Prefeitura se reúne com MetalSul e discute demandas do setor - Diário do Vale
terça-feira, 21 de setembro de 2021 - 23:56 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Prefeitura se reúne com MetalSul e discute demandas do setor

Prefeitura se reúne com MetalSul e discute demandas do setor

Matéria publicada em 28 de julho de 2021, 16:48 horas

 


Medidas discutidas em reunião promovida em Barra Mansa visam à redução da carga tributária das empresas do setor

Barra Mansa – As secretarias de Desenvolvimento Econômico e  Meio Ambiente realizaram nesta quarta-feira, 28, um encontro com o diretor da Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços (Aciap) Manoel Duarte e com o presidente da MetalSul, Jairo Rodrigues, para o fomento do setor metal mecânico do município.

Na reunião, foram discutidos os regulamentos já vigentes da Lei Estadual 8.960/20 e da Lei Estadual 8.960/20, que estabelece regime diferenciado de tributação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para indústrias do setor metal mecânico instaladas no estado, como também demandas de fomento para a cidade, a fim de ajudar a parte industrial a se desenvolver cada vez mais.

As medidas visam à redução da carga tributária das empresas do setor e, na prática, indústrias que aderirem ao benefício terão aumento de competitividade perante os estados concorrentes, como Minas Gerais e São Paulo. Desta forma, também há a expectativa de que empresas que comercializam com as siderúrgicas locais sejam atraídas para instalarem suas fábricas no Rio de Janeiro.

O secretário de Desenvolvimento, Bruno Paciello, comentou sobre o assunto. “Estamos à disposição para o melhor entendimento das demandas do MetalSul para que possamos fomentar cada vez mais as indústrias no nosso município.”
O secretário de Meio Ambiente, Vinicius Azevedo, falou como a pasta pode colaborar com os possíveis novos projetos.

“O Conselho Municipal de Meio Ambiente (Condema) baixou uma resolução que fala da dispensa de demarcação de faixa marginal quando a área de interesse está entre o logradouro público e o curso d’água. Debatemos também a questão do projeto de regularização fundiária na margem dos rios Barra Mansa, Paraíba do Sul, Bocaina e Bananal, entendendo que hoje as grandes indústrias estão em áreas ribeirinhas.”

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document