segunda-feira, 24 de janeiro de 2022 - 20:50 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Saques da poupança superam depósitos em R$ 57 bilhões

Saques da poupança superam depósitos em R$ 57 bilhões

Matéria publicada em 7 de novembro de 2015, 16:39 horas

 


pouo_cot24

Registrado em 2003: Saldo negativo em dez meses já supera o pior resultado anual da série histórica (Foto: Fotos públicas)

Brasília – O Banco Central (BC) informou que os brasileiros retiraram R$ 3,264 bilhões a mais do que depositaram na poupança em outubro. Foi o pior resultado para o mês desde o início da série histórica do BC, em 1995. De janeiro a outubro, a caderneta acumula captação negativa de R$ 57 bilhões. O saldo negativo em dez meses já supera o pior resultado anual da série histórica, registrado em 2003, quando a poupança encerrou o ano negativa em R$ 10,424 bilhões. As informações são da Agência Brasil.
Em outubro, os saques na poupança somaram R$ 154,5 bilhões, superando os depósitos, que ficaram em R$ 151,3 bilhões. O valor total nas contas ficou em R$ 644,8bilhões. O volume dos rendimentos creditados nas cadernetas dos investidores alcançou R$ 4,061 bilhões.
Vários fatores têm contribuído para a fuga de recursos da poupança em 2015. Em primeiro lugar, as elevações da Selic (taxa básica de juros da economia), atualmente em 14,25% ao ano, tornaram a poupança menos atraente que outras aplicações. Segundo a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a caderneta é mais vantajosa do que os fundos de investimento apenas quando as aplicações são inferiores a seis meses, apesar de a poupança ser isenta de Imposto de Renda e de taxas de administração.
A alta da inflação também contribuiu para a perda de atratividade da poupança. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) está em 9,93% no acumulado de 12 meses até outubro. O aumento dos preços e do endividamento dos consumidores diminui a sobra de recursos a ser aplicada na caderneta.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

15 comentários

  1. bom acho que ja esta passando da hora de vender as estatais para pagar dividas . para não ficar cobrando
    impostos do povo pq o povo já não esta mais aguentando pagar tanto imposto .se vender as estatais o governo não terá da onde roubar se vender a Petrobras não ira mais roubar.

  2. A economia explica isto, país sem poupança, país quebrado ! Valeu Dilma ! Valeu Lula ! Valeu PT ! Conseguiram quebrar o país.

  3. São poucos os brasileiros que retiraram parte desse volume todo. Eu arrisco a afirmar que são raros em relação ao volume, já que todos estão endividados. Se estão endividados não há motivo para terem dinheiro na poupança.

    Eu arrisco a dizer que 95% desse volume todo são de investidores que sairam da Bolsa de Valores (não confundir com Bolsa Familia) quando ela estava caindo em 2014 e se aportaram na poupança, mas aproveitaram a SELIC alta para investirem em Títulos Públicos que qualquer brasileiros com um mínimo de interesse pode aplicar a partir de R$ 30,oo.

    • investidores NA POUPANÇA?……..essa é a melhor do ano…..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • ÊTA POVINHO corrupto

      Imagine Vc ter milhoes de reais em ações perdendo devido a queda na bolsa? Não liquidava o prejuízo e colocaria na poupança? Ou colocaria em baixo do colchão? Deixar no banco é mais prejuízo. Quem faz isso é só o POVINHO para ajudar o banqueiro a ter mais dinheiro para emprestar ao o POVINHO e com isto ganhar mais ainda.

  4. a ta nego ta e com medo do golpe da caderneta confiscada kkkkk

  5. Al Fatah, Parabéns pelo seu comentario, vejo comentarios aqui ha muito temo, mas na sua maioria, não são construtivos. Seu comentario é rico e enriquedor, alimenta um debate construtivo. Parabens !!!

  6. O motivo principal da retirada é, obviamente, o aumento no custo de vida, juntamente com o desemprego. A imensa maioria dos aplicadores em poupança o fazem para fins de reserva, tipo uma gordura acumulada para períodos de carestia, como agora. Poucos usam a poupança como investimento, apesar de ela render mais que aluguel e em época de juros baixos, mais que fundos de renda fixa com cobrança de IR e taxa de administração…

    R$200.000 aplicados na poupança rendem cerca de R$1.240 mensais hoje, um dinheiro certo todo mês e livre de tributos… Se uma pessoa aluga uma casa cujo valor de mercado esteja nessa patamar de duzentos mil, ele vai alugar por cerca de 0,50% desse valor, dependendo do lugar e da procura até menos, o que daria uns 900 a 1.000 reais por mês. Além disso, aluguel sofre incidência de Imposto de Renda, a não ser que o locador seja aposentado. Tem também a taxa da imobiliária, quase nunca inferior a 10%. Há ainda o risco de depreciação do imóvel por danos provocados pelo inquilino, além de atrasos no pagamento, inadimplência e a quase onipresente e temida vacância: um imóvel pode ficar meses ou anos sem ser alugado, sem render dinheiro, muito pelo contrário. Vc paga todas as contas…

    A poupança ainda é um dos investimentos mais seguros em qualquer cenário, embora logicamente não pague bem a quem não quer correr os riscos do mercado…

    • kkkkkkkkk sabe de nada inocente

    • Farncisco (é assim mesmo?), vc é corretor de imóveis, dono de imobiliária ou presidente do Sinduscon? Porque eu não sou banqueiro mas entendo um pouco de mercado financeiro, apesar de não ser expert…

      Diga-nos aqui o que não sabemos mas deveríamos saber. Talvez role um debate saudável e esclarecedor…

    • concordo com vc mas nem de longe a poupança e o investimento certo ela nunca acompanha a inflação fantasma do Brasil e digo mais assista o canal otário no YouTube dps vc me diz !

  7. É isso aí! A petista comunista endividou o POVINHO (incluindo os empresários) a partir de 2012, deu nisso, né?!

    Assim como qualquer cidadão se o país não tiver reservas não tem como sobreviver bem.

    Eu alertei aqui a burrada dela forçando a baixa da SELIC em plena cirse financeira mundial (começada em 2008 pelos americanos, diga-se de passagem). Era o momento dela ELEVAR ÀS NUVENS OS JUROS para evitar que o POVINHO pegasse empréstimos a perder de vista em 90 meses, e com isso se proteger da crise que chegaria no MEU PAÍS a qualquer momento.

    • Êta, vc não nasceu ontem. O interesse principal dela não é a saúde econômica do país, mas sim sua manutenção no poder. O lema político é: crescimento aparente, ainda que não sustentável a médio e longo prazo, mas por tempo suficiente para minha eleição…

      Está para nascer um político que assuma erros, que venha à imprensa dizer ao povo que errou e onde errou. Prefere imputar culpa a terceiros, igual um criminoso faz… Infelizmente, não há correção onde não há erros…

    • Um político alemão, japonês, chinês dentre outros assumem a culpa, pois sabem que lá não terão outra chance de ser reeleitos.

      Enquanto no Brasil, eles mentem porque sabem que o POVINHO adora uma mentirosa como acreditaram na Dilma e 95 mil acreditaram mais uma vez nas mentiras do prefeito corrupto.

      Vc acha mesmo que eles irão deixar de mentir e perder os votos do POVINHO?

Untitled Document