quarta-feira, 19 de janeiro de 2022 - 01:51 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / ‘Rio Mais Simples’ debate soluções para negócios fluminense

‘Rio Mais Simples’ debate soluções para negócios fluminense

Matéria publicada em 28 de abril de 2021, 10:00 horas

 


Rio e Sul Fluminense – Com o desafio de criar um ambiente propício para a melhoria do ecossistema de negócios no estado, o Sebrae Rio realizará no dia 5 de maio, das 9h30 às 13h, o Seminário “Rio Mais Simples”. Online, o encontro tem por objetivo colocar na pauta dos governos Estadual e Municipais a temática Redesim – Rede Nacional para Simplificação do Registro de Empresas e Negócios, garantindo um processo único e racionalizado para a abertura e o licenciamento de empresas (abertura, alteração e baixa).

Gratuito, o evento é voltado para gestores públicos, empresários de qualquer perfil, como Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, profissionais contábeis, entre outros. Na temática da desburocratização, o Sebrae Rio atua no sentido de disponibilizar consultorias junto aos municípios e órgãos estaduais para facilitar o processo de integração à Redesim. Dos 92 municípios fluminenses, 89 já se encontram integrados ao sistema administrado pela Junta Comercial (Regin – Sistema de Registro Integrado).

Considerado o maior evento sobre a temática desburocratização no estado, o “Rio Mais Simples” contará com as participações de Fábio Silva, secretário especial da Micro e Pequena Empresa do Governo Federal; André Ceciliano, presidente da Alerj; Chicão Bulhões, secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação da Prefeitura do Rio; Antonio Alvarenga, diretor-superintendente do Sebrae Rio; Samir Nehme, Renato Mansur e Affonso d’Anzicourt, respectivamente, presidentes do CRCRJ, do Sescon RJ e da Jucerja,entre outras autoridades.

De abrangência estadual, o Rio Mais Simples cria um espaço para diálogo e troca de experiências entre os órgãos em relação à simplificação do processo para registro e licenciamento empresarial, assim como à modernização dos serviços públicos para a melhoria do ambiente de negócios fluminenses. Procuramos induzir a harmonização das regras de negócios nos órgãos municipais e do estado do Rio para que elas funcionem de maneira coordenada, sem que tenhamos processos que se sobreponham”, afirma Tito Ryff, Gerente de Políticas Públicas do Sebrae Rio.

Para Chicão Bulhões, desburocratizar é mais do que simplificar processos e melhorar a eficiência dos recursos públicos. “É também um ato de inclusão social, de combate às desigualdades e de cidadania. Quanto mais simples, fácil e barato for estar dentro da lei, menor será a quantidade de pessoas empurradas para estarem à margem da sociedade”, afirma o secretário.

O seminário está dividido em três painéis: “Desburocratização e modernização de serviços para o cidadão”, “Liberdade Econômica no Estado do Rio de Janeiro” e “Novas medidas de simplificação, controle e monitoramento”. Também haverá apresentação das iniciativas relacionadas à modernização dos serviços públicos e simplificações do processo de abertura e licenciamento de empresas fluminenses.

Segundo Samir Nehme, é preciso, principalmente, reduzir a quantidade de obrigações acessórias. “Uma burocracia injustificada em boa parte das ocasiões, que demanda tempo e dinheiro dos empresários, engessa e dificulta o desenvolvimento dos negócios e prejudica a disponibilidade do profissional da contabilidade para assessorar as empresas e apoiar o processo de tomada de decisão”.

O evento é promovido pelo Sebrae Rio e conta com apoio da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, do Comitê Gestor de Integração do Registro Empresarial (Cogire), da Junta Comercial do Estado do Rio, do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Estado do Rio de Janeiro (Sescon RJ) e do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro (CRCRJ).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document