terça-feira, 11 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Trabalhadores protestam contra fim de siderúrgica em Cubatão

Trabalhadores protestam contra fim de siderúrgica em Cubatão

Matéria publicada em 11 de novembro de 2015, 10:19 horas

 


São Paulo – Trabalhadores e sindicalistas fazem desde o início da manhã de hoje (11) uma manifestação contra o fechamento da unidade da Usiminas, em Cubatão, na Baixada Santista. O protesto ocorre em frente à unidade. Os manifestantes tentaram impedir a entrada dos ônibus com trabalhadores e a Polícia Militar (PM) usou bombas de efeito moral para dispersar o grupo. A Tropa de Choque a Cavalaria da PM continuam no local. As informações são da Agência Brasil.

No final de outubro, a direção da Usiminas anunciou que iria desativar temporariamente as áreas primárias do complexo industrial da empresa, em Cubatão. Com isso, 4 mil postos de trabalho diretos e indiretos serão fechados, conforme a Usiminas. O Sindicato dos Metalúrgicos da Baixada Santista estima a demissão de até 8 mil trabalhadores.

Em apoio à manifestação dos trabalhadores, a Prefeitura de Cubatão alterou o horário de expediente nas repartições públicas, que funcionarão, excepcionalmente, hoje das 8h às 11h. Um ato organizado por sindicatos e centrais sindicais será realizado, às 11h, na frente da prefeitura.

Usiminas

Em relação à manifestação de hoje na porta da unidade, a empresa informa que a “Justiça do Trabalho garantiu, em decisão proferida ontem, o direito à livre manifestação sindical desde que os sindicalistas manifestantes não impedissem o acesso dos empregados à usina.

“Em virtude disso, a Usiminas lamenta que o cumprimento desta decisão tenha sido possível apenas depois da intervenção da Polícia Militar, que garantiu a entrada dos empregados e a operação normal da usina. A Usiminas entende a gravidade do momento, mas acredita que a tentativa frustrada de impedir o acesso à usina por parte de sindicalistas em nada contribuirá para a solução dos problemas relacionados à queda progressiva do mercado de aço e dos gargalos de competitividade de nosso país, fatores que estão na base da decisão de se desativar temporariamente as áreas primárias da Usina de Cubatão”, diz nota da empresa.

Em outubro, quando anunciou o encerramento da unidade, a Usiminas disse que a decisão estava relacionada à queda no consumo de aço no país.

“A decisão de desativar temporariamente parte da Usina de Cubatão se baseia em contexto de muitos desafios. Em nível mundial, o excesso de capacidade produtiva de aço já é da ordem de 700 milhões de tonelados e os patamares de preço encontram-se depreciados, sem perspectivas de recuperação consistente. Já no plano doméstico, números preliminares do Instituto Aço Brasil indicam queda no consumo aparente de aços planos de 14% neste ano em relação a 2014 e de 22% em relação a 2013, refletindo a atual crise econômica e a perda de participação da indústria de transformação no PIB brasileiro. Com isso, a siderurgia brasileira tem operado com um nível de capacidade instalada da ordem de menos de 70%. Somam-se os elevados custos de produção e a falta de isonomia competitiva frente à concorrência desleal do aço importado, notadamente da China”, disse o comunicado.

Um dos altos-fornos da siderúrgica foi desligado em maio deste ano e o laminador de chapas grossas em setembro. A companhia estima que o processo de suspensão das atividades leve de três a quatro meses para ser concluído. Com isso, a produção primária de aço deve ser concentrada na unidade da empresa em Ipatinga (MG).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

32 comentários

  1. esse pt de merda so tem imbecil e semi analfabeto acha que sabe tudo e so afunda o brasa bando de bandidos vestidos de terno e gravata bandidos autorisados a fazer o que querem esse paizinho de meeeeeeeerda.

