quarta-feira, 27 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Restaurantes já começam a se adaptar para a Quaresma

Restaurantes já começam a se adaptar para a Quaresma

Matéria publicada em 10 de março de 2019, 17:05 horas

 


Modificação do cardápio acontece para atender clientela católica que come mais peixe no período

Volta Redonda- Com a chegada da Quaresma, alguns restaurantes de Volta Redonda já estão alterando os cardápios, incluindo novos pratos a base de peixes e frutos do mar. O objetivo é atender a demanda de clientes católicos, que no período de 40 dias após o Carnaval evita a carne vermelha em sinal de fé.

De acordo com Joseane Lima, sócio proprietária de um restaurante no Centro da cidade, normalmente neste período da Quaresma há um aumento de 20 a 30% em pedidos de peixes. Por este motivo, é feita uma modificação do cardápio, com uma adequação para pratos com frutos do mar e mais variedades de peixes.
– Em razão de uma procura maior dos clientes por peixes, neste período começo a comprar uma variedade maior desse produto, além de aumentar as opções no cardápio. Peixe frito e filé de peixe nós já servimos diariamente aos clientes, mas com a Quaresma começo a perceber um interesse maior dos clientes em relação a esses pedidos, nos obrigando a incluir mais opções e variedades tanto de peixes como de frutos do mar – confirma Joseane.

Quem também confirma uma procura maior de peixes por parte de seus clientes é a gerente de um restaurante de self service na Paulo de Frontin, Aline Barros.
– Desde quarta feira, quando se iniciou a Quaresma, já tenho notado que alguns clientes estão exigindo mais opções de peixes, e esta tendência só tende a aumentar até a Semana Santa. E com isso tivemos que acrescentar mais opções e variedades de peixes, além de passar a servir todos os dias, o que antes fazíamos apenas duas vezes por semana. Acredito que os pedidos por peixes já aumentaram em 60% neste início da Quaresma – afirma.

Segundo Aline, as opções para os clientes são variadas como peixe frito, moqueca e peixe ao molho, lembrando que o que sai mais é o frito. “Neste período trabalhamos com tilápia, peroá e cação”, diz.

Apesar da Quaresma, o comerciante Celso Coutinho, dono da única barraca que vende peixes na feira livre de Volta Redonda diz que as vendas ainda estão normais.
– Mesmo com a existência de alguns Católicos que ainda seguem a tradição de comer peixes durante a Quaresma, ainda não estou percebendo um interesse maior por parte dos meus clientes nestes primeiros dias da Quaresma. O aumento nas vendas só deve acorrer na Semana Santa, por enquanto quem está comprando peixe na feira é quem gosta mesmo – afirma Celso.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document