ÔĽŅ Sindicato realiza ato em defesa da Caixa 100% p√ļblica - Di√°rio do Vale
terça-feira, 14 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Sindicato realiza ato em defesa da Caixa 100% p√ļblica

Sindicato realiza ato em defesa da Caixa 100% p√ļblica

Matéria publicada em 7 de dezembro de 2017, 17:51 horas

 


Poss√≠vel negocia√ß√£o da Caixa Econ√īmica √© tema de protesto dos banc√°rios

Poss√≠vel negocia√ß√£o da Caixa Econ√īmica √© tema de protesto dos banc√°rios


Sul Fluminense –¬†
O Sindicato dos Banc√°rios do Sul Fluminense realizou nesta quinta-feira (7), um ato em defesa da Caixa 100% p√ļblica, nas ag√™ncias de Barra Mansa, Barra do Pira√≠, Porto Real e Volta Redonda. O movimento teve o objetivo de chamar a aten√ß√£o para as medidas adotadas pelo governo de Michel Temer (PMDB) com vistas √† privatiza√ß√£o da CEF.

A mobiliza√ß√£o foi motivada por uma reuni√£o do Conselho de Administra√ß√£o do banco, prevista para ocorrer em Bras√≠lia, onde existe a expectativa de aprecia√ß√£o na mudan√ßa do estatuto com o intuito de transform√°-lo em uma Sociedade An√īnima.

O ato tamb√©m foi realizado em v√°rias localidades do pa√≠s, com a distribui√ß√£o de informativos sobre a quest√£o. Na avalia√ß√£o do presidente do Sindicato, P√©ricles Lameira, o movimento foi extremamente positivo. ‚ÄúEstamos alertando a popula√ß√£o e a categoria banc√°ria que a abertura do capital da CEF s√≥ interessa ao mercado especulativo. √Č v√°lido lembrar que a Caixa √© o maior agente federal de fomento de pol√≠ticas p√ļblicas. √Č o banco que desempenha papel social como nenhuma outra institui√ß√£o financeira, atende a popula√ß√£o menos favorecida economicamente, com foco principalmente no financiamento de habita√ß√Ķes populares, al√©m de adotar pol√≠ticas antic√≠clicas, como redu√ß√£o do spread banc√°rio e libera√ß√£o de cr√©dito, quando os demais bancos fecham seus cofres‚ÄĚ, disse Cabral, ressaltando que os bancos p√ļblicos s√£o fundamentais porque t√™m fun√ß√Ķes que v√£o al√©m do lucro.

A Caixa √© o banco da habita√ß√£o. Gra√ßas a ela, milh√Ķes de brasileiros realizam o sonho da casa pr√≥pria todos os anos. S√≥ por meio do programa Minha Casa Minha Vida, que √© operado pela Caixa, mais de 2,6 milh√Ķes de fam√≠lias foram beneficiadas desde 2009. S√£o quase R$ 300 bilh√Ķes investidos, o que possibilitou, nesses oito anos, a entrega de 1.200 moradias por dia e a gera√ß√£o de 1,2 milh√£o de empregos.¬† Em rela√ß√£o ao FGTS, a Caixa tamb√©m √© fundamental. Ela administra hoje recursos da ordem de R$ 490 bilh√Ķes e realiza mil pagamentos a cada 10 minutos.

Mais de quatro mil cidades j√° tiveram obras financiadas com recursos do FGTS. Mas a Caixa √© tamb√©m o banco dos programas sociais, do saneamento b√°sico, da poupan√ßa, do esporte, da cultura, das Loterias, dos munic√≠pios. Propostas de privatiza√ß√£o j√° foram derrotadas no passado. Foi assim entre 1995 e 2002, quando diversas empresas p√ļblicas foram preparadas para se tornar espa√ßos de obten√ß√£o de lucro.

Um coment√°rio

  1. √Č bom para o povo a n√£o privatiza√ß√£o, pois Geddel Vieira Lima, gente do povo, foi colocado na CEF pelas m√£os da gerentona Dilma Vana Roussef e conseguiu ficar rico l√° dentro da Caixa…
    Por isso que o PSol é contra a privatização, pois com a privatização gente como Geddel não vai mais poder colocar a mão no dinheiro do Banco!!!!

Untitled Document