sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Prorrogado período de inscrição para programa de auxílio financeiro a pesquisas científicas

Prorrogado período de inscrição para programa de auxílio financeiro a pesquisas científicas

Matéria publicada em 19 de novembro de 2019, 15:42 horas

 


Pesquisas de alunos da região podem receber auxílios de até 15 mil reais

Sul Fluminense- Foi prorrogado o período de inscrição para o programa de auxílio financeiro a pesquisas científicas, do Comitê Guandu-RJ. O edital tem como objetivo fomentar a pesquisa científica com ênfase em recursos hídricos, promovendo a obtenção de dados que possam contribuir para a gestão da região Hidrográfica II do estado do Rio de Janeiro. Podem participar da seleção pesquisas (TCC, teses) desenvolvidas por alunos ou pesquisadores de instituições, universidades, escolas técnicas e profissionalizantes, e de faculdades e fundações de ensino e pesquisa, públicas ou privadas sem fins lucrativos. O edital prevê até 15 mil reais para cada pesquisa, em um total de 300 mil reais disponibilizados. Inscrições vão até 20 de dezembro.

O proponente deve ser o professor orientador da pesquisa que pode inscrever pesquisas desenvolvidas dentro da região hidrográfica II que compreende integral ou parcialmente 15 municípios fluminenses (veja a relação no edital). São 15 áreas temáticas que vão de segurança hídrica e turismo agroecológico a ações para controle de queimadas e plano de comunicação. O projeto de auxílio à pesquisa do Comitê Guandu-RJ é desenvolvido desde 2012 e neste ano soma cerca de um milhão de reais em auxílios financeiros disponibilizados, que fomentaram mais de 100 projetos. A iniciativa contempla uma das agendas do Plano Estratégico de Recursos Hídricos do Comitê Guandu-RJ, que prevê programas e ações voltadas ao conhecimento, pesquisa e educação ambiental.

Para se inscrever, os interessados devem entregar a documentação exigida impressa, em envelope fechado e identificado, acompanhada de sua respectiva versão digital armazenada em unidade digital, até o dia 20 de dezembro, na secretaria executiva do Comitê Guandu-RJ, em Seropédica/RJ. As propostas enviadas via Correios serão consideradas se postadas até a data limite para inscrição e, obrigatoriamente, encaminhadas também por correio eletrônico (e-mail), no formato PDF, acompanhada do comprovante de postagem. O edital completo, a ficha de inscrição e demais documentos e informações estão disponíveis em  www.agevap.org.br/edital-016-2019.php . Informações pelo telefone (21) 3787 3729 e/ou pelo e-mail: editalguandu@agevap.org.br.

Colhendo frutos

O resultado de uma das pesquisas científicas que recebeu auxílio financeiro do Comitê vi ser patenteado pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Rozileni Caletti, em 2017, sob a orientação dos professores Alexandre Lioi Nascentes e Paulo Jansen de Oliveira, desenvolveu no seu mestrado uma pesquisa sobre a utilização de granulado bioclástico para remoção de fósforo no tratamento de lixiviado de aterro sanitário, tendo-se verificado ainda a possibilidade de sua aplicação no tratamento de água de abastecimento e efluentes líquidos. “Por meio dos estudos conseguimos dar uma nova aplicabilidade para o granulado bioclástico e usá-lo para tratar efluentes líquidos que são potenciais poluidores de corpos hídricos”, explicou a química, que recebeu R$ 10 mil de apoio para a pesquisa. Para ela, a iniciativa do órgão é fundamental para estimular a ciência do país.

O Comitê Guandu-RJ

O Comitê Guandu-RJ é um órgão colegiado, sem fins lucrativos, criado pelo Decreto Estadual n° 31.178 em 3 de abril de 2002. É um órgão vinculado ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CERHI), com atribuições consultivas, normativas e deliberativas, integrante do Sistema Estadual de Gerenciamento e Recursos Hídricos (SEGRHI), que visa a promover a gestão descentralizada e participativa dos Recursos Hídricos na bacia hidrográfica. Para isso, através da AGEVAP, sua agência delegatária, desenvolve projetos em sua área de abrangência visando a melhoria da disponibilidade e da qualidade da água que abastece quase 10 milhões de pessoas do estado do Rio de Janeiro. A área de atuação do Comitê é a Região Hidrográfica II, do estado do Rio de Janeiro, que engloba o território de 15 municípios fluminenses: Itaguaí, Seropédica, Queimados, Japeri, Paracambi, Engenheiro Paulo de Frontin (totalmente abrangidos), além de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Miguel Pereira, Vassouras, Piraí, Rio Claro, Mangaratiba, Mendes e Barra do Piraí (parcialmente abrangidos).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document