>
segunda-feira, 4 de julho de 2022 - 00:19 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Sicomércio, CDL e Aciap-BM pedem reforço na segurança da cidade

Sicomércio, CDL e Aciap-BM pedem reforço na segurança da cidade

Matéria publicada em 3 de maio de 2022, 18:17 horas

 


Reunião contou com a presença de autoridades e entidades de classe para discutirem o aumento de furtos e tentativas de arrombamentos no comércio e buscarem soluções

Foto: Divulgação
Representantes do empresariado de Barra Mansa querem cidade com mais segurança

Barra Mansa – O Sicomércio ( Sindicato do Comércio Varejista de Barra Mansa, Porto Real, Quatis e Rio Claro), se reuniu na tarde de segunda (2), com a CDL BM e ACIAP Barra Mansa, e representantes da segurança pública do município, com o objetivo de relatarem o aumento de furtos e tentativas de arrombamentos em estabelecimentos comerciais e buscarem soluções para garantir mais segurança para a população em geral.

A reunião contou com a presença do comandante da 2ª Cia. do 28º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente Ricardo Cunha; o Secretário de Ordem Pública, Capitão Abreu; o Comandante da Guarda Municipal de Barra Mansa, Paulo Sérgio Valente e demais autoridades. As entidades de classe da cidade possuem uma parceria importante em prol do comércio local e o tema segurança pública tem sido um dos temas mais debatidos recentemente, além de buscarem melhorias em diversos segmentos.

De acordo com a presidente do Sicomércio de Barra Mansa, Lilian Panizza, o encontro junto aos órgãos competentes visa buscar novas alternativas para coibir os furtos que estão reincidentes no comércio da cidade.

– Solicitamos maior atenção no centro da cidade, e estamos nos colocando à disposição para que juntos possamos sanar o problema, disse Lilian.

Ainda segundo ela, outra solicitação foi pedir a atenção da secretária de ordem pública para que aumente a fiscalização dos ambulantes irregulares.

– Sabemos que a maioria das vezes esses ambulantes irregulares vem de outros municípios, com mercadorias derivadas de contrabando, de crime e falsificadas, prejudicando não só o nosso comércio, mas também o consumidor.

De acordo com o presidente da CDL BM ( Câmara de Dirigentes Lojistas de Barra Mansa), Leonardo Santos, a união das entidades é de suma importância para o desenvolvimento da cidade.

– Foi uma reunião muito importante e que certamente trará reflexos positivos com planos estratégicos na cidade em relação à segurança pública. Acreditamos que quando há união – entre as entidades do comércio, e as instituições de segurança como polícia militar e prefeitura, por meio da Ordem Pública – as ações se tornam mais eficazes. Nessa ocasião, nós também como empresários que somos, pudemos passar as necessidades do dia a dia de cada lojista. Agora é avançar nos trabalhos e ajudar a diminuir os índices de furtos e prejuízos ao comércio que tem acontecido nos últimos tempos em Barra Mansa, relata o presidente da CDL Barra Mansa, Leonardo dos Santos.

Matheus Gattás, presidente da Aciap destacou a importância da união das entidades.

“Mais uma vez nos reunimos com as forças de segurança do município e agradecemos a sua disponibilidade, principalmente neste momento em que o comércio está vivendo uma sensação de insegurança. A importância dessa reunião  está na união de forças para conseguirmos atingir o mais rapidamente possível o nosso objetivo de trazer novamente uma tranquidade aos comerciantes que sofrem com os furtos que têm ocorrido durante as madrugadas”.

Foram apresentadas algumas soluções durante o encontro como a criação de um grupo de whatsapp para troca de informações entre a polícia, a prefeitura, a guarda e as entidades, com o objetivo de informar situações suspeitas. Além disso, foi proposto que todos os comerciantes instalem câmeras e cedam as imagens para a polícia. Também será instalado o programa Polícia Geral, juntamente com a Fecomercio para uma campanha de conscientização sobre os ambulantes.

O secretário de Ordem Pública, Capitão Abreu, disse que a prefeitura em breve vai implantar um projeto de instalação de câmeras para leitura de placa de carro e atividades suspeitas, e que serão em torno de 9 câmeras, com investimento em torno de R$ 550 mil. A previsão é para instalação ainda no mês de maio. O secretário também informou que as viaturas já começaram a passar no centro de 45 em 45 minutos, no Ano Bom e nos principais bairros onde há uma concentração maior de comerciantes.

O Sicomércio vai encaminhar as solicitações levantadas na reunião ao deputado estadual Marcelo Cabeleireiro, ao prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, pedindo apoio para conseguirem reforçar a segurança na cidade.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document