  2. Votaram 13 ? Votaram na Dilma e Lula ? Votaram no PT ? Eu avisei que eles quebrariam o país. E a CSN vai pelo mesmo caminho.

  3. não entendo , algumas pessoas comemorando o fechamento da usiminas com 8 mil pais de família na rua
    o povo não estão mais valorizando os seus postos de trabalho e entregando a merce

  4. Coxinha de cidade-operária

    Tem que privatizar a Usiminas…

    • Ela já é privatizada ô desinformado!!! Nem parece que vive no Brasil dos PTralhas!!!

    • A Usiminas já é privatizada.

    • Coxinha de cidade-operária

      Ué, falaram que a privatização era uma coisa tão boa… Não vai me dizer que não tem que privatizar aquela mineradora que destruiu um ecossistema em MG (Vale, né?) com rejeitos tóxicos…

    • A privatização no geral foi boa, caro “coxinha”, pois o governo encerraria a atividade da maioria das empresas privadas de qualquer jeito na década de 1990. Mas pessoas com o pensamento igual ao teu, que estão controlando hoje o país, acabaram com nossa economia e quem produz não tem mais o que fazer, a não ser parar suas operações e demitir. Sem contar que nas estatais eles conseguiram roubar tanto que fizeram a maior delas viver a maior crise de suas história. Pense um pouco antes de postar bobagens. Leia sobre a economia mundial e veja quem está afundando com essa política que empregaram aqui e quem está avançando.

    • Coxinha de cidade-operária

      Caracará, aguarde 2018 e seu candidato será eleito para reviver o neoliberalismo e a gloriosa Era FHC, quando ainda se morria de fome no nordeste, a taxa selic ia a 46% e O FMI imperava por aqui. Para alegria dos “capitalistas” sem capital…

  5. Ué, moradores protestando contra o fechamento de uma siderúrgica? Muito estranho, se fosse em Volta Redonda muita gente estaria é comemorando o fim de uma empresa malvada e que só faz mal pras pessoas…

  6. Usiminas para CSN: “Eu sou você amanhã”!

  7. Em breve nossa cidade vai ter o mesmo fim de Cubatão, isso acontece com lugares como Volta Redonda onde a economia depende de uma unica fonte.
    Certo faz Barra Mansa, economia diversificada com força nos agronegócios e diversas industrias como Saint Gobain, Dupont, Votorantim, etc…

    • Errado! Essas indústrias que vc citou não sustentam Barra Mansa. A que gera mais empregos é a SBM, não mais que dois mil empregos, e está prestes a fechar as portas. A Du Pont não gera mais empregos que a A.Abreu ou a Incoflandres, a Unimed/VR gera mais empregos bem remunerados que a Saint Gobain… A maior parte da população de Barra Mansa trabalha fora, principalmente em VR e no claudicante pólo industrial de Resende/Porto Real, e os que trabalham na própria cidade dependem basicamente do comércio… A única cidade da região que pode dizer que tem economia diversificada hohe

      VR sem a CSN ainda geraria mais empregos que Barra Mansa, porque é um polo prestador de serviços (faculdades, hospitais, repartições públicas, escritórios variados, etc.)… VR sem a CSN teria um imenso terreno para desenvolver suas potencialidades de cidade central no Vale Fluminense, E SEM POLUIÇÃO!… Eu acho que Barra Mansa sentiria muito mais a falta da usina aqui, exceto pela questão dos impostos, que aí sim seria ruim para VR, pois é uma das poucas empresas grandes da região que recolhem IPTU, porque não veio por meio de incentivos fiscais…

