domingo, 25 de outubro de 2020 - 11:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Petrobras reajusta em 5% preço do gás de cozinha

Petrobras reajusta em 5% preço do gás de cozinha

Matéria publicada em 4 de junho de 2020, 08:49 horas

 


Trabalhador movimenta botijões de gás de cozinha em distribuidora em São Paulo (SP)Brasília – A Petrobras informou que vai reajustar em 5% o preço médio do gás liquefeito de petróleo (GLP) vendido pela companhia às distribuidoras a partir desta quinta-feira (4). Com isso, o preço médio da Petrobras será equivalente a R$ 24,08 por botijão de 13 quilos (kg). No acumulado do ano, a redução é de 13,4%, ou R$ 3,72 por botijão de gás de cozinha de 13 kg.

A Petrobras esclarece que igualou desde novembro de 2019, os preços do gás liquefeito de petróleo para os segmentos residencial e industrial/comercial e que o GLP é vendido pela Petrobras a granel. As distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Avatar

    Volta PT …

  2. Avatar
    Éramos todos Moro !

    Que saudades dos tempos em que o gás de cozinha e a energia elétrica tinham preços acessíveis ao povão. VOLTA , QUERIDA !

  3. Avatar

    Agora o gás de cozinha vai ter que subsidiar a gasolina que perdeu consuma. Parabéns aos bozoeleitores, mito, mito

  4. Avatar

    A Petrobrás é um caso complicado. Se dá lucro, ajuda o governo a investir naquilo que é sua função principal, oferecer serviços à população. Se dá prejuízo, tem que se livrar dela, não considerando outros aspectos estratégicos de interesse nacional… O aumento, se racional, até se tolera. A questão é que não é o momento para isso, definitivamente…

Untitled Document