segunda-feira, 24 de janeiro de 2022 - 19:33 h

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Trump oficializa tarifas dos EUA para importações de aço

Trump oficializa tarifas dos EUA para importações de aço

Matéria publicada em 8 de março de 2018, 19:24 horas

 


Trump pode ter dado a largada para uma competição fratricida no mercado do aço

Trump pode ter dado a largada para uma competição fratricida no mercado do aço


Angra dos Reis –
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta quinta-feira (8) a aplicação de tarifas de 25% para as importações de aço e 10% para as de alumínio. Por enquanto, México e Canadá, integrantes do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) ficam isentos, das alíquotas.

Não adotamos estas ações por escolha, mas por necessidade”, afirmou Trump em um ato na Casa Branca. A informação é da EFE.

Brasil pode contestar

A tarifa adicional de 25% sobre as importações de aço e de 10% sobre as de alumínio adotadas nos EUA pelo governo do presidente Donald Trump preocupam o Brasil, conforme informou no começo dese mês o Ministério do Desenvolvimento, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). De acordo com a pasta, a restrição comercial afetará as exportações brasileiras de ambos os produtos e pode resultar em contestação brasileira nos organismos internacionais.

Em nota oficial, o MDIC informou que o governo brasileiro espera chegar a um acordo com os Estados Unidos para evitar a aplicação das tarifas, mas caso isso não seja possível, o Brasil pode questionar a elevação das tarifas em foros globais. “O governo brasileiro não descarta eventuais ações complementares, no âmbito multilateral e bilateral, para preservar seus interesses nesse caso concreto”, diz a nota.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Realmente a CSN está com dias contados….
    A cidade de Volta Redonda tem q buscar novas atividades comerciais…como alimentícia..textil..automobilistica…
    Já detém o maior comércio da Região..
    O q falta São políticos descentes..e que tenham inspiração no crescimento da cidade sem a CSN

  2. liberdade e propriedade

    O Brasil não sobretaxou os carros importados em 30%, em 2012 até 2017? Disse estar preocupado com o consumidor americano, que vai pagar mais caro pelos produtos derivados do aço, mas a sobretaxa dos carros não prejudicou o consumidor brasileiro?

  3. Já passou dá hora de pararmos de pensar que VR depende da CSN.Essa empresa só polui e mata milhares de pessoas com isso.Da se um jeito até prq todos sabem que essa empresa está no bagaço e seu fim é questão de tempo…Acorda meu povo….. Tantas cidades já passaram por isso…E aqui ficam esses ignorantes achando que tudo gira em torno de CSN… Vamos abrir a mente meu povo….Esse sucatao está ruindo….28 bilhões de dívidas….

  4. Chora volta redonda. O meio ambiente agradece.

  5. Paraguai Não produz Soja? B u r r o o o o

  6. Justo agora perto da PLR e acordo coletivo. Um prato cheio pra não ganharmos nada

  7. NÃO ACREDITO!!!!! NOSSOS AMIGOS E PROTETORES AMERICANOS FAZENDO ISSO COM A GENTE????

  8. Tomara que você esteja certo Marcelo. Senão Volta Redonda, acaba de vez. A Cosipa em São Paulo ( Santos/Cubatão ) fechou as portas, sendo que a cidade não sentiu tanto por ter outras grandes indústrias ( Químicas).Em Volta Redonda só tem a CSN.

  9. Nao vai alterar nada para o Brasil. O aco brasileiro agora vai para o mercado americano via Canada ou Mexico pois esses paises nao terao excedente proximo de 6 milhoes de ton para atende-los. Lembram do Paraguai ,um dos maiores exportadores de soja no mundo sem produzir 1 kg sequer.Soja do Brasil.

Untitled Document