quarta-feira, 24 de abril de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Resende aposta na geração de novos empregos

Resende aposta na geração de novos empregos

Matéria publicada em 19 de março de 2019, 16:39 horas

 


Anúncio de investimentos na fábrica da Volkswagen Caminhões e Ônibus e chegada da Havan prometem movimentar a cidade

Resende – Os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Governo Federal, apontaram Resende como uma das poucas cidades do estado a fechar janeiro com saldo positivo na geração de novas vagas no mercado de trabalho. Foram 142 empregos novos gerados no primeiro mês do ano. O bom resultado foi seguido de duas notícias que abrem perspectivas positivas para a cidade na área econômica: a chegada de uma unidade da Havan e a confirmação de que a Volkswagen Caminhões e Ônibus investirá R$ 1,5 bilhão na fábrica local.

As boas notícias foram celebradas pelo governo municipal, que esteve a frente das negociações para a chegada da Havan. Além disso, o setor de Serviços foi o que mais gerou empregos no mês de janeiro, segundo o balanço do Caged. Muito graças aos trabalhos de desburocratização da Prefeitura na abertura de novos negócios.

– Todas as cidades ficam muito a mercê do cenário nacional e até internacional, mas mesmo com todas as dificuldades Resende foi a cidade que mais gerou empregos em todo o estado no ano de 2017 e se manteve no azul em 2018. Abrimos 2019 com boas oportunidades, mas sabemos que temos muito a fazer para ajudar que isso tudo se concretize e também que mais empregos sejam gerados. Nossa parte está sendo feita com muita dedicação e empenho – disse o prefeito Diogo Balieiro.

No início do mês, o presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes, apontou ao governador Wilson Witzel o valor do investimento bilionário. Além disso, segundo o executivo, a capacidade produtiva na fábrica de Resende chegará a 100 mil unidades ao ano trabalhando em três turnos. Hoje são dois turnos, sendo que um destes ainda é parcial.

“Estamos no meio de um plano de investimento de R$ 1,5 bilhão no Rio de Janeiro. Nossa capacidade produtiva na fábrica de Resende (RJ) é de 100 mil unidades ao ano, trabalhando em três turnos. Hoje, operamos em dois turnos, e um deles ainda é parcial. Afirmei ao governador Witzel que estamos prontos não apenas para absorver a recuperação do mercado brasileiro, mas preencher todas as lacunas recentemente deixadas pela concorrência na América do Sul”, disse Roberto Cortes, em comunicado oficial.

Além disso, em negociações encabeçadas pelo prefeito Diogo Balieiro e o Secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Tiago Diniz, uma loja da rede Havan foi confirmada para chegar a Resende com 200 empregos diretos.

Com isso, duas áreas consideradas como das mais sensíveis da economia resendense abrem boas perspectivas para o restante de 2019: indústria da transformação e comércio. Em janeiro o balanço já foi positivo em geral, em um mês tipicamente complicado, quando há muitas demissões após as festas de fim de ano e o fim das vagas temporárias.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Avatar

    Uma empresa com mais de 100 lojas deve ter Know-how suficiente para avaliar o custo-benefício em relação ao local onde será instalada sua loja. Não são amadores, penso eu.

    • Avatar

      Sim, mas é muito comum investimentos independente do setor não responder como o planejado. Várias lojas grandes ja fecharam as portas por isso. Habbis, Marisa… e quer um exemplo maior: a fabrica da Land Rover !

  2. Avatar
    Pião com salario de comércio

    Volta Redonda já era só exite o sucatão com salario de comércio isso sim.Quem estuda não fica nessa roça cheio de pó suspenso cancerígeno.

    • Avatar

      o mal do brasil são “pessoas” como este que ao invez de pensar em somar para uma região próspera prefere o mal dos outros e o bem do próprio umbigo. Por isso que quero cada vez mais distancia de resende, que parece um urubu usurpando os outros desejando o mal e que se preocupa somente com a própria carniça, bando de abutres !

    • Avatar

      Sul Flu
      Falou tudo

      Enquanto não faltam exemplos de regiões que somam forças para ser referência em alguma atividade e fortalecer a economia, ainda temos quem em pleno 2019 conviver com pessoas que tem esse ranço e essa mentalidade de capial de roça.

  3. Avatar

    Chupa essa volta redonda.

    • Avatar

      Que comentário idiota

      Ao invés de se preocupar com o sul fluminense forte, fica querendo que somente o seu quintal seja bonitinho

      Por causa de seres assim , estamos na maior merda dos nossos 519 anos

  4. Avatar

    Só acho uma pena que a Havan não será no PatioMix… Acho que um ajudaria o outro neste caso. Da forma como está, ou seja, Patiomix com poucos atrativos e deserto e a Havan isolada na Dutra, é problema de sustentabilidade para ambos os empreendimentos… No final perdem eles, os empregos gerados e a arrecadação…

    • Avatar

      O PDV é péssimo para a Havan, vai ser uma loja vazia certamente e já projeto o fechamento dela em poucos meses após a inauguração, sendo pessimista, não é a realidade.

    • Avatar

      Mas nao sera no patiomix, a loja sera erguida ao lado da concessionaria CIAC da Volkswagen, na margial que desenboca na Dutra.

Untitled Document