quinta-feira, 27 de janeiro de 2022 - 17:10 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Porto Real tem cerca de 900 microempreendedores

Porto Real tem cerca de 900 microempreendedores

Matéria publicada em 24 de maio de 2017, 18:46 horas

 


Oportunidade é de trabalhar como comerciante legalizada de maneira menos burocrática

Oportunidade é de trabalhar como comerciante legalizada de maneira menos burocrática

Porto Real – Moradora do bairro Imperial Center, a aposentada, Terezinha Montezuma, viu no MEI (Microempreendedor Individual), uma oportunidade de trabalhar como comerciante legalizada de maneira menos burocrática.

– Quem não conhece, está perdendo. É um processo simples e fico despreocupada, porque estou trabalhando legalmente – garante.

Em Porto Real, o número de MEI’s corresponde a um total de 870 contribuintes.

– Uma irmã da minha igreja me passou o ponto. Foi uma bênção de Deus na minha vida. É tudo muito fácil e descomplicado. O atendimento é excelente e as facilidades de ser um MEI são várias. Tenho respaldo para fazer a declaração do Imposto de Renda, o que me tranquilizou muito. Assim me sinto uma comerciante de verdade, como qualquer outro empresário – exaltou Terezinha.

O maior percentual dos MEIs está cadastrado no ramo de alimentação, que registra um total de 34,5% dos microempreendedores cadastrados. Aproximadamente 700 atividades podem ser enquadradas no MEI. Entre a lista de atividades específicas mais procuradas destacam-se salões de beleza, vestuários e lanchonetes. Beleza e estética representam 13,6%, enquanto o ramo de vestuário registra um total de 9,5% dos MEI’s e as lanchonetes marcam cerca de 6,5%.

Dentre os vários benefícios de ser MEI estão: cobertura previdenciária, menor custo com funcionário, formalização menos burocrática, acesso a serviços bancários (o MEI pode abrir conta empresarial e até pedir financiamento), cobrança unificada e barata e apoio técnico do Sebrae.

O assessor responsável pelo MEI, José Ademir Bitencourt, explicou como deve proceder quem deseja se formalizar como microempreendedor individual. “O interessado deve procurar a Sala do Empreendedor na secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda com a documentação necessária. Quando efetua o registro o MEI já sai com CNPJ e com o Certificado de Microempreendedor Individual, que tem efeitos de Alvará de Funcionamento Provisório, pelo prazo de 180 dias”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document