação com o mês de maio (Foto: Arquivo)

Barra Mansa – Entre os dias 28 a 30 de junho, o Procon pesquisou os preços de 34 itens da cesta básica em 10 estabelecimentos comerciais do município. A pesquisa indicou que o preço total da cesta teve aumento de 4,08% em comparação com o mês de maio. Entre os itens cujos preços subiram está o feijão preto que, este mês, está 55,64% mais caro.

O sabão de coco em barra vem em seguida, com aumento de 30,28%. Na lista dos produtos que tiveram redução de preços estão o quilo da cebola, que caiu 52,61% e a linguiça de porco com queda de 5,91%.

Para a totalização da pesquisa, os produtos não encontrados em determinados supermercados tiveram os preços cotados à média. A menor cotação ficou com o supermercado VERJ em R$ 232,13 e a maior com o Supermarket em R$ 259,50. A diferença entre os dois estabelecimentos ficou em R$ 27,37 e o preço médio da cesta em R$ 243,90.

Veja a tabela completa na edição impressa desta terça-feira (5) do DIÁRIO DO VALE.

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Ordem e Progresso

    Matéria mentirosa!
    Tenho todas as notas de supermercado desde 2013, organizadas mês a mês. Somente este ano as médias de aumento para alguns itens foram:
    Leite: 46%
    Feijão Carioca: 116%
    Óleo: 33%
    Açúcar: 31%
    Alho: 128%
    Detergente: 52%

    Isso foi tirando as médias entre os supermercados de Volta Redonda desde janeiro de 2016. Aqui citei somente alguns, mas tem muito mais. Só tentem ver a verdade: a economia do Brasil está completamente fora de controle.

Untitled Document