quarta-feira, 28 de outubro de 2020 - 17:16 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Vice-governador diz que interior alavanca crescimento em todo o Estado do Rio

Vice-governador diz que interior alavanca crescimento em todo o Estado do Rio

Matéria publicada em 24 de outubro de 2019, 14:18 horas

 


Desenvolvimento econômico do Sul Fluminense é tema de debate entre políticos e educadores (crédito UniFOA)

Volta Redonda – O vice-governador do estado, Cláudio Castro, considerou o desenvolvimento do interior como pré-requisito indispensável para o crescimento econômico do Rio de Janeiro. Ao lado do secretário de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão, o político defendeu a interiorização da indústria, além de uma política fiscal que atenda, igualitariamente, aos municípios. O tema foi abordado durante o 2º Workshop de Desenvolvimento do Médio Paraíba e Sul Fluminense, na manhã desta quinta-feira, 24, no UniFOA, em Três Poços.

Castro defendeu ainda a redução dos impostos taxado para  combustíveis. A medida, conforme ressaltou o vice-governador, terá que surtir efeitos positivos nas bombas. “Temos que ser um estado competitivo e não podemos continuar pagando pelos altos preços dos combustíveis”, enfatizou, assinando pouco depois, a Licença para fabricação e montagem de máquinas de construção concedidas à Hyundai.

O prefeito Samuca Silva, que falou como representante dos demais prefeitos da região, pediu apoio do governo estadual para a implantação do Aeroporto do Aço e a abertura da BR-494, ligando Volta Redonda, Barra Mansa e Rio Claro. A pista, segundo o prefeito, é fundamental para o desenvolvimento da região, por se tornar uma via alternativa à Serra das Araras.

– Precisamos dar suporte para o desenvolvimento e estes dois investimentos são fundamentais para esse processo – lembrou Samuca, acrescentando que os constantes acidentes na Serra das Araras, na Via Dutra, se tornam um obstáculo para quem segue de Volta Redonda para o Rio de Janeiro, devido aos engarrafamentos.

Inovações

Alunos do curso de mestrado em materiais do UniFOA apresentaram a startup Biosolvit de biotecnologia especializada em remediação ambiental. A empresa desenvolveu um absorvedor orgânico de petróleo, tido como o melhor do mundo a partir do resíduo de palmeira. O projeto foi idealizado nos laboratórios da universidade.

– Nos preocupamos em formar profissionais com um olhar para o futuro, preocupados com o meio ambiente e com o desenvolvimento da nossa região – ressaltou o reitor do UniFOA, Carlos José Pacheco.

Objetivo

Destinado a empresários da região, o workshop segue com  palestras de gestores públicos e privados das áreas de desenvolvimento, financiamento, infraestrutura e meio ambiente, além de um horário especial – de três horas de duração –  para atendimento aos empreendedores, junto aos  técnicos da Jucerja, Corpo de Bombeiros, Agência Estadual de Fomento (AgeRio) e Inea.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    que auditório top hem !

Untitled Document