    • Completando o primeiro parágrafo do post anterior, que ficou pendente: a única cidade da região que tem economia verdadeiramente diversificada e não dependente de um único setor (siderúrgico ou automobilístico) é Três Rios… Essa cidade, ao contrário de Resende e Porto Real, apostou em fábricas que ocupam relativamente pouco espaço, não exigiram investimento tão alto e não produzem itens de alto valor agregado mas, em contrapartida, geram muitos empregos. Já as montadoras fazem um escarcéu danado, aparecem em anúncios de TV, jornais e revistas alardeando milhões e até bilhões em investimentos para gerar apenas meia dúzia de empregos, bem remunerados sim, que servirão apenas à população mais instruída e qualificada e não renderão um centavo em impostos para os cofres públicos. Vale a pena? Sim, mas só para quem vai trabalhar ali… A Land Rover vai gerar na sua fábrica de Itatiaia menos empregos que numa loja de grande porte, mas paga relativamente bem, né?…

    • Muito bem Al Fatah!

    • Al Fatah, mas será que se CSN acabar as outras coisas que você citou não corre o risco de ir minguando também um por um aos poucos? não sei se sou pessimista demais mas acho que não ta dando pra confiar em mais nada, todo dia quando vou dormir acho que já vi de tudo e não tem mais nada pra acontecer, quando acordo vejo cada coisa, cada notícia, parece aquele filme que o personagem acorda sempre no mesmo dia, não sei se você já assistiu, agora não me lembro do nome, mas é isso, me sinto muito insegura quanto ao futuro de Volta Redonda, tenho medo que vire cidade fantasma.

    • Lila, é óbvio que a cidade sentiria um baque forte, afinal uma empresa como a CSN pesa em qualquer lugar, mas seria impossível a cidade virar “deserto”… Há dezenas de milhares de casas, apartamentos, ruas e viadutos que não seriam entregues “às baratas”, ninguém em sã consciência faria isso, até porque se os habitantes originais saíssem outros de fora comprariam bem barato ou mesmo ocupariam, como fizeram em Detroit (quebra das montadoras locais) e em Pittsburgh (fim das siderúrgicas). Essas cidades vergaram feio, mas não viraram “fantasma” porque se reinventaram… Três Rios até pouco tempo atrás era uma cidade estagnada, pois viu o fechamento da Santa Matilde, que para eles era o mesmo que a CSN aqui. Houve forte retração econômica, desemprego e muita gente saindo, mas a cidade continuou lá e reencontrou o caminho do desenvolvimento. Demorou, mas encontrou… Mesmo cidades menores, como Vassouras e Valença, não desapareceram com o fim de seus antigos sustentáculos econômicos. Só mesmo pequenos povoados são totalmente abandonados com o fim das atividades que retinham ali seus habitantes…

      Ademais, é mais fácil uma Volks ou uma Peugeot fechar que uma CSN, até porque montadoras já são construídas hoje de forma a minimizar impactos com a instalação da planta fabril. As isenções fiscais que recebem praticamente pagam o investimento e faz com que ao fim do período, ou conforme a situação econômica vigente, fechem-nas ou mesmo pousem noutras paragens mais lucrativas…

    • Al Fatah, você tem razão, já passamos por outras crises e esta talvez nos deixa mais fragilizados e com medo por vir acompanhando de tanto terrorismo psicológico, mas agente continua aqui firmes e fortes. Obrigada.

  8. É o reflexo deste DESgoverno PT. O que esperar do setor industrial e demais setores de um país com um PIB ridículo e com as contas públicas do avesso do avesso ? Votem PT ! Votem Dilma ! Votem Lula ! Trouxas !!!!

    • análise corretíssima! e a origem do mal: o desgoverno dos corruPTos que destroçou a economia do país. enquanto uns alienados até hoje questionam as privatizações! fosse a antiga cosipa uma estatal, estaria ela cheia de “cumpanhero” e nós, os babacas, mantendo-a através de impostos. preparem-se pois não sossegarão enquanto não retornarem com a CPMF, que será mais grana para torrar em cuba, venezuela e outros aliados que só afundam o Brasil. fora corruPTos!!!

  9. Para os muitos que provavelmente confirmaram o 13 nas eleições. Só lamento com uma pontinha de prazer: Bem feito !!!!

  10. VIVA OS PTRALHAS!!! VIVA SEUS ELEITORES!!! VOLTA LULLA, COLLOR, ZÉ DIRCEU, PALOCCI, GENUÍNO E DEMAIS INTEGRANTES DA QUADRILHA BOLIVARIANA!!! CHUUUUUUUUUUUUUUUUPA!!! KKKKKKKKKKKKK!!!

    • O camarada, será que você não percebeu que esta chupando também…kkkkkk
      Você ta fudido também….

    • TÔ NADA Ô “PEÃO”!!! SOU VARANDA GOURMET!!! SOU COXINHA!!! MINHA GRANA TÁ LÁ FORA E VOCÊS NÃO VÃO REPATRIAR, POIS FOI ENVIADA DE FORMA LEGAL!!! AQUI, ESTOU MUITO MELHOR QUE A MAIORIA DOS PTRALHAS E SEUS ELEITORES!!! PARA MIM TANTO FAZ UM PÃO FRANCÊS CUSTAR R$ 0,50 OU R$ 10,00!!! JÁ PARA OS DEPENDENTES DO “ESMOLA FAMÍLIA”… CHUUUUUUUUPA!!!

    • Para estar “tão bem “quanto você diz estar no meio desta zona, você não deve estar trabalhando e pagando impostos! No mínimo é um bobo que tem 3 camisas sociais do sub solo Sider, um sapato solado de papelão, um celular de segunda mão, carro 72x com a bíblia no nome da mãe, tirando maior onda na cidade de Empresário com divisas no exterior! KKKKKKKK faz-me rir seu peão! kkkkkkk

  11. A PRÓXIMA SERÁ A VOTORANTIM BM

    SE PREPAREM POIS A PRÓXIMA SERÁ A SBM, TUDO PORQUE A PREFEITURA E O MEIO AMBIENTE IMPEDIRAM A AMPLIAÇÃO DA USINA EM BARRA MANSA E ELES CONSTRUÍRAM UMA BAITA FABRICA EM RESENDE.

  12. A PRÓXIMA SERÁ A VOTORANTIM BM

    SE PREPAREM POIS A PRÓXIMA SERÁ A SBM, TUDO PORQUE A PREFEITURA E O MEIO AMBIENTE IMPEDIRAM A AMPLIAÇÃO DA USINA EM BARRA MANSA E ELES CONSTRUÍRAM UMA BAITA FABRICA EM RESENDE.

  13. A Usiminas sempre foi considerada padrão em siderurgia e da relação com as cidades em que está presente, em contra partida, a CSN sempre foi considerada símbolo do capitalismo selvagem, olhando somente para os resultados e lucros, sem se importar com a comunidade e empregos……….então,,,,,, a CSN está mantendo os empregos, buscando formas de manter também os resultados e sua competitividade, e por consequência a arrecadação do município, que retorna para a comunidade !!!!!! …..de que lado está a verdade afinal de contas ?

  14. Coitado dos trabalhadores, com um governo e políticos corruptos e mercenários,ainda por cima depende de sindicatos incompetentes e mal intencionados…nem sei porque precisamos de sindicato… O sindicato do Sul fluminense também não fica de fora, faz de tudo pra ferrar o trabalhador

  15. Essa é a tradicional COSIPA, única grande siderúrgica no estado mais rico e industrializado do país. Querem fazer o mesmo na Votorantim de Barra Mansa. A instalação da planta de Resende, mais moderna e com custos reduzidos (produz mais gerando bem menos empregos), não foi por um mero acaso… A BR Metals, antiga Thyssen de Barra do Piraí, cortou por esses dias mais de 300 postos de trabalho, isso numa fábrica que tem pouco mais de mil trabalhadores… Se uma empresa possui mais de uma unidade de produção no mesmo país, por que não diluir as demissões entre elas? Será que o custo de produção em SP é mais elevado que em MG?…

Untitled